11 3285-6412
Dra. Luciana L. Pepino / Diretora Técnica Médica
CRM/SP: 106.491 RQE: 25827
Segunda a Sexta-Feira
das 10h às 19h

Lipoaspiração: Como funciona a recuperação ao realizar a cirurgia

Mulher com excesso de gordura na barriga. Mini Lipo e Lipoaspiração

Saiba o que você deve esperar depois de sair da sala de cirurgia ao fazer uma lipoaspiração.

Um dos quesitos que deve ser levado em consideração ao fazermos uma cirurgia é o processo de recuperação. É dolorido? Vou poder trabalhar? Quando poderei voltar para a academia? Todas essas questões devem ser levadas em conta quando vamos nos submeter a uma cirurgia.

Como todo procedimento cirúrgico. A lipoaspiração demanda alguns cuidados no pós-operatório. Tanto para que você se recupere quanto para que o resultado seja o melhor possível. Tenha em mente que o pós-operatório faz parte do procedimento, por isso você deve seguir todas as recomendações do seu médico.

Lipoaspiração

Como todo procedimento cirúrgico, a lipoaspiração demanda alguns cuidados no pós-operatório.

É normal sentir algumas dores

Por mais que as incisões por onde o médico-cirurgião inseriu a cânula sejam pequenas, você passou por uma cirurgia, e isso modificou seu organismo por dentro e por fora. Por isso, é esperado que você sinta algum nível de dor ou desconforto no pós-operatório.

Felizmente, a dor não deve ser intensa, geralmente parecendo mais um incômodo na região. De qualquer forma, seu médico poderá receitar medicamentos para o alívio dessa sensação.

Em consequência desse incômodo, você provavelmente terá suas atividades normais um tanto limitadas na primeira semana depois da cirurgia. Sendo recomendável ter alguém disponível para ajudá-la a realizar algumas tarefas até que você se sinta mais segura para retomar sua rotina normalmente.

 

O repouso é importante, mas não deve ser absoluto

Nos três primeiros dias, é importante se resguardar mais e nem pensar em carregar peso. Apesar disso, você não deve ficar o tempo todo deitada: você deverá fazer pequenas caminhadas dentro de casa a cada duas horas para evitar o risco de trombose nas pernas.

Depois da alta hospitalar, você deverá seguir os limites do seu corpo para realizar as atividades do dia a dia. Se ainda não se sentir confortável, não faça. Conforme você for adquirindo mais segurança, poderá retomar as tarefas do dia a dia.

Quinze dias depois da cirurgia, você já poderá retomar as atividades físicas. Iniciando com caminhadas leves de até 3 km. Os exercícios mais pesados, como os aeróbicos e a musculação. Poderão ser retomados cerca de 30 a 40 dias depois do procedimento.

Em geral, você estará apta para voltar ao trabalho cerca de uma semana depois da cirurgia. Dependendo da atividade que você exerce e da sua evolução no pós-operatório. Somente seu médico poderá estipular uma data precisa para o seu retorno.

A cinta compressiva será a sua melhor amiga

Assim que sair da cirurgia de lipoaspiração, você vai colocar uma cinta compressiva que deverá ser utilizada no mínimo pelos próximos 30 dias de forma ininterrupta. Essa cinta exerce uma pressão no local da cirurgia que favorece a reabsorção dos líquidos que causam o inchaço, ajuda a promover a cicatrização dos tecidos e ainda contribui para que a área lipoaspirada permaneça livre de irregularidades na superfície. Junto com a cinta, você deverá usar a placa contensora (espuma) para evitar que a pele fique marcada.

É importante ter em mente que a cinta deverá ser justa, mas nunca apertada demais. Às vezes, alguns pacientes tentam deixar a cinta mais apertada para obter um resultado melhor e mais rápido, mas essa prática pode machucar a pele e causar marcas na região. Você sempre deve seguir as orientações do seu médico no uso da cinta compressiva.

cinta compressiva de lipoaspiração

Pós operatório da Lipoaspiração necessita do uso da cinta compressiva.

A importância da drenagem linfática e do ultrassom

Logo depois da cirurgia, é normal que seu corpo apresente inchaços e hematomas em decorrência do acúmulo de líquidos. Para aliviar esses efeitos, você deverá recorrer a sessões de drenagem linfática e ultrassom cerca de 4 a 7 dias depois da lipoaspiração conforme recomendação médica.

A drenagem linfática ajuda a reduzir o edema por meio da eliminação do excesso de líquidos abaixo da pele (os chamados seromas) e também previne a formação de fibrose, nódulos que podem se formar durante o processo de cicatrização. São recomendadas em média 10 sessões no pós-operatório. Mas o tratamento pode se estender dependendo da evolução da sua recuperação.

A técnica deve ser feita com massagens suaves sobre a área operada, de forma a direcionar os líquidos até os gânglios linfáticos para facilitar o seu escoamento. Nas primeiras sessões, os movimentos são suaves e não causam dor. Para tratar a fibrose, porém, será necessário realizar uma massagem mais firme.

O ultrassom, por sua vez, é indicado para o tratamento da fibrose e para a prevenção de irregularidades na área que foi lipoaspirada. Essa técnica provoca uma agitação das partículas líquidas, promovendo a reorganização das fibras (que são as responsáveis pelo surgimento da fibrose) e desmanchando a fibrose.

A drenagem linfática pode ser feita até mesmo antes da operação como forma de preparação do organismo.

Drenagem Linfática

São recomendadas em média 10 sessões no pós-operatório.

Cuidados básicos

Depois da alta hospitalar, você poderá seguir a sua alimentação normal, mas sem exageros. Você deve dar preferência a alimentos leves e saudáveis. Como verduras, legumes, grãos, carnes magras e frutas. Lembre-se, porém, de que este não é o momento de iniciar uma dieta de emagrecimento, pois o organismo precisa se recuperar.

É importante aumentar a ingestão de água para ajudar a eliminar o líquido acumulado. Você também pode recorrer a água de coco e sucos para se manter hidratada. Lembre-se de evitar o álcool e o tabaco nesse período.

Um cuidado que você deve ter no pós-operatório é o de não se expor ao sol, pois os hematomas podem causar manchas na pele. Quando o sol estiver liberado (sempre com moderação!), você deverá caprichar na aplicação do filtro solar sobre as cicatrizes para evitar que elas fiquem escuras.

Tenha paciência para ver o resultado

Embora a paciente já saia da sala de cirurgia sem o excesso de gordura. O resultado visível nos primeiros dias não é nada animador. Você estará inchada, terá hematomas e sua pele ainda não terá se adaptado ao novo formato do seu corpo, mas nada disso deve ser tomado como definitivo.

Todos esses sintomas vão sumir em cerca de dois meses. Quando você poderá ter uma ideia melhor do resultado definitivo da lipoaspiração, que só será alcançado depois de seis meses da cirurgia. Portanto, seja paciente!

Você também pode gostar de: Mitos e verdades sobre lipoaspiração

Saiba mais sobre o procedimento em: Lipoaspiração

 

Saiba que todo procedimento envolve riscos. Consulte sempre um médico.

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).