Menu

Subincisão ajuda a eliminar rugas e sulcos da face: entenda como você pode ficar ainda mais linda!

Essa técnica cirúrgica usa incisões muito pequenas e pode ser feita em consultório! Saiba mais sobre esse procedimento que corrige os desnivelamentos da pele

As rugas e os sulcos são dois dos sinais mais aparentes do envelhecimento, e eles são motivo de muitas queixas e inseguranças em relação à própria aparência. Felizmente, existem alguns bons tratamentos para esses problemas, e um deles é a subincisão.

Também chamada de subcisão, essa é uma técnica cirúrgica que pode ser feita em consultório e tem a grande vantagem de empregar apenas incisões pequenas, muitas vezes utilizando a anestesia local.

O que é subincisão?

A subincisão é um tratamento cirúrgico pouco invasivo que tem como objetivo corrigir desnivelamentos na pele, como as rugas e os sulcos profundos. Essa técnica começou a ser utilizada em 1995 e, desde então, tem se tornado mais frequente nos consultórios.

O nome dessa técnica é um acrônimo para a expressão em inglês Subcutaneous Incisionless Surgery, que significa “cirurgia subcutânea sem incisão”. Apesar de o nome dizer “sem incisões”, são feitas incisões de tamanho muito reduzido apenas para a inserção de agulhas.

Assim, uma agulha bisturizada é utilizada para romper os chamados septos fibrosos, estruturas formadas por tecido fibroso que funcionam como divisões entre a gordura e que causam o repuxamento da pele para baixo, criando os desníveis.

subincisão

 

Indicações da subincisão

Logo quando foi desenvolvida, em 1995, essa técnica era utilizada para o tratamento de rugas e sulcos profundos no rosto, de forma a corrigir as diferenças de relevo no tecido cutâneo. Um exemplo é o bigode chinês – conheça outros tratamentos para esse problema.

Porém, cerca de dois anos depois, a subincisão passou a ser utilizada em outras situações. Dessa forma, além de atuar no combate ao envelhecimento por tratar rugas e sulcos, ela também é indicada como tratamento das seguintes imperfeições:

  • Estrias antigas e profundas;
  • Celulite de grau avançado;
  • Desnivelamentos cutâneos depois da lipoaspiração;
  • Cicatrizes deprimidas ou atróficas (quando a superfície da cicatriz fica abaixo do nível da pele, como a de acne);
  • Áreas de onde se retirou gordura para fazer enxerto.

É importante destacar que, no caso das estrias e da celulite, a subincisão é indicada para os casos mais graves, sem oferecer tantos benefícios para os graus leves a moderados. 

Veja também – Como é uma sessão de microagulhamento no rosto? Confira todos os detalhes!

Como é feita a subincisão

Depois de fazer a assepsia da pele e aplicar a anestesia necessária conforme a necessidade do paciente, o cirurgião faz uma pequena incisão por onde é introduzida a agulha bisturizada.

Esse instrumento atinge a camada subcutânea e é movimentado em círculos ou para frente e para trás, de forma a romper os septos fibrosos da região que estão criando os desníveis responsáveis pelas rugas, sulcos, cicatrizes deprimidas, celulite etc.

Outro efeito da movimentação da agulha é o rompimento de alguns vasos sanguíneos próximos ao tecido fibroso, dando origem a hematomas pelo extravasamento do sangue.

Isso, porém, é um efeito desejado, pois essas manchas arroxeadas estimulam a formação de um novo tecido conjuntivo para preencher a região tratada. Como resultado, o local será nivelado e a gordura será redistribuída, equilibrando a tração e a tensão da área.

A cirurgia de subincisão costuma levar de 30 a 60 minutos, com sua duração variando em função do tamanho da área que será submetida ao procedimento.

Tipos de anestesia utilizados na subincisão

A escolha do melhor tipo de anestesia depende da extensão da região a ser tratada. Para áreas pequenas, pode ser feita a anestesia local.

Porém, quando o tratamento será feito em uma área maior, pode ser necessário o uso de anestesia peridural ou geral. Nesses casos, a subincisão não poderá ser realizada no consultório, devendo ser feita apenas em ambiente hospitalar para maior segurança.

Não deixe de ver – Botox para o rosto: Esclareça todas as suas dúvidas!

Recuperação e cuidados no pós-operatório

Mesmo utilizando incisões muito pequenas, a subincisão é um procedimento cirúrgico que demanda alguns cuidados e algum tempo para que o paciente se restabeleça completamente.

Dessa forma, pode ser necessário se afastar do trabalho por alguns dias (cerca de uma semana), mas as atividades físicas precisam ser suspensas por um tempo maior, de aproximadamente 15 dias ou conforme a liberação médica.

Dependendo da região que foi tratada, pode haver a orientação para o uso de cintas ou meias compressivas, que aceleram a cicatrização interna, evitam o inchaço e mantêm os tecidos em suas novas posições.

Como são feitas pequenas incisões e a cirurgia deixa hematomas na pele, é necessário que o paciente evite ao máximo a exposição ao sol, além de utilizar o protetor solar com FPS de pelo menos 30 rigorosamente. Do contrário, podem surgir manchas permanentes.

subincisão na pele

Veja mais – Estria e celulite: entenda esses males e saiba como se livrar.

Como são os resultados da subincisão

Como acontece em outros procedimentos cirúrgicos, os resultados não são imediatos, passando a ser visíveis em cerca de três meses. Esse tempo é necessário para que os tecidos possam se reorganizar depois do rompimento dos septos fibrosos.

Assim, conforme acontece a recuperação, os desníveis vão se desmanchando, reduzindo a extensão e a profundidade de rugas, sulcos, cicatrizes deprimidas, furinhos de celulite etc.

Dependendo das condições da pele e do grau do problema, os desníveis podem ser eliminados ou bastante reduzidos, mas o cirurgião plástico só poderá dar uma estimativa dos resultados esperados para cada caso em uma avaliação presencial.

Por isso, se você ficou interessada nesse tratamento, agende seu horário com a Dra. Luciana Pepino para descobrir se ele é o mais indicado para você e conhecer outros procedimentos e opções de cirurgias plásticas para se sentir ainda mais linda.

  • 10
    Shares

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).
  1. Dora Nady da Costa Santos disse:

    fone para marcar uma consulta, por favor, q qual o valor da consulta?

    • Dra. Luciana Pepino disse:

      Olá, Dora!
      Para verificar valores de consulta, por gentileza, entre em contato. Nossas secretárias terão o maior prazer em atendê-la. Aqui você encontra nossos contatos: https://goo.gl/nvCFzz ou ligue para (11) 3284-4216/ 3284-5851

      Beijos!

  2. Dora Nady da Costa Santos disse:

    qual o valor da consulta para uma triagem?