Menu

Tratamento para acne: quais procedimentos podem te ajudar?

A acne não é só “coisa de adolescente”! Conheça os tratamentos mais indicados para lidar com esse problema e conquistar uma pele livre de cravos e espinhas.

Se você pensa que as espinhas são um problema que afeta apenas os adolescentes, saiba que você está enganada. Embora eles sejam mais suscetíveis a essas lesões, elas podem atingir pessoas de todas as idades – e o tratamento para acne também é indicado para adultos.

Para os mais jovens, a acne pode afetar o lado emocional e prejudicar a autoconfiança, atrapalhando seu desenvolvimento psicológico. Com isso, o adolescente pode se tornar tímido e inseguro, com consequências que persistem durante a vida.

Mesmo que os adultos lidem melhor com essas questões, o comprometimento estético provocado pela acne continua sendo muito desagradável – principalmente quando precisamos estar com a aparência em dia para um compromisso social ou profissional.

Por isso, se você ou seu filho adolescente sofre com as espinhas, saiba que é possível recorrer a alguns procedimentos que vão ajudar a tratar o problema e melhorar o aspecto de eventuais manchas e cicatrizes. Vamos saber mais?

O que é acne?

Acne é um problema de pele que acontece quando o excesso de oleosidade e as células mortas entopem as glândulas sebáceas e os folículos capilares, dando origem a lesões como cravos, pústulas (espinhas), nódulos e cistos.

Essa condição é mais comum nos adolescentes devido ao aumento da produção dos hormônios sexuais, que ativam o funcionamento das glândulas sebáceas e as estimulam a produzir e liberar mais sebo nessa faixa etária.

As lesões aparecem com mais frequência no rosto, mas também podem surgir nas costas, nos ombros e no peito. Enquanto os adolescentes do sexo masculino são mais afetados, na idade adulta o problema é mais comum entre as mulheres.

Tratamento para acne: conheça as opções

“Acne é algo normal na adolescência, por isso não precisa de tratamento.” Se você já ouviu essa afirmação, precisamos esclarecer que essa não é a recomendação dos médicos especialistas nesse assunto.

Na verdade, recomenda-se tratar esse problema o quanto antes, pois o controle da acne é importante não apenas para a estética, mas também para a saúde da pele e o bom estado psicológico. Além disso, o tratamento precoce ajuda a prevenir as cicatrizes permanentes.

As opções de tratamento para acne variam conforme o grau do problema, a localização das lesões e as características de cada pessoa. Dessa forma, elas podem incluir tanto o uso de medicamentos tópicos e orais quanto os procedimentos estéticos. 

tratamento para acne
  1. Tratamento com medicamentos tópicos

Para a acne de grau leve, o tratamento pode ser feito apenas com medicamentos de uso local. São utilizadas pomadas e cremes com ácido salicílico, peróxido de benzoíla, retinoides, antibióticos e ácido azelaico, entre outros componentes.

  1. Tratamento com medicamentos orais

Quando o tratamento local não surtir o efeito desejado, ele pode ser associado com medicamentos por via oral, incluindo antibióticos específicos para a acne, tratamento hormonal (anticoncepcional) e a isotretinoína oral.

Todos esses medicamentos podem causar efeitos colaterais importantes, por isso é fundamental ter acompanhamento médico.

Não deixe de ver – Diminuir Olheiras: descubra como evitá-las, quais hábitos agravam sua aparência e como eliminá-las!

  1. Limpeza de pele profissional

Espremer, cutucar ou manipular cravos e espinhas é uma prática completamente desaconselhada, pois ela pode agravar as lesões e dar origem a inflamações, infecções e cicatrizes. Em vez disso, o que realmente pode ajudar é a limpeza de pele.

A higiene diária e a limpeza caseira a cada semana ou a cada 15 dias são fundamentais para o controle da oleosidade e a remoção das impurezas. 

Contudo, quem sofre com acne vai ter mais benefícios ao recorrer à limpeza de pele profissional, feita em uma clínica com profissionais experientes e recursos que não estão disponíveis em casa – oferecendo um excelente tratamento para acne.

Além do uso de produtos específicos para a higienização e a esfoliação de peles com acne, a extração de cravos e espinhas será feita com técnicas que minimizam as lesões, evitando um agravamento do quadro e a formação de cicatrizes.

A limpeza facial profissional ainda oferece recursos como a aplicação de ozônio e o aparelho de ultrassom, que abrem os poros e facilitam a remoção dessas impurezas. Outra vantagem é o aparelho de alta frequência, que tem efeito anti-inflamatório, antisséptico e cicatrizante.

Também podem ser feitos procedimentos complementares como a drenagem de pústulas e nódulos. Vale lembrar que a limpeza de pele só pode ser considerada um tratamento para acne quando feita por profissionais especializados.

  1. Peeling químico

O peeling químico consiste na aplicação de substâncias ácidas na pele para promover a descamação das camadas danificadas. No caso do tratamento para acne, recomenda-se fazer o peeling superficial, que age apenas na camada mais superior (epiderme).

Nesse procedimento, são usadas substâncias como ácido glicólico, ácido láctico, ácido salicílico e ácido maleico em concentrações baixas, de modo a não atingir as outras camadas da pele. Saiba mais sobre as indicações do peeling superficial.

tratamento para acne

Dessa forma, esse procedimento promove uma esfoliação e uma descamação leves, o que deixa a pele com uma textura mais uniforme, controla a produção de óleo pelas glândulas sebáceas e previne o surgimento de cravos e espinhas.

Como você pôde ver, existe sim solução para a acne! Se você sofre com esse problema, agende uma avaliação com a Dra. Luciana Pepino para descobrir quais tratamentos são mais indicados e aproveite para conhecer os demais procedimentos estéticos e opções de cirurgia plástica!

  • 12
    Shares

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).