Perder gordura localizada: quando é necessário recorrer às cirurgias?

perder gordura localizada

A gordura em excesso é um problema estético que incomoda muitas mulheres. Descubra quando é hora de recorrer a uma cirurgia para perder gordura localizada.

Uma das maiores queixas das mulheres em relação ao seu corpo é a presença de gordurinhas localizadas. São depósitos de gordura em regiões como abdômen, coxas, bumbum, costas e braços que fazem com que elas se sintam insatisfeitas com sua silhueta e desejam fazer uma cirurgia para se livrar desse excesso de uma vez por todas.

Porém, nem todas as gordurinhas localizadas precisam ser submetidas a uma cirurgia plástica. Dependendo das características, é possível perder gordura localizada e se livrar de boa parte delas por meio de outros recursos antes de realmente ter que recorrer à cirurgia. Leia o material que preparamos e descubra se esse é o seu caso.

perder gordura abdominal

Uma das maiores queixas das mulheres em relação ao seu corpo é a presença de gordurinhas localizadas.

Escolha a dieta certa

Alguns alimentos favorecem o acúmulo de gordura localizada. Principalmente na região do abdômen. Para evitar a formação de gordura localizada. Devemos evitar o consumo de alimentos industrializados, que são repletos de gordura trans, colesterol, sódio, açúcar e pouquíssimos nutrientes realmente importantes.

É impossível passar a vida toda sem consumir alimentos como salgadinhos, lanches e pratos congelados, bolachas e biscoitos e doces em geral. Porém, quanto mais você puder evitá-los e dar preferência a escolhas mais saudáveis e naturais, que sejam fontes de fibras e vitaminas, mais seu corpo vai agradecer.

Da mesma forma, devem ser evitados alimentos ricos em carboidratos de alto índice glicêmico. Como os pães e massas à base de farinha branca. Nosso corpo realmente precisa da energia proveniente dos carboidratos, mas ele vai agradecer se você der preferência aos grãos integrais.

Para evitar que os carboidratos se acumulem diretamente na sua barriga ou coxas, tente reduzir o consumo de arroz branco, pão normal (não integral), doces, biscoitos e massas. No lugar deles, procure consumir arroz, pães e massas integrais, feitos com outros grãos além do trigo, como aveia, quinoa e grão-de-bico.

Além disso, não se esqueça de beber muita água. Ela é fundamental para o bom funcionamento do nosso organismo e ajuda na eliminação das toxinas e ajuda a perder gordura localizada.

como perder gordura localizada

Alguns alimentos favorecem o acúmulo de gordura localizada, principalmente na região do abdômen.

Hora de se exercitar

O segundo passo para tentar se livrar da gordura localizada é investir nos exercícios físicos, e a melhor forma de queimar a gordura é fazendo atividades cardiovasculares de 4 a 5 vezes por semana por pelo menos 30 minutos.

Entre as opções, estão corrida, caminhada, andar de bicicleta, praticar natação, jogar tênis e até mesmo dançar. Na academia, as melhor opções são a esteira, o elíptico e o spinning.

Em seguida, você deverá iniciar os exercícios para fortalecer os músculos – sem eles, você poderá ficar com uma aparência flácida ao perder gordura localizada.

como perder gordura localizada

O segundo passo para tentar se livrar da gordura localizada é investir nos exercícios físicos.

Procedimentos estéticos

Alguns procedimentos estéticos são bastante poderosos e capazes de potencializar o efeito da dieta e dos exercícios. Dois exemplos de procedimentos para se livrar das gordurinhas localizadas são o ultracontour e o manthus.

O ultracontour consiste em um tratamento não invasivo com objetivo de modificar o contorno corporal. Ele causa a quebra das células de gordura por meio de um aparelho chamado HIFU (ultrassom focalizado de alta intensidade). As ondas do ultrassom são aplicadas abaixo da pele, fazendo com que a membrana das células adiposas seja rompida com a ação de um processo chamado cavitação.

Por sua vez, a cavitação consiste na interação das bolhas de gases que estão no meio dos tecidos com as ondas do ultrassom. As bolhas mudam de tamanho e isso resulta na quebra das células de gordura. O ultracontour é indicado para tratar a gordura localizada no abdômen, coxas, flancos e braços.

O manthus, por sua vez, é um equipamento que associa o ultrassom com correntes elétricas. Seu objetivo é atingir tratar celulite e gordura localizada. Enquanto o ultrassom promove a quebra das células adiposas, as microcorrentes potencialização esse efeito e estimulam a eliminação da gordura pelos vasos linfáticos.

como perder gordura abdominal

Alguns procedimentos estéticos são bastante poderosos e capazes de potencializar o efeito da dieta e dos exercícios.

Nada funciona? Então é hora de recorrer às cirurgias

Se você fez dieta, pegou firme nos exercícios, investiu em tratamentos estéticos e nada surtiu efeito nas gordurinhas localizadas. Será realmente necessário recorrer às cirurgias para se livrar delas.

É importante ressaltar que as cirurgias específicas para eliminar o excesso de gordura acumulado em determinada região do corpo não têm como objetivo a perda de peso, mas sim a modificação do contorno corporal. Conheça algumas opções:

  • Abdominoplastia: consiste na redução do volume na redução do abdômen, retirando o excesso de pele e gordura da região – sem incluir flancos e cintura. A cirurgia ainda promove uma restauração dos músculos que estejam enfraquecidos ou separados, melhorando o perfil abdominal.
  • Lipoaspiração: é a cirurgia pela qual se retira o excesso de gordura de uma determinada região do corpo por meio da sucção. A lipoaspiração pode ser feita nas coxas, braços, cintura, joelho, peito, costas, pernas, tornozelos e bochechas.
  • Lipoescultura: consiste de uma lipoaspiração seguida de lipoenxertia. A gordura retirada do paciente passa por um processo de lavagem e depois é injetada em locais onde existe uma falta de volume.
  • Hidrolipo: também conhecida como minilipo, lipo light, lipo fracionada e HPLA, a hidrolipo é praticamente igual à lipoaspiração, com a diferença de ser feita com anestesia local. Para isso, ela é executada por região, não podendo ser excedido o limite devido à toxicidade do anestésico.

É importante lembrar que todas essas cirurgias plásticas são indicadas somente para pacientes saudáveis, não fumantes, que estejam dentro do peso ideal ou um pouco acima dele e que tenham expectativas reais sobre os resultados.

Conheça sobre os procedimentos citados acima em: Abdominoplastia, Lipoaspiração, Lipoescultura e Hidrolipo.

Você também pode gostar de: Lipoaspiração x lipoescultura: descubra a diferença

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).