Menu

Segurança e cirurgia plástica: meios para se prevenir

Dicas segurança e cirurgia plástica

Fique por dentro de novas dicas essenciais para evitar transtornos na hora de optar por um procedimento estético

Ainda é comum as pessoas se esquecerem de que segurança e cirurgia plástica precisam caminhar juntas. Trata-se de uma relação crucial que influenciará no pré e no pós-operatório. Pensar sobre este assunto consiste em meios de prevenção que vão desde a primeira consulta com o médico escolhido até os cuidados na saída do centro cirúrgico. Não se trata de um detalhe supérfluo, pois é preciso se atentar a uma união de fatores que beneficiem o paciente, de maneira que os resultados da operação sejam alcançados sem riscos.

Um dos problemas que comprometem a relação segurança e cirurgia plástica é a busca pelo cirurgião plástico. Muitas pessoas não consultam a licença médica do profissional e há quem caia nas promessas milagrosas daqueles que se dizem formados em determinada especialidade e oferecem preços acessíveis para atrair a clientela. Por causa da popularidade das cirurgias plásticas, todo cuidado é pouco. Há atitudes que podem lhe dizer que esse suposto profissional não atua dentro da ética médica.

Segurança e cirurgia plástica: como identificar os riscos?

De acordo com a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, consultas que envolvem tecnologias podem não ser o que parecem. A imagem do paciente projetada no computador entra na lista de condutas que todo mundo deve desconfiar. Tudo porque os resultados de uma cirurgia plástica são variantes de uma pessoa a outra. Portanto, o uso de softwares promete que aquele resultado na tela é o que será atingido pelo paciente, mas não é verdade. Por causa disso, criam-se ilusões que nem sempre são alcançadas.

A segurança e a cirurgia plástica também pedem foco na primeira consulta, onde o cirurgião plástico especializado e autorizado a exercer a profissão será bastante honesto quanto os resultados que uma pessoa pode conseguir. Ele analisará a estrutura do corpo e afirmará o quanto pode ser alterado. Promessas como “lhe darei os seios de uma atriz” ou “a lipoaspiração emagrece” são afirmações enganosas.

As próteses utilizadas na mamoplastia também fazem parte do pacote entre segurança e cirurgia plástica. Atualmente, elas são mais resistentes e com maior durabilidade, o que não torna necessária a troca depois de 10 anos – um ato que deve ser sempre analisado pelo médico para saber se realmente necessita da retirada ou não. Uma dica para quem se interessa por esse procedimento é verificar se as próteses indicadas pelo cirurgião são liberadas pela Anvisa.

Procedimentos mais complexos

 

A relação segurança e cirurgia plástica também estão inclusas na rinoplastia e na blefaroplastia, métodos muito procurados e que requer cuidados. Ambas são cirurgias muito delicadas e complexas. É bastante comumente uma pessoa dar de cara com um site e ver as fotos do antes e do depois de um paciente e achar que é um sinal de confiança que o médico que as disponibiliza oferece. Contudo, essa exposição não está de acordo com o código de ética do Conselho Federal de Medicina.

Para aqueles que querem perder as gordurinhas localizadas, a lipoaspiração é tendência o ano todo e é o método que muitos médicos sem especialização realizam de forma indevida. Especialmente neste ponto, a ligação segurança e cirurgia plástica se faz muito necessária. Há supostos profissionais que prometem que você emagrecerá e que ficará no peso ideal, mas não é assim que funciona. Para quem estiver muito acima do peso, o cirurgião pedirá para que os quilinhos sejam perdidos antes da operação acontecer.

Vale a ressalva de que a lipoaspiração elimina dobrinhas e saliências que não somem nem com dieta e exercício. Assim, ela não tem foco no emagrecimento, bem como a abdominoplastia.

Sempre se preocupe com os fatores de segurança na hora de decidir por uma cirurgia plástica. Antes de oficializar a escolha do procedimento estético, consulte a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica para checar a especialização do médico. Nunca se esqueça de que segurança e cirurgia plástica precisam estar sempre unidas!

[box]Você já encontrou um cirurgião plástico ou quer confirmar a especialidade do profissional escolhido? Faça uma busca na Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, e cheque a licença médica.[/box]

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).
  1. Celina Paiva disse:

    Olá, Boa Noite,
    Como saber se os valores cobrados estão dentro do normal???
    Estou programando pra fazer no próximo ano uma Lipoescultura e uma mamoplastia, tenho consulta agendada com 03 cirurgião….como saber qual e o melhor???

    Celina

    • Luciana Pepino disse:

      Olá Celina

      Eu não tenho como falar de valores, principalmente de outros cirurgiões. O que posso orientá-la é sempre pesquisar se o médico é membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, pois isso significa que ele está apto a realizar uma cirurgia plástica com toda a segurança que você precisa.

      Um grande beijo!