Lipo de Axila: Como Se Livrar Da Gordurinha Embaixo Do Braço

A gordurinha localizada na axila não some com dieta e exercícios, mas existe uma solução cirúrgica simples para acabar com ela

Colocar uma blusinha sem mangas achando que vai arrasar e, ao se olhar no espelho, quase morrer de vergonha ao perceber que a gordurinha na axila está mais saliente do que deveria… E o pior: com um formato que lembra um bumbum!

Se esse é o seu caso, saiba que pelo menos você não está sozinha, pois muita gente sofre com a chamada “gordura transaxilar”. A boa notícia é que, felizmente, existe uma solução para este problema: trata-se da lipo de axila.

A gordura localizada embaixo do braço até pode diminuir com uma dieta de emagrecimento, mas ela não some totalmente mesmo que você associe um programa de exercícios. Por isso, a melhor solução para esse caso é a cirurgia. Vamos saber mais sobre ela?

Hidrolipo: uma opção que pode ser feita no consultório

Se o seu objetivo é apenas remover o excesso de tecido adiposo na axila, que é uma área pequena do corpo, e não está muito acima do peso, você é uma forte candidata a fazer uma hidrolipo.

Também chamada de mini lipo, lipo light, lipo fracionada ou HPLA, essa cirurgia funciona de forma muito parecida com a lipoaspiração tradicional, com a diferença de poder ser feita com anestesia local no próprio consultório médico ou clínica.

Dessa forma, a paciente permanece acordada durante toda a sessão, que dura cerca de 60 minutos, sem sentir nenhum tipo de dor – embora seja possível sentir a movimentação dos instrumentos médicos sob a pele.

Se isso representar um incômodo (afinal, algumas pessoas podem se sentir aflitas), é possível fazer a sedação venosa para que a paciente durma durante todo o procedimento. Nesse caso, o procedimento deverá ser feito em ambiente hospitalar. 

 

Como é feita a lipo de axila

Com ou sem sedação venosa (o que muda nesse caso é o local da cirurgia) da paciente, o cirurgião vai fazer a assepsia da axila e aplicar a anestesia local.

Junto com ela, também é aplicada uma solução de adrenalina e, em seguida, utiliza-se o aparelho de ultrassom, dois procedimentos para romper as células de gordura e facilitar o processo de sucção do tecido adiposo em excesso.

Depois, serão feitas incisões com menos de 1 cm por onde o cirurgião vai inserir pequenas cânulas de metal, que são colocadas até a camada de gordura liquefeita.

Assim como na lipoaspiração tradicional, as cânulas estão conectadas a um aparelho de vácuo, que faz a sucção desses adipócitos (células de gordura), finalmente removendo a gordura localizada da axila que tanto incomoda.

Vale lembrar que, se você desejar remover o excesso de tecido adiposo localizado em mais partes do corpo, a lipoaspiração tradicional provavelmente será o procedimento mais adequado.

Isso porque o anestésico local, utilizado na lipo de axila, é mais tóxico do que o anestésico geral, por isso ele precisa ser utilizado em menor quantidade, de forma a manter a segurança dos pacientes.

Como é o pós-operatório da lipoaspiração de axila

Como a área tratada é pequena, o pós-operatório e a recuperação dessa cirurgia são mais simples e tranquilos, com menos desconforto do que em uma lipo tradicional.

É normal haver um pouco de inchaço nos primeiro dias, por isso seu cirurgião pode indicar sessões de drenagem linfática. Essa técnica de massagem ajuda a remover os líquidos em excesso e evita as fibroses.

Além disso, é comum o surgimento de manchas arroxeadas na pele da axila e ao redor delas. Essas manchas costumam regredir totalmente em duas a três semanas, período no qual a paciente deve se proteger do sol para evitar marcas permanentes.

Os exercícios físicos que envolvem os braços e ombros devem ser suspensos por algumas semanas a critério do cirurgião, e a paciente deve evitar carregar peso. Porém, as atividades laborais em geral podem ser retomadas no dia seguinte ao procedimento.

Como são os resultados dessa cirurgia?

Os resultados da lipo de axila começam a ser percebidos assim que o inchaço da região diminui, ficando mais visíveis a partir de 30 dias após a cirurgia. Contudo, a aparência final poderá ser observada de 3 a 6 meses depois.

É importante ter em mente que a lipoaspiração não é um método de emagrecimento, por isso os pacientes não devem esperar uma perda de peso, mas sim a remodelação dos contornos corporais (nesse caso, a remodelação da axila).

A lipo de axila é mais segura que a lipoaspiração tradicional?

Os dois procedimentos são seguros, desde que sejam observados os cuidados necessários para cada tipo de cirurgia. Infelizmente, ainda existe um mito de que a lipoaspiração é perigosa, mas isso não é exatamente verdade.

Toda cirurgia oferece riscos, mas, no caso da lipoaspiração, a maior parte das complicações graves de que ouvimos falar acontecem devido ao uso incorreto do anestésico local.

Como explicamos acima, a anestesia local é mais tóxica do que a geral, por isso ela só deve ser utilizada em procedimentos pontuais e em regiões pequenas, como a lipo de axila. Nesse caso, a anestesia local é muito segura.

Porém, caso você queira operar mais regiões do corpo, o mais indicado provavelmente será recorrer a uma lipoaspiração tradicional, feita com anestesia geral – pois a substância anestésica pode ser usada em maiores quantidades.

Além disso, como toda lipo representa uma quebra da nossa primeira barreira de proteção contra o ambiente externo (a pele), fazer uma mini lipo diversas vezes não é uma boa ideia.

Fazer o procedimento no consultório médico pode parecer mais confortável, mas serão repetidas exposições do organismo ao meio externo até poder aspirar todas as regiões desejadas pelo paciente, o que aumenta os riscos.

Tudo depende dos objetivos do paciente e das indicações da cirurgia. Por isso, mesmo que a lipo de axila pareça ser um procedimento simples, ele deve ser feito apenas por um cirurgião plástico experimente e de confiança.

Se você se interessou pelo procedimento, não deixe de agendar uma avaliação presencial com a Dra. Luciana Pepino para saber se essa cirurgia é o procedimento mais indicado para você. Fique ainda mais linda!

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).