(11) 3285-6412Segunda a Sexta-Feira das 10h às 19h
Clínica Especializada em Cirurgias Plásticas
  • A Clínica
  • Cirurgias
  • Procedimentos
  • Informações
  • Dicas
  • Contato
  • Blog
Agendar Consulta
retornar
abdominoplastia

Tudo o que você precisa saber sobre abdominoplastia

Saiba mais sobre os procedimentos, custos e possíveis riscos da abdominoplastia.

Quem não quer se sentir em dia com a sua barriguinha? A mulher moderna deseja ficar ainda mais bonita e, por isso, o investimento em cirurgias plásticas tem se tornado algo bastante comum no Brasil.

A abdominoplastia é uma cirurgia que tem como objetivo retirar todo o excesso de pele e gordura que fica abaixo do umbigo, fazendo com que os músculos que compõem a parede abdominal possam ser reposicionados.

Em alguns casos, também é feita uma lipoaspiração para a remoção de gordura localizada, quando necessário. Quem já passou pelos procedimentos sabe que os resultados não deixam a desejar. E a mulher não só fica com o abdome mais belo e atraente, como também isso é benéfico para a sua própria saúde.

Posso fazer a cirurgia?

A abdominoplastia, plástica abdominal, é indicada para quem já apresenta muita flacidez acima e abaixo da região do umbigo. O abdome distendido é causado pelo excesso de pele e gordura, além dos deslocamentos musculares típicos de quem passa por muitas gestações ou já foi obeso.

Nesses casos, o abdome fica mais flácido e, mesmo emagrecendo, tem-se uma maior dificuldade de enxugar a barriga por conta da flacidez da pele em excesso. Para corrigir isso, a abdominoplastia é a alternativa ideal.

Como são os procedimentos cirúrgicos?

Na plástica abdominal, é feito um corte em forma de semicírculo acima dos pelos púbicos. O corte permite que haja o levantamento da pele e gordura para o cirurgião conseguir remover esses tecidos. Depois disso, costuram-se os músculos reto abdominais para formar um tipo de cinta abdominal e estica-se a pele do abdome superior em direção à cicatriz costurando-a.

Para finalizar a cirurgia, o profissional acerta a posição do umbigo. Geralmente, a cirurgia não leva mais de 2 horas e pode ser feita com anestesia peridural ou anestesia geral. A internação hospitalar é de 24 horas e, após isso, inicia-se a fase de recuperação do pós-operatório.

Quanto custa?

Os valores dependem do tamanho da cirurgia, experiência do profissional e equipe médica, além do hospital escolhido.

Se você se interessou pela plástica abdominal e pensa em submeter-se à abdominoplastia, entre em contato com a Dra. Luciana Pepino. São inúmeras condições para realizar o seu sonho.

Como ocorrer o pós-operatório e possíveis riscos?

Depois de uma cirurgia plástica, é normal a região operada ficar inchada e perder um pouco de sua sensibilidade. Uma cirurgia dessa proporção requer repouso, antes de mais nada. É recomendado que a mulher não pegue peso ou faça esforços.

Além disso, a alimentação precisa ser saudável e deve haver a ingestão de muita água. A cinta modeladora deverá ser usada por um mês. Ela ajudará a evitar movimentos muito bruscos e vai trazer mais conforto durante o repouso.

Nas primeiras duas semanas, a mulher não deve esticar o tronco, ou seja, deve ficar levemente curvada para frente a fim a de evitar abrir os pontos. A cinta modeladora pode ser retirada para tomar banho e é também importante fazer, no mínimo, 10 sessões de drenagem linfática manual em dias alternados.

As atividades do dia a dia podem ser retomada aos poucos, mas sem exageros. Os analgésicos prescritos pelo médico vão ajudar no processo de cicatrização, diminuindo o inchaço e a dor. Uma suplementação à base de fibras vai ajudar na digestão e evitar esforços na hora de ir ao banheiro.

