Peelings superficiais são uma ótima alternativa para cuidar da pele! Descubra por quê

Um procedimento de recuperação rápida que combate o envelhecimento e diversas imperfeições da pele: conheça as vantagens do peeling superficial

Todo peeling consiste em promover a descamação da pele para renová-la e tratar imperfeições. Contudo, o peeling superficial é uma alternativa que oferece esses benefícios sem causar uma grande agressão, de modo que sua recuperação é muito mais rápida.

Esse procedimento estético pode ser feito com o uso de substâncias ácidas (como acontece no peeling químico), com a aplicação do laser ou por meio da ação mecânica (como a dermoabrasão promovida pelo peeling de cristal e o peeling de diamante).

Os diferentes tipos de peeling oferecem diferentes benefícios, e as indicações variam para cada paciente. Além disso, eles também podem ser mais ou menos profundos, conforme a intensidade de cada aplicação.

Independente da técnica, o peeling superficial é realizado de forma a atingir apenas a epiderme, que é a camada mais externa da pele. Dessa forma, a descamação é bem suave, sem exigir que você se afaste dos seus compromissos sociais e profissionais.

Como funciona o peeling superficial

Todas as técnicas de peeling promovem a descamação das células mortas e mais antigas, permitindo a regeneração do tecido e a formação de uma nova pele, com textura mais suave. No caso do peeling superficial, essa ação acontece apenas na epiderme.

Além disso, a eliminação dessas células funciona como um estímulo para a produção do colágeno, a proteína que dá firmeza à pele. Como resultado, o procedimento favorece um aumento do tônus e previne a flacidez.

A nova pele que se forma depois do peeling tem uma textura mais delicada e um tom mais uniforme, além de recuperar o brilho saudável que muitas vezes é perdido em peles ressecadas e maltratadas.

Veja mais – O que é colágeno: tire suas dúvidas sobre essa proteína!

paciente peeling superficial

Indicações e benefícios do peeling superficial

Por ter seu efeito restrito à camada mais superficial da pele, esse procedimento é menos agressivo e é praticamente indolor, sem causar grandes desconfortos para o paciente e sem exigir que ele saia de circulação até se recuperar.

Da mesma forma, os benefícios do peeling superficial também dizem respeito à epiderme, possibilitando o tratamento de diversas imperfeições que atingem essa camada especificamente. Dessa forma, os principais benefícios dessa técnica incluem:

  • Controle da produção de óleo;
  • Clareamento de manchas e melasmas localizados na epiderme;
  • Prevenção e tratamento de cravos e espinhas;
  • Tratamento de poros dilatados;
  • Suavização de linhas de expressão e rugas finas;
  • Tratamento de cicatrizes originadas pela acne ou outras lesões;
  • Tratamento das estrias avermelhadas (jovens).

Ideal para quem não pode sair de circulação

Como o próprio nome indica, o peeling médio e o peeling profundo têm um efeito mais intenso por atingir camadas mais profundas da pele. Em consequência, a descamação que eles provocam é muito mais abundante.

No caso do peeling médio, a recuperação total leva de 3 a 7 dias, enquanto peeling profundo leva de 7 a 10 dias. Durante esse tempo, o paciente deve se afastar de suas atividades, pois a pele fica muito exposta e se formam crostas escuras com a descamação.

No peeling superficial, isso não existe. Em vez da formação de crostas, a descamação é bem fina e pouco evidente, de forma que esse é um procedimento indicado para pessoas que desejam tratar a pele, mas que não podem ou não querem sair de circulação.

Peeling químico

O peeling químico é feito por meio da aplicação de ácidos, como o ácido retinoico, glicólico, salicílico, tricloroacético etc. Para que seus efeitos fiquem apenas na epiderme, são utilizadas concentrações mais baixas desses produtos.

O tratamento não causa dores, e a pele fica levemente avermelhada. É essencial utilizar protetor solar depois do procedimento.

Peeling de cristal

O peeling de cristal, que promove a descamação por ação mecânica, também pode ser feito de forma superficial. Como esse tratamento é feito com um aparelho que lança cristais de óxido de alumínio na pele, é possível regulá-lo para que eles atinjam somente a epiderme.

Dessa forma, o peeling superficial não necessita de anestésicos tópicos, pois ele não causa grandes desconfortos para o paciente.

Cuidados com a pele depois do peeling superficial

Por ser menos agressivo, o peeling superficial causa apenas uma descamação suave, sem a formação de crostas, deixando a pele levemente avermelhada. Dessa forma, o paciente pode voltar à sua rotina sem maiores problemas.

Contudo, a nova pele ainda será bastante sensível, de forma que o uso do protetor solar com FPS 30 ou superior é obrigatório. Recomenda-se evitar o sol ao máximo, pois a exposição pode causar manchas permanentes em uma pele tão delicada.

peeling superficial

Confira também – Peeling x lifting: entenda a diferença!

O que esperar dos resultados do peeling superficial

Como o tratamento é feito apenas na epiderme, os resultados também acontecem apenas nessa camada, mas isso não quer dizer que eles não valham a pena!

Embora não seja possível tratar manchas profundas, o clareamento de manchas superficiais apresenta bons resultados com esse procedimento estético.

Além disso, o peeling superficial permite tratar de forma muito satisfatória problemas como cravos, espinhas, poros dilatados, linhas de expressão e cicatrizes pouco profundas.

Para peles que sofreram com a falta de cuidados por algum tempo ou que estão muito ressecadas, o tratamento é capaz de deixá-las mais viçosas e luminosas por remover a camada externa mais danificada.

Ainda, quem tem pele oleosa vai se beneficiar com um controle melhor da produção de óleo, o que ajuda a eliminar a aparência brilhosa desagradável e a diminuir as espinhas.

Como a pele está constantemente se renovando, recomenda-se fazer novas sessões de peeling superficial periodicamente, conforme os intervalos definidos pelo médico dermatologista ou cirurgião plástico.

Se você se interessou pelos benefícios desse procedimento, agende uma avaliação presencial com a Dra. Luciana Pepino! Aproveite também para conhecer todas as opções de procedimentos estéticos e cirurgias plásticas.

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).