Minilifting pode dar errado? Descubra tudo sobre este procedimento!

A maior causa de insatisfação nessa cirurgia plástica são as expectativas irreais em relação ao resultado. Saiba mais sobre o que esperar do minilifting.

Sabe quando alguém fala em dar “esticadinha” no rosto, puxando a pele para trás? Dentro do universo das cirurgias plásticas, essa “esticadinha” pode ser um lifting facial, também conhecido como ritidoplastia, ou um minilifting.

Esses dois procedimentos têm como objetivo corrigir a flacidez do rosto, que o deixa com a aparência “caída” e faz com que a feição assuma um aspecto constantemente cansado e desanimado, mesmo que você não esteja se sentindo assim.

Assim como acontece com todas as cirurgias plásticas, essas intervenções também precisam ser muito bem planejadas para garantir os melhores resultados possíveis e evitar complicações. Saiba mais sobre esse assunto!

Lifting facial ou minilifting? Entenda a diferença

O lifting facial, também chamado de ritidoplastia, é uma cirurgia plástica que tem como objetivo corrigir a flacidez (“pele caída”) nos três terços da face, ou seja, a fronte, as maçãs do rosto e o pescoço.

O minilifting, por sua vez, como seu próprio nome indica, é uma cirurgia menos abrangente, tratando a flacidez em apenas um ou dois terços da face, sem corrigir imperfeições do pescoço.

Por isso, essa técnica é indicada para pessoas com um grau menor de flacidez e cujo pescoço não apresente excesso de pele nem de gordura, enquanto o lifting é indicado para casos de flacidez de grau mais acentuado.

representação de rejuvenescimento de pele

O lifting facial é mais poderoso, mas deixa mais cicatrizes

Embora o lifting facial seja uma cirurgia mais completa e capaz de corrigir casos mais intensos de flacidez no rosto e no pescoço, a técnica cirúrgica tem como desvantagem o fato de deixar cicatrizes maiores e em maior número.

O lifting envolve o descolamento da pele, separando-a da camada muscular, permitindo que o cirurgião tenha acesso aos músculos. Assim, o médico poderá suturá-los para fazer a correção da flacidez. Depois, a pele será tracionada para cima e seu excesso será eliminado.

Para isso, a ritidoplastia necessita que sejam feitas incisões que começam na parte da frente da orelha, fazem o seu contorno por baixo e podem seguir pela nuca, acompanhando a linha do cabelo. Em alguns casos, pode ser necessário fazer uma incisão nas têmporas.

Além disso, quando o pescoço apresenta muita flacidez, o cirurgião poderá fazer uma incisão abaixo do queixo para ter acesso à musculatura dessa região. Da mesma forma, também pode ser necessário uma lipoaspiração da papada.

Isso significa que o lifting facial é uma cirurgia plástica que deixará algumas cicatrizes. Em geral, elas são de boa qualidade e seu aspecto fica bastante discreto em função da localização, mas elas sempre vão existir.

O minilifting, por sua vez, também consiste no descolamento da pele e na sutura dos músculos, e sua técnica é bastante parecida com a do lifting facial. Contudo, como apenas um ou dois terços da face são tratados, são feitas menos incisões, e elas costumam ser menores.

O que pode dar errado no minilifting?

Nenhuma cirurgia, seja cirurgia plástica ou não, é totalmente isenta de riscos e complicações, e isso não é diferente para o minilifting. Porém, de modo geral, podemos dizer que essa é uma intervenção segura desde que sejam seguidos todos os cuidados.

As complicações dessa cirurgia raramente são graves e, quando elas existem, são as mesmas de qualquer outra plástica, por exemplo:

  • Hematomas, embora manchas arroxeadas sejam normais nos primeiros dias;
  • Infecção no local da incisão;
  • Necrose dos tecidos, que é mais comum em pacientes fumantes;
  • Lesão nos nervos da face.

Contudo, é possível diminuir os riscos desses problemas ao optar por um profissional devidamente habilitado e experimente e ao seguir todas as orientações. Saiba mais sobre os erros mais comuns em cirurgia plástica.