Em geral, a volta ao trabalho ocorre cerca de 15 dias após a cirurgia. Quanto aos exercícios físicos, eles só poderão ser retomados depois de dois meses e, de preferência, com o acompanhamento de um profissional de educação física.

Poderá haver vazamento de líquido, dores e inchaços mais graves, que devem ser reportados ao médico. O resultado aparece dentro de 45 dias, e a recuperação total da cirurgia em, aproximadamente, 90 dias, a depender do processo de recuperação.

Quais são os principais riscos?

Como principais riscos, temos a necrose (morte de pele causada por falta de vascularização adequada), epidermólise (aparecimento de bolhas e feridas na região operada), reabertura do corte (deiscências), seromas, hematomas, alteração da sensibilidade na região tratada e trombose ou, até mesmo, embolia pulmonar.

Esses riscos são inerentes a qualquer cirurgia plástica e, por isso, é necessário que o procedimento seja seguro e feito em um hospital especializado, bem equipado e por profissionais com vasta experiência na área.

Por que é importante retirar o excesso de pele?

A abdominoplastia vai muito além da mera questão estética e tem um valor importante em termos de saúde física e mental. A técnica permite eliminar os excessos de pele e de gordura da região do abdômen e, até, reforçar os músculos, sobretudo em casos nos quais existe um enfraquecimento do componente muscular da parede abdominal.

Caso o excesso de pele não fosse retirado, poderia ocorrer uma série de problemas, como as incômodas dermatites de contato, assaduras e, até mesmo, infecções. Além disso, é algo que não contribuiria para o ganho de autoconfiança e autoestima que o procedimento costuma proporcionar, oferecendo muito mais qualidade de vida para as pacientes.

Que procedimentos podem complementar a abdominoplastia?

Por mais que a retirada do excesso de pele possa ser feita no momento da abdominoplastia, existem limitações para a técnica e pode ser necessário o uso de alguns procedimentos complementares. Felizmente, a ciência vem avançando muito nesse sentido, fornecendo opções com bons níveis de eficiência. Confira alguns exemplos a seguir.

Radiofrequência

A radiofrequência, por exemplo, utiliza um equipamento que desliza sobre as áreas do corpo produzindo calor, mas sem excessos e com uma sensação agradável. As ondas emitidas agem diretamente na pele, promovendo a formação e contração de fibras de colágeno, um componente que dá mais firmeza e diminui a flacidez.

Criolift

O chamado criolift é mais um procedimento que vem ganhando muito espaço nos últimos tempos e pode ajudar bastante quem precisa reduzir a flacidez da pele. Ele se vale de um sistema de frio controlado, que diminui a temperatura nos locais de aplicação em até 10 graus, promovendo a constrição dos pequenos vasos sanguíneos e aumentando o tônus.

Corrente russa

A corrente russa já é bem famosa por aqui e usa eletrodos colocados na pele, produzindo correntes elétricas de baixa intensidade. Com isso, os músculos fazem uma espécie de contração, durando mais do que em exercícios abdominais comuns. Isso combate a flacidez e, ainda, diminui uma eventual diástase abdominal.

Hábitos saudáveis

Não dá para falar em como retirar o excesso de pele e conseguir menos flacidez se não falarmos de hábitos saudáveis. Um dos mais importantes, certamente, está relacionado com a alimentação. É importante procurar um médico para isso, mas você pode cortar opções conhecidamente nocivas, como processados, embutidos, doces e gorduras hidrogenadas.

Por que jamais abrir mão de um médico de qualidade?

A abdominoplastia e as técnicas utilizadas para retirar os excessos de pele avançaram muito nos últimos tempos e oferecem excelentes resultados. No entanto, para que isso aconteça, você não pode abrir mão de um médico de boa qualidade. As habilidades do cirurgião plástico são imprescindíveis para que o desenlace seja adequado.

