11 3285-6412
Dra. Luciana L. Pepino / Diretora Técnica Médica
CRM/SP: 106.491 RQE: 25827
Segunda a Sexta-Feira das 8h às 21h
Sábados das 10h às 14h

Existe riscos na mamoplastia de aumento?

Riscos da mamoplastia de aumento podem ser controlados com um planejamento cirúrgico adequado.

A mamoplastia de aumento está entre as cirurgias plásticas mais realizadas pelas brasileiras e a técnica tem avançado para entregar resultados estéticos mais satisfatórios e com mais segurança às pacientes.

Apesar disso, é importante destacar que como toda cirurgia plástica, a mamoplastia também apresenta riscos que devem ser apresentados à paciente ainda no pré-operatório pelo especialista escolhido. Saiba mais a seguir.

Quais os riscos do implante mamário?

Um aspecto importante é que toda cirurgia plástica apresenta riscos, que podem ser maiores ou menores de acordo com fatores como o estado de saúde da paciente, nível de alterações realizadas, qualificação da equipe médica etc.

No caso da mamoplastia de aumento existem riscos gerais e específicos, como:

  • infecções e inflamações;
  • sangramento e hemorragia;
  • má cicatrização ou cicatriz inestética;
  • alterações na sensibilidade da mama ou do mamilo, podendo ser temporária ou permanente;
  • contratura capsular, que consiste na formação de tecido cicatricial rígido em torno do implante, podendo causar alterações estéticas;
  • ruptura do implante;
  • enrugamento da pele sobre o implante;
  • riscos relacionados à anestesia;
  • acúmulo de líquido (seroma);
  • dores que podem permanecer após o pós-operatório imediato;
  • trombose venosa profunda, com complicações cardíacas e pulmonares.

É importante que a paciente seja avisada quanto aos riscos da mamoplastia de aumento antes de decidir pela técnica e mesmo que as chances de o problema ocorrer sejam muito baixas.

Com essas informações, a paciente poderá fazer uma escolha mais consciente e com controle realista das expectativas em relação ao tratamento estético.

Quais os riscos de fazer uma mamoplastia de aumento?

Como reduzir os riscos de uma mamoplastia de aumento?

Apesar dos diferentes riscos associados à realização da mamoplastia de aumento, existem diversas estratégias para minimizar essas ocorrências e tornar a cirurgia plástica mais segura e satisfatória.

Escolha um cirurgia plástico de confiança para realizar a mamoplastia de aumento

O primeiro e mais importante passo no planejamento da cirurgia plástica é escolher um cirurgião plástico de confiança que tenha registro na Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) mostrando que é especialista na área.

O cirurgião plástico deve ser honesto na consulta, o que inclui apontar os riscos do procedimento, quais resultados realistas podem ser alcançados e quais os cuidados no pós-operatório. 

Faça exames pré-operatórios

Outra etapa importante para que a cirurgia plástica seja mais segura é realizar os exames pré-operatórios para avaliar detalhadamente o estado de saúde da paciente.

É essencial falar abertamente para o cirurgião plástico sobre problemas de saúde prévios ou crônicos, como arritmias cardíacas, diabetes, hipertensão e outros.

Acompanhe o planejamento da cirurgia

Durante o planejamento da cirurgia plástica serão debatidas questões como o tipo, material e volume do implante mamário, sendo importante que a escolha seja baseada nas recomendações médicas e avaliando os prós e contras de cada opção.

Um aspecto essencial é conversar com o anestesista previamente para entender o tipo de anestesia que será usada e os riscos anestésicos e também que o procedimento seja realizado em ambiente hospitalar com disponibilidade de UTI caso haja complicações.

Siga as recomendações pós-operatórias

O pós-operatório é fundamental na recuperação adequada da mamoplastia de aumento com riscos reduzidos de complicações ou má cicatrização.

Dessa forma, a paciente deve se planejar para seguir todas as recomendações da equipe médica como repouso, limpeza da cicatriz cirúrgica, uso do sutiã pós-operatório e medicamentos prescritos.

Com todos esses cuidados que vão desde o planejamento cirúrgico até a recuperação da mamoplastia de aumento a paciente ficará menos vulnerável aos riscos e complicações da cirurgia plástica. Agende uma consulta e saiba mais!

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).
  1. Lázara disse:

    Dra Luciana como cuidar para não ter sinal cicatriz após cirurgia de troca de prótese seios. Obrigada..

    • Dra. Luciana Pepino disse:

      Olá, Lázara. É necessário seguir todas as orientações do seu cirurgião sobre o pós-operatório. Atenciosamente, Dra. Luciana Pepino e Equipe.