Confira uma lista de mitos e verdades sobre skincare!

mulher loira sentada com a mão no cabelo olhando para a câmera

Base com filtro substitui o protetor solar? Refrigerante dá celulite? Tem como tratar estria esbranquiçada? Descubra os mitos e verdades sobre os cuidados com a pele!

No meio de tantas informações desencontradas, novidades no mundo dos cosméticos e tratamentos com nomes complicados, é difícil ter certeza de que realmente sabemos cuidar da nossa pele. Por isso, nós elaboramos esta lista de mitos e verdades sobre skincare.

Afinal, basta abrir o Instagram por poucos minutos que seremos bombardeadas com dicas de beleza e saúde que nem sempre têm comprovação científica. E pior do que não ter efeito nenhum, muitas vezes esses truques podem fazer muito mal para a pele!

Mitos e verdades sobre skincare

As redes sociais permitem que as informações circulem e se espalhem muito rapidamente, o que é excelente para quem quer compartilhar conhecimento. O problema é que, no meio disso tudo, nem sempre é fácil diferenciar mitos e verdades sobre skincare.

Além disso, não é raro que pessoas sem a devida formação deem conselhos e dicas para seus “seguidores”, e o perigo está no fato de que aquilo que funcionou para uma pessoa pode não funcionar para outra – ou ser muito prejudicial.

Por isso, vale a pena ficar de olho na lista que nós preparamos e cuidar da sua pele da forma correta. Confira:

  1. É necessário utilizar protetor solar mesmo com tempo fechado

Verdade! Nossa lista de mitos e verdades sobre skincare não poderia começar com uma informação mais importante do que essa. Afinal, o uso constante do protetor solar é a principal medida para prevenir o envelhecimento e o câncer de pele.

Embora o filtro seja mais lembrado em dias de muito sol, a radiação que provoca o surgimento de radicais livres consegue atravessar nuvens e janelas. Por isso, os prejuízos no DNA celular acontecem mesmo em dias de tempo fechado se a pele estiver desprotegida.

mão de uma mulher colocando creme na ponta dos dedos
  1. A pele oleosa também pode estar ressecada

Verdade. Ter a pele oleosa significa que você tem uma propensão natural a produzir mais óleo do que a maior parte das pessoas, o que pode levar ao desenvolvimento de espinhas e cravos, em oposição à chamada pele seca.

Porém, quando falamos em ressecamento, não estamos nos referindo a um tipo de pele, mas sim a uma condição que costuma ter tratamento. No caso da pele oleosa, ela pode se tornar ressecada se, por algum motivo, houver a perda de água.

Isso pode acontecer em função do uso de um sabonete muito agressivo, pouca ingestão de água, o contato frequente com o cloro da piscina e o uso de medicamentos diuréticos, entre outros, o que faz com que a pele fique mais sensível, opaca e sujeita à descamação.

  1. Quem usa maquiagem envelhece mais rápido

Depende. A maquiagem pode funcionar como uma barreira física que protege a pele da ação danosa dos raios solares, especialmente quando ela contém FPS, o que previne o envelhecimento.

Porém, nossa lista de mitos e verdades sobre skincare não poderia deixar de dizer que, ao utilizar produtos vencidos ou dormir sem remover a make, sua pele estará mais sujeita a inflamações e alergias.

Com isso, podem surgir manchas, cicatrizes e até mesmo alterações na textura da pele que favorecem o desenvolvimento das rugas, de forma que a maquiagem poderá contribuir para a aceleração do envelhecimento.

  1. A base com FPS dispensa o filtro solar

Mito! Embora a maquiagem atue como uma camada a mais de proteção da pele e o FPS realmente ajude a bloquear os raios solares com mais intensidade, esses produtos não são capazes de substituir o protetor solar com a mesma eficácia.

Por isso, o ideal é aplicar um protetor com FPS 30 ou superior, aguardar uns minutos até que ele seja absorvido e só depois aplicar a base.

  1. É mais fácil tratar estrias jovens do que antigas

Verdade. Quando as estrias são jovens e têm coloração avermelhada ou arroxeada, os tratamentos para suavizá-las, como carboxiterapia, peeling e cremes com ácido retinoico, apresentam resultados mais eficientes, podendo até mesmo fazer com que elas desapareçam.

Já no caso das estrias antigas, que são esbranquiçadas, nem sempre é possível combatê-las totalmente, mas procedimentos como intradermoterapia, subincisão e microagulhamento com drug delivery podem oferecer uma melhora de até 70%.

  1. Refrigerante e calça jeans são os principais causadores da celulite

Mito. Sozinhos, esses dois fatores não causam celulite, mas eles podem contribuir para o agravamento do problema dependendo das condições.

No caso do refrigerante, muitas pessoas imaginam que o problema esteja no gás, mas o que realmente pode causar celulite é o açúcar, que está presente em vários outros alimentos, não sendo uma exclusividade dessa bebida.

Já no caso da calça jeans, peças muito apertadas podem prejudicar a circulação e piorar o grau da celulite, mas isso aconteceria com qualquer calça que fosse muito justa. Por isso, não podemos dizer que o refrigerante e o jeans por si só sejam causas dos furinhos na pele.

  1. Comer muito doce envelhece

Verdade. Além de favorecer o aumento do peso e o surgimento da celulite, o açúcar pode se ligar ao colágeno, a proteína que dá sustentação e firmeza à pele, e atrapalhar as funções dessa proteína.

Com isso, o consumo excessivo de doces e farinha branca acaba prejudicando a estrutura da pele, que se torna mais suscetível à flacidez e ao surgimento das rugas.

doces coloridos e variados

Leia mais – 11 alimentos super calóricos e por que evitar o seu consumo exagerado!

  1. Fazer Botox deixa o rosto muito esticado e artificial

Mito. Quer dizer, se a toxina botulínica for aplicada em doses muito grandes e sem respeitar a anatomia do paciente, o efeito pode sim ser um rosto esticado e sem expressão. Contudo, essa não é a regra para os tratamentos com a técnica adequada.

Hoje em dia, a maior parte dos pacientes prefere um efeito natural e discreto, que promova o rejuvenescimento sem impedir as expressões faciais – e isso pode ser atendido quando o procedimento é feito por um médico devidamente habilitado.

Dessa forma, se você deseja fazer um tratamento para cuidar da sua pele, agende uma avaliação presencial com a Dra. Luciana Pepino e descubra quais são os procedimentos mais indicados para você. Ah, aproveite também para conhecer as opções de cirurgia plástica que a clínica oferece!

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).