Sendo assim confira antes se o profissional é habilitado e membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. Veja também as suas páginas de divulgação, formas de contato, registro no Conselho e se ele marca presença na internet, com mídias sociais, site oficial e um blog que ofereça conteúdos relevantes.

Agora você já leu tudo o que precisa saber sobre abdominoplastia! Quer conferir mais artigos como este? Então, não deixe de seguir nossos perfis no Facebook, Twitter, YouTube, Instagram e LinkedIn!

Saiba que todo procedimento envolve riscos. Consulte sempre um médico.

Saiba que todo procedimento envolve riscos. Consulte sempre um médico.


Dra. Luciana L. Pepino.

Diretora Técnica Médica

CRM-SP: 106.491

RQE: 25827

Membro da ISAPS – International Society of Aesthetics Plastic Surgery

Membro da ASPS – American Society of Plastic Surgeon

Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica SBCP

Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte – MG

Residência Médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte – MG

Formada em Medicina pela faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte – MG

Dra. Luciana L. Pepino.

Diretora Técnica Médica

CRM-SP: 106.491

RQE: 25827

Membro da ISAPS – International Society of Aesthetics Plastic Surgery

Membro da ASPS – American Society of Plastic Surgeon

Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica SBCP

Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte – MG

Residência Médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte – MG

Formada em Medicina pela faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte – MG

Agende sua consulta

Deixe o seu comentário

  1. Efigenia lyra

    Ola, gostaria de fazer uma mamoplastia, mas gostaria de saber se vcs fazem parcelamentos?, e aonde ficar a clinica de vcs?

    responder
    1. Dra. Luciana Pepino

      Olá, Efigenia. Ficamos em São Paulo. Trabalhamos com parcelamento. No entanto, para definir os valores é necessário que passe por uma avaliação pessoalmente, somente assim poderei opinar sobre qual a melhor indicação para você. Após a primeira avaliação passamos as formas de pagamento, que podem ser parceladas ou à vista. Entre em contato conosco, se quiser, para agendar sua primeira consulta. No link estão nossos telefones e endereço: http://goo.gl/3Dqr6G Beijos!

      responder
  2. Lidia Dias Pires

    ola Dra eu tenho vontade de fazer essa cirurgia tenho uma indenizaçao pra receber tive quatro filhos e foi uma gravidez perto da outra e minha barriga ficou com muita gordura ja fiz dieta mas nao adianta pois tenho ploblema serio em emagrecer entao gostaria de saber e meu estomago acumula muita gordura ate me da falta de ar porque nao consigo amarrar meu tenis e triste gostaria de saber quanto custa essa cirurgia obrigada

    responder
    1. Dra. Luciana Pepino

      Oi, Lidia! Tudo bem? Para definir os valores é necessário que você passe por uma avaliação pessoalmente, somente assim poderei opinar sobre qual a melhor indicação para você. Após a primeira avaliação é possível definirmos valores e formas de pagamento. Entre em contato conosco, se quiser, para agendar sua primeira consulta. No link estão nossos telefones: http://goo.gl/3Dqr6G Beijos!

      responder
  3. josiane pardini

    Boa tarde Dr!! Gostaria de fazer uma avaliação, qual e o valor ?? Obrigada. Josiane pardini

    responder
    1. Dra. Luciana Pepino

      Olá, Josiane. Para verificar valores de consulta, por gentileza, entre em contato. Nossas secretárias terão o maior prazer em atendê-la. Aqui você encontra nossos contatos: http://goo.gl/3Dqr6G Beijos!

      responder

Leia Também

Carregando...

Assine nossa newsletter

Assine e receba dicas, novidades, materiais e muito mais.

whatsapp

Cirurgias

Procedimentos

Links Úteis

Telefones de Contato

Políticas de Privacidade

Dra. Luciana L. Pepino. Diretora Técnica Médica

CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

logo

2022. Dra. Luciana Pepino

Todos os direitos reservados.