Menu

Protetor solar facial: qual a sua eficácia contra o envelhecimento?

O sol é um dos principais fatores que estimulam o surgimento de manchas, rugas e flacidez. Entenda por que é necessário utilizar o protetor solar todos os dias!

Se você já leu qualquer artigo sobre dicas para prevenir o envelhecimento, certamente você encontrou um conselho sobre o uso do protetor solar facial. Todos os sites e especialistas dizem que seu uso diário é indispensável para manter a beleza e a jovialidade da pele.

Além disso, o filtro é uma das medidas fundamentais para a prevenção do câncer de pele, cuja principal causa é a exposição desprotegida ao sol.

Apesar disso, uma pesquisa nacional realizada no ano passado pelo Instituto de Cosmetologia e Ciências da Pele revelou que 72,5% dos brasileiros não aplica o protetor solar diariamente, um número que infelizmente vem crescendo em relação a 2016 (65%) e 2015 (53%).

Outro dado importante dessa pesquisa é que 80% dos entrevistados não conhece a quantidade correta a ser aplicada, de forma que grande parte das pessoas que utilizam o protetor solar acaba ficando desprotegida sem saber.

Pensando nisso, nós preparamos este artigo para esclarecer as principais dúvidas sobre o uso do protetor solar, seus benefícios e sua importância na prevenção do envelhecimento e do câncer de pele. Que tal ficar por dentro do assunto hoje mesmo?

Por que a pele envelhece?

O envelhecimento é um processo normal dos organismos vivos. As mudanças que vemos e sentimos em nosso corpo são resultado do fato de as células que morrem não serem mais substituídas por células novas no mesmo ritmo com que isso acontecia na juventude.

A pele é o órgão que mais demonstra a passagem do tempo, que se manifesta pelo declínio da renovação celular, diminuição da rede vascular e perda de tecido fibroso. No rosto, essas alterações levam ao surgimento de sinais do envelhecimento como manchas, flacidez e rugas.

A velocidade com que somos atingidos pelo envelhecimento cutâneo varia conforme fatores internos e externos. No caso dos internos, temos principalmente a influência da genética, a ação dos hormônios, o estresse oxidativo (radicais livres) e a taxa de açúcar no sangue.

O envelhecimento extrínseco, por sua vez, inclui fatores ambientais como alimentação, sedentarismo, tabagismo, consumo de álcool e exposição à poluição. Entre eles, o que mais se destaca é a radiação ultravioleta – e é por isso que o protetor solar facial é tão importante.

protetor solar facial

Veja também – Câncer de pele: confira como prevenir esse mal silencioso.

Efeitos da radiação solar na pele

Muitas pessoas acreditam que devem se proteger do sol apenas no verão e nos horários de pico, mas isso não é suficiente. Vamos entender o motivo.

Os raios UVB, que causam as queimaduras, realmente são mais intensos nos dias ensolarados de verão, entre as 10 e as 16 horas.

Porém, a radiação solar também é composta pelos raios UVA, que incidem com a mesma intensidade o ano todo, independente da estação ou da quantidade de nuvens – pois eles podem atravessá-las, assim como atravessam janelas.

Embora não cause queimaduras, o UVA penetra mais profundamente na pele. Com exposição moderada, esses raios promovem o bronzeamento. Porém, em excesso, eles hiperestimulam a produção de melanina e danificam as fibras de colágeno e elastina.

Dessa forma, a radiação UVA favorece o surgimento de manchas, rugas e flacidez, sendo a principal responsável pelo fotoenvelhecimento. Além disso, esses raios causam prejuízos ao DNA, estimulam a formação de radicais livres e aumentam o risco de câncer de pele.

Mesmo que os raios UVB ajam mais superficialmente e sejam mais intensos nos horários de pico, a exposição exagerada e desprotegida acentua os malefícios causados pelos raios UVA.

Veja também – Limpeza de rosto ajuda a manter a saúde da pele. Entenda por que você precisa fazer.

Protetor solar facial todos os dias: por que ele é necessário?

Como vimos acima, o sol realmente causa mais queimaduras em dias sem nuvens e entre as 10 e as 16 horas. Por isso, é indispensável utilizar o protetor solar no corpo todo quando vamos nos expor ao sol nesses horários e condições.

Contudo, como os raios que causam o envelhecimento e aumentam o risco de câncer de pele têm intensidade constante durante o dia, independente da estação do ano ou da presença de nuvens, o uso do protetor solar diariamente é uma necessidade.

protetor solar facial

 

Como se proteger do fotoenvelhecimento, queimaduras e câncer de pele

Considerando que o rosto é a região mais exposta e que mais sofre os efeitos da radiação em relação ao envelhecimento, os cuidados com essa região são ainda mais importantes, mas o restante do corpo também merece atenção. Veja as principais dicas de como se proteger:

  • Para o rosto: utilize um protetor solar facial com FPS de pelo menos 30. O uso deve ser diário, mesmo em dias frios, nublados ou quando você ficará em ambientes fechados. Confira nossa seleção dos melhores protetores para todos os tipos de pele;
  • Para o corpo: para quem tem a pele negra ou moreno-escura, o protetor solar para o corpo deve ter FPS 15 ou superior. Porém, quanto mais clara a cor da pele, mais alto deverá ser o FPS para garantir a proteção (FPS 50 ou 60);
  • Quanto aplicar: rosto e pescoço – 1 colher de chá; tronco – 1 colher de chá para a parte da frente e a mesma medida para as costas; braços – 1 colher de chá para cada um; pernas – 1 colher de sopa para a parte da frente e a mesma medida para a de trás.
  • No dia a dia: se estiver em ambientes fechados, aplique o protetor solar facial antes de sair de casa e reaplique o produto antes de sair para almoçar;
  • Praia ou piscina: ainda em casa, aplique o protetor solar em todo o corpo e aguarde secar por 15 minutos antes de colocar a roupa de banho. Reaplique a cada duas horas e depois de mergulhar, transpirar ou se secar com a toalha;
  • Não se esqueça: áreas como orelhas, pés, mãos, nuca e decote da camiseta muitas vezes são esquecidas na hora do protetor, então verifique se você aplicou o produto nessas regiões;
  • Barreiras físicas: utilize barracas ou guarda-sóis, camisetas de mangas compridas, chapéus, bonés e óculos escuros para se proteger. Evite se expor ao sol entre as 10 e as 16 horas.

Você conhece mais alguma dica para se proteger do envelhecimento causado pela exposição solar? Conte para a gente nos comentários quais são as cuidados que você segue! Ah, aproveite para conhecer a Dra. Luciana Pepino e suas opções de procedimento estéticos e cirurgia plástica!

  • 23
    Shares