Como é uma sessão de microagulhamento no rosto? Confira todos os detalhes!

Dói muito? Pode usar anestesia? Como fica a pele depois do tratamento? Saiba o que esperar ao fazer esse procedimento estético

O microagulhamento no rosto é um procedimento que permite combater os sinais do envelhecimento e tratar diversas imperfeições nessa região, resultando em uma pele mais bonita, firme e saudável.

Também conhecido como indução percutânea de colágeno (IPCA), esse tratamento consiste em fazer microperfurações na pele com auxílio de um rolo contendo cerca de 200 agulhas metálicas bastante finas, embora também se possa utilizar carimbos e canetas especiais.

Indicações e benefícios do microagulhamento

O microagulhamento é recomendado para pacientes que estão descontentes com algumas imperfeições na pele e gostariam de tratá-las sem recorrer a uma cirurgia.

Para o rosto especificamente, esse procedimento é indicado para tratar rugas, cicatrizes de acne e outras origens, melasmas (manchas causadas pelo sol) e poros dilatados.

Contudo, esse tratamento também pode ser aplicado em outras regiões, permitindo tratar calvície, estrias avermelhadas e estrias brancas (novas e antigas), além de combater o envelhecimento do pescoço e das mãos.

Como microagulhamento funciona?

O princípio do microagulhamento está no fato de que as microperfurações causam uma leve inflamação na pele, um efeito benéfico que ativa o processo de cicatrização e estimula a produção de colágeno, elastina e fatores de crescimento.

Além disso, a aplicação das agulhas estimula a formação de novos vasos sanguíneos (angiogênese), de forma que a região tratada passa a receber mais oxigênio e nutrientes.

microagulhamento no rosto

Como resultado, o microagulhamento no rosto promove a regeneração da pele, permitindo o tratamento das imperfeições e deixando-a mais jovem e firme. Os benefícios podem ser observados em cerca de três meses, tempo necessário para o amadurecimento do colágeno.

Veja mais – O que é colágeno: tire suas dúvidas sobre essa proteína!!

O microagulhamento no rosto dói muito?

Como o próprio nome indica, esse é um tratamento que utiliza agulhas, o que pode levar a alguns desconfortos. Porém, a dor é sempre relativa, e a sua percepção muda de uma pessoa para outra e até mesmo de um dia para o outro.

Outro fator que interfere no nível de desconforto é que o microagulhamento no rosto utiliza diferentes tipos de agulha: feitas de aço cirúrgico ou titânio, elas podem ter comprimento de 0,25 a 3 mm, com diâmetro de até 0,8 mm.

As agulhas de 0,2 a 0,3 mm são indicadas para aumentar o viço da pele e potencializar o efeito de produtos tópicos. Elas costumam ser bem toleradas pelos pacientes, mas seus benefícios são limitados.

Para tratar cicatrizes de acne e rugas, por exemplo, é necessário usar agulhas maiores. Nesse caso, o microagulhamento é feito com auxílio de uma pomada anestésica de alta potência ou mesmo uma anestesia local injetável, tornando o procedimento bastante tolerável.

Como é feita a sessão de microagulhamento no rosto

O procedimento começa de 15 a 21 dias antes da data da sessão, com a aplicação de produtos tópicos específicos conforme a orientação do médico. Esses cremes são utilizados para que a pele esteja mais bem preparada para aproveitar os benefícios do microagulhamento.

A sessão em si começa com a higienização da pele, para que as microperfurações não levem nenhum microrganismo da superfície para camadas mais profundas, onde eles poderiam causar infecções.

Quando são utilizadas agulhas de até 0,5 mm, é preciso aplicar uma pomada anestésica para que o paciente não sinta desconforto. Nesse caso, deve-se aguardar cerca de uma hora até que o produto faça efeito.

Já no caso das agulhas maiores, como aquelas destinadas ao combate das rugas e das cicatrizes de acne, o microagulhamento no rosto pode precisar de uma anestesia local injetável e bloqueios anestésicos para evitar os incômodos.

Depois que a pele já estiver anestesiada, o rolo com as agulhas será passado em várias direções, de forma a promover as microperfurações na pele. Nessa etapa, pode acontecer um sangramento leve, que é uma reação normal desse procedimento.

Como o microagulhamento abre canais na pele que possibilitam uma melhor absorção de ingredientes ativos, este momento pode ser aproveitado para a aplicação de produtos tópicos com efeitos terapêuticos – o chamado “drug delivery”.

Alguns exemplos de ativos que podem ser utilizados são fatores de crescimento, ácido hialurônico, tensine, vitamina C, ácido kójico e aloe vera.

Confira mais detalhes – Microagulhamento com drug delivery: um dos melhores procedimento para a pele do rosto!

Quanto tempo dura o tratamento

A sessão de microagulhamento no rosto dura cerca de 30 minutos mais o tempo de espera até que a anestesia faça efeito – portanto você pode calcular mais ou menos uma hora e meia.

Quando se utilizam agulhas menores, o tratamento costuma ser feito em quatro sessões, uma a cada 30 dias. No caso das agulhas maiores, duas sessões podem já oferecer os resultados desejados dependendo dos objetivos e das condições da pele do paciente.

Como fica a pele depois de uma sessão de microagulhamento no rosto

Embora seja normal apresentar um sangramento leve durante a sessão, os microfuros se fecham imediatamente, de forma que esse efeito não vai mais ocorrer.

Contudo, é normal que a pele fique levemente inchada e avermelhada por 2 ou 3 dias. Além disso, pode acontecer uma descamação muito leve quando se utilizam agulhas maiores.

Assim, quem faz microagulhamento no rosto não precisa se afastar de suas atividades do dia a dia e pode retomar os exercícios físicos no dia seguinte, mas é bom ter em mente que ainda haverá um pouco de inchaço e vermelhidão.

mulher fazendo exercício após microagulhamneto no rosto

Vale lembrar que os pacientes não devem utilizar maquiagem ou aplicar outros produtos no rosto por 24 horas. O protetor solar deverá ser utilizado no dia seguinte, de acordo com as orientações da clínica, e a exposição ao sol deve ser evitada por 45 dias.

Você também pode gostar de – Botox para o rosto: Esclareça todas as suas dúvidas e descubra como ele pode te ajudar a recuperar a autoestima!

Qual é o melhor profissional para fazer o microagulhamento

As agulhas menores do que 0,5 mm podem ser utilizadas por esteticistas, mas seus benefícios são limitados. Já as agulhas maiores, que demandam o uso de anestesia, só podem ser utilizadas pelo médico dermatologista, cirurgião plástico ou fisioterapeuta dermatofuncional.

Ficou interessada nesse procedimento? Então agente uma avaliação presencial com a Dra. Luciana Pepino para realizar o microagulhamento com toda a segurança e não deixe de conhecer as demais opções de procedimentos estéticos e cirurgias plásticas.

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).