(11) 3285-6412Segunda a Sexta-Feira das 10h às 19h
Clínica Especializada em Cirurgias Plásticas
  • A Clínica
  • Cirurgias
  • Procedimentos
  • Informações
  • Dicas
  • Contato
  • Blog
Agendar Consulta
retornar

Transplante capilar

Transplante capilar é indicado para diferentes tipos de queda de cabelo avançada, como calvície em homens e queda difusa em mulheres pós-menopausa. Saiba mais!

O transplante capilar é uma opção de tratamento para quadros severos de queda de cabelo.

Em geral, é uma das principais abordagens em caso de alopecia androgenética que acomete majoritariamente homens, mas também pode afetar mulheres, principalmente depois da menopausa.

O transplante capilar também pode ser indicado para esse e outros casos. Saiba mais a seguir!

Quando recorrer ao transplante capilar?

A alopecia androgenética, resultando na calvície, é a principal indicação do transplante capilar. Ela manifesta-se pela miniaturização dos fios, que afinam, até que haja a atrofia dos folículos pilosos, que deixam de produzir novos fios.

Nas mulheres, essa queda de cabelo é difusa, sendo menos aparente, mas ainda assim incômoda. Nos homens, a queda concentra-se no topo da cabeça, resultando na coroa e também nas “entradas”.

A queda de cabelo causada pela alopecia avança com a idade e deixa de responder a tratamentos medicamentosos ou alternativos (como laser, acupuntura etc.) caso esteja em estágio avançado. Nesses casos, o transplante capilar torna-se a abordagem principal.

O tratamento também é indicado para queda de cabelo decorrente de outros problemas, como queimaduras ou queda por tração.

O transplante capilar também é viável em outras regiões do corpo, como para preenchimento das sobrancelhas ou da barba.

Dessa forma, o tratamento é versátil de acordo com as necessidades do paciente, mas a avaliação médica especializada é fundamental para melhor indicação.

Quais as técnicas de transplante capilar?

O transplante capilar é indicado quando outras abordagens já não entregam os resultados almejados para amenizar ou reverter a queda de cabelo.

Atualmente, técnicas modernas são usadas para garantir uma estética mais satisfatória aos pacientes.

A premissa é a mesma, trata-se da remoção de unidades foliculares da área doadora e transplante para as áreas calvas receptoras.

Os folículos pilosos têm entre 1 e 4 fios que crescem após o transplante e adquirem aspecto natural da região receptora. Atualmente, são duas as técnicas mais usadas:

FUT (transplante de unidades foliculares)

Consiste na remoção de uma faixa de couro cabeludo, geralmente próxima da nuca, sendo os folículos separados na clínica e implantados na área receptora. Como benefícios, permite preencher melhor as áreas calvas, mas gera mais incômodos no pós-operatório e possivelmente uma cicatriz discreta que pode ser coberta com o cabelo;

FUE (extração de unidades foliculares)

Trata-se da remoção das unidades foliculares individualmente, o que resulta em um pós-operatório mais tranquilo, e transplante para região calva. Trata-se de uma técnica mais complexa na etapa de extração cujo procedimento pode semorar um pouco mais de tempo para ser feito que na técnica FUT, porém pode-se obter a mesma quantidade ou até mais de unidades foliculares.

Apesar das particularidades, as duas técnicas entregam resultados satisfatórios, sendo fundamental uma avaliação especializada para determinar se o transplante capilar é a opção mais acertada e qual a técnica mais apropriada ao caso.

Devido ao uso principalmente para casos de alopecia androgenética em homens, fala-se na nuca como região doadora, pois é a que melhor mantém os folículos nesses casos, porém não é a unica região doadora, temos a região temporal e a região occipital.

No entanto, para queda de cabelo de padrão feminino, outras causas de queda de cabelo ou transplante para outras áreas, como sobrancelha e barba, podem existir alterações na conduta médica, incluindo da região doadora.

O transplante capilar é uma opção segura e eficiente no tratamento da queda de cabelo.

Saiba que todo procedimento envolve riscos. Consulte sempre um médico.


Dra. Luciana L. Pepino.

Diretora Técnica Médica

CRM-SP: 106.491

RQE: 25827

Membro da ISAPS – International Society of Aesthetics Plastic Surgery

Membro da ASPS – American Society of Plastic Surgeon

Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica SBCP

Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte – MG

Residência Médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte – MG

Formada em Medicina pela faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte – MG

Dra. Luciana L. Pepino.

Diretora Técnica Médica

CRM-SP: 106.491

RQE: 25827

Membro da ISAPS – International Society of Aesthetics Plastic Surgery

Membro da ASPS – American Society of Plastic Surgeon

Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica SBCP

Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte – MG

Residência Médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte – MG

Formada em Medicina pela faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte – MG

Agende sua consulta

Posts relacionados

Carregando...

Campanha #ViralizeOBem

Agora você tem em suas mãos a oportunidade de transformar vidas. 50 milhões. Não é prêmio acumulado da Mega-Sena. São 50 milhões de brasileiros passando fome. E você pode transformar essa triste realidade, participando da nossa missão!

imagem de uma criança fantasiada de super-herói em meio a uma situação de miséria
Quero ajudar!
imagem de uma criança fantasiada de super-herói em meio a uma situação de miséria
logo

Campanha #ViralizeOBem

Agora você tem em suas mãos a oportunidade de transformar vidas. 50 milhões. Não é prêmio acumulado da Mega-Sena. São 50 milhões de brasileiros passando fome. E você pode transformar essa triste realidade, participando da nossa missão!

Quero ajudar!

Cadastre-se

Receba informações sobre Cirurgias Plásticas e Procedimentos Estéticos Avançados.
whatsapp

Cirurgias

Procedimentos

Links Úteis

Telefones de Contato

Políticas de Privacidade

Dra. Luciana L. Pepino. Diretora Técnica Médica

CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

logo

2022. Dra. Luciana Pepino

Todos os direitos reservados.