Expectativas irreais: o maior problema do minilifting

As complicações mais graves assustam muita gente, mas a maior causa de insatisfação com o minilifting são as expectativas irreais em relação ao resultado.

Como vimos acima, essa cirurgia trata apenas de um ou dois terços do rosto, sem corrigir o pescoço. Por isso, quando o paciente também deseja corrigir essa região do corpo, o lifting facial será uma opção mais interessante.

Dessa forma, não adianta optar pelo minilifting e imaginar que a gordura e a flacidez do pescoço vão sumir sozinhas, pois isso não vai acontecer. Aproveite para saber mais sobre a lipoaspiração de papada!

Além disso, é importante ter em mente que essa cirurgia é mais indicada para pessoas com grau moderado de flacidez. Quando o problema é mais intenso, a ritidoplastia novamente poderá ser a melhor opção.

O minilifting pode ser associado com outros procedimentos

Ainda dentro do tema das expectativas que não condizem com as possibilidades da técnica, é preciso ter claro que o minilifting não corrige o envelhecimento das pálpebras e não vai acabar com todas as rugas.

Quando o paciente também apresenta flacidez na região dos olhos, essa cirurgia pode ser associada com a blefaroplastia, que levanta as pálpebras e rejuvenesce o olhar, trazendo um aspecto mais descansado ao rosto.

Já no caso das rugas, o minilifting pode até proporcionar uma melhora discreta nessas marcas em função do tracionamento da pele, mas esse não é o principalmente objetivo da cirurgia.

Nesse caso, pode ser indicado combinar o procedimento cirúrgico com aplicações de toxina botulínica, que agem diretamente nos músculos causadores das rugas de expressão. Assim, o resultado será mais completo.

mulher com marcações de cirurgia plástica no rosto

Não deixe de ver – Lifting de lábios: remodele seu sorriso e fique com aparência mais jovem com um procedimento simples e eficaz

Sempre busque um médico de confiança

Muitos pacientes querem saber quantos anos eles vão rejuvenescer com o minilifting, mas não é possível dar uma resposta exata para essa questão. Afinal, o grau do rejuvenescimento depende das características individuais e da percepção de cada um.

Nesse caso, um cirurgião de confiança será honesto em relação aos resultados, evitando decepções causadas por expectativas que não correspondem à realidade. Além disso, um profissional experiente é absolutamente necessário para evitar complicações.

Por isso, se você está pensando em dar um up no visual, agende sua consulta com a Dra. Luciana Pepino para saber mais sobre o minilifting e outras cirurgias plásticas e procedimentos estéticos ideais para você.

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).
  1. CLEONICE FLORENTINO DOS SANTOS disse:

    BOM DIA JA MANDEI AS FOTOS PARA A DRA. LUCIANA GOSTARIA DE MARCAR UMA CONSULTA PARA UN MINILIFTING E UNA RINOPLASTIA JUNTAS..POSSAMOS MARCA PARA O DIA 01 DE FEVEREIRO/19. POIS EU VIVO NA BAHIA E DEVO IR PARA SAO PAULO SOMENTE PARA FAZER A CIRURGIA..POR FAVOR MINB RESPONDA POIS EU JA MANDEI 3 EMAIL SEM NENHUMA RESPOSTA . OBRIGADO

    • Dra. Luciana Pepino disse:

      Olá, Cleonice. Para verificar disponibilidade de consulta, por gentileza, entre em contato. Nossas secretárias terão o maior prazer em atendê-la. Aqui você encontra nossos contatos: https://goo.gl/nvCFzz

      Beijos!

  2. LILIA ALVES MOREIRA disse:

    Boa tarde! Eu gostaria de saber em quanto fica em média o valor de um mini lifting.do terço do rosto.

    • Dra. Luciana Pepino disse:

      Olá, Lilia. Tudo bem?

      Para definir os valores é necessário que você passe por uma avaliação pessoalmente, somente assim poderei opinar sobre qual a melhor indicação para você. Após a primeira avaliação é possível definirmos valores e formas de pagamento.

      Entre em contato conosco, se quiser, para agendar sua primeira consulta. No link estão nossos telefones: https://goo.gl/nvCFzz

      Beijos!