Flacidez pós gestação: 9 super dicas para você se prevenir

Ter um bebê é lindo, mas a flacidez que acompanha a gestação é um drama na vida da muitas mulheres. Veja como evitar esse problema!

Uma das preocupações das futuras mamães são as mudanças que ocorrem em seu corpo durante essa fase, principalmente a flacidez pós gestação. Com o crescimento do bebê, as fibras da pele se rompem e é comum desenvolver esse problema. Veja como evitá-lo:

  1. Controle o ganho de peso

Essa é a principal medida para evitar a flacidez pós gestação. Em média, o recomendável é que a mulher ganhe de 10 a 15 quilos durante a gravidez, mas esse é um valor que varia de pessoa para pessoa e só pode ser determinado pelo obstetra.

Quanto maior é o ganho de peso, mais a pele precisa se esticar para acomodar o aumento de volume. Assim, as fibras de colágeno e elastina de rompem, de modo que a pele da barriga, do quadril e dos seios não consegue mais voltar para sua forma de antes.

  1. Esteja no peso certo ao engravidar

Se você tem planos de engravidar e já está se preparando para isso, o ideal é estar em uma faixa de peso saudável antes da gestação. Assim, os quilos a mais decorrentes da gravidez não vão representar uma ameaça tão grande para as condições da sua pele.

Você não deve ter uma alimentação restritiva, mas sim seguir uma dieta saudável e um programa de exercícios conforme orientado pelo médico.

flacidez pós gestação
  1. Consuma os alimentos corretos

Além de evitar açúcares e frituras, que favorecem o ganho de peso e prejudicam as condições da pele, é essencial incluir em sua dieta os alimentos que ajudam a manter a elasticidade e a evitar a flacidez. Por isso, vale a pena investir em alimentos ricos em:

  • Vitamina C: antioxidante e auxiliar na produção do colágeno. Encontrada em frutas cítricas e vegetais de folhas verdes;
  • Vitamina E: protege a membrana das células da pele. Encontrada em nozes, sementes, óleos vegetais, ovos e cereais integrais;
  • Proteínas: fornecem os aminoácidos para a formação do colágeno. São encontradas em carnes, frango, ovos e leite.

Veja mais – Alimentos ricos em colágeno.

  1. Hidrate seu corpo para evitar a flacidez pós gestação

Manter o organismo bem hidratado é essencial em todas as fases da vida, ainda mais durante a gravidez. Além disso, o consumo de pelo menos 2,5 litros de água por dia também é fundamental para evitar as estrias no abdômen e a flacidez pós gestação.

Lembre-se de que somente seu obstetra poderá fazer uma indicação mais precisa sobre a quantidade de líquidos e a melhor dieta a ser seguida.

  1. Escolha roupas íntimas apropriadas

O aumento do volume dos seios e da barriga causa uma pressão adicional na pele, que é constantemente puxada para baixo. Isso favorece o rompimento das fibras, dando origem à flacidez.

Assim, é importante utilizar sutiãs e calcinhas especiais para esse período, que oferecem mais sustentação a essas partes do corpo. As cintas também podem ajudar a evitar a flacidez pós gestação, mas elas não devem apertar a barriga e devem ser usadas com orientação médica.

  1. Utilize cremes e óleos hidratantes

Uma pele bem hidratada é mais resistente ao estiramento causado pelo crescimento do bebê, de modo que as fibras de colágeno e elastina serão mais bem preservadas. Por isso, além de beber muita água, é necessário aplicar cremes e óleos hidratantes duas vezes ao dia.

Recomenda-se utilizar produtos que contenham vitamina E, lactato de amônia, ureia, óleo de amêndoas e óleo de semente de uva. Apenas evite aplicá-los sobre os mamilos, pois a pele pode ficar sensível demais e mais sujeita a rachaduras durante a amamentação.

Não deixe de ver – Como evitar estrias durante a gravidez.

  1. Faça exercícios durante e depois da gestação

É muito importante manter uma rotina de exercícios durante a gravidez, tanto para evitar o ganho de peso excessivo quanto para fortalecer a musculatura pélvica e abdominal, o que facilita o parto e evita a flacidez pós gestação.

Os exercícios devem ser recomendados pelo obstetra para que eles tragam apenas benefícios para você e o bebê. Depois de dar à luz, retome as atividades físicas aos poucos, conforme a liberação médica. Você pode começar fazendo caminhadas leves, por exemplo.

  1. Recorra aos tratamentos estéticos

Mesmo tomando todos esses cuidados, é muito difícil atravessar toda a gestação sem que a pele apresente algum grau de flacidez. Se esse for o seu caso, saiba que você pode contar com diversos tratamentos estéticos para corrigir esse problema, por exemplo:

  • Radiofrequência: utiliza um aparelho que emite ondas eletromagnéticas que estimulam a produção de colágeno, deixando a pele mais firme;
  • Carboxiterapia: tratamento que consiste na injeção de CO2 abaixo da pele com objetivo de aumentar a circulação local e o aporte de oxigênio para os tecidos. Como resultado, aumenta-se a produção de colágeno e elastina;
  • Ultra Accent XL: combina a radiofrequência com o ultrassom seletivo para provocar a agitação das moléculas de água e a contração das fibras da derme, estimulando a produção de colágeno e a eliminação da gordura localizada;
  • Laser fracionado de CO2: age por meio do aquecimento das moléculas de água na pele e da eliminação das células atingidas, estimulando a renovação do tecido e a produção do colágeno.

Caso você esteja amamentando, pode ser necessário aguardar o fim desse período para realizar os tratamentos. Sempre busque orientação médica antes de realizar um procedimento estético.

flacidez pós gestação
  1. Considere fazer uma cirurgia plástica

Quando o grau de flacidez é muito alto, pode ser recomendável fazer uma cirurgia plástica para corrigir esse problema. Como as áreas mais afetadas costumam ser as mamas e o abdômen, as cirurgias mais comuns costumam ser a mastopexia e a abdominoplastia.

A mastopexia consiste em um lifting das mamas para reposicioná-las de uma forma mais levantada e jovem. Se necessário, a cirurgia pode incluir a colocação de próteses de silicone, mas não é uma regra. Saiba mais sobre a mastopexia depois da gravidez.

Já a abdominoplastia consiste na correção da flacidez da pele e dos músculos do abdômen e na melhora da aparência de estrias e cicatrizes, dando um novo perfil à região.

Ficou interessada nesses tratamentos e cirurgias plásticas? Então agende seu horário com a Dra. Luciana Pepino para saber mais sobre eles e conhecer outras técnicas para ficar ainda mais linda!

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).
WhatsApp Clique aqui e fale conosco via WhatsApp