Menu

Quer acabar com rugas ao redor dos olhos? Descubra como fazer isso!

A região dos olhos costuma ser a primeira a apresentar sinais do envelhecimento. Conheça os tratamentos mais indicados para combater as rugas ao redor deles.

“Os olhos são a janela da alma”: você já deve ter ouvido esse ditado muitas vezes, pois o olhar é capaz de transmitir muitos sentimentos. Mas o que fazer quando essa região começa a envelhecer? Saiba que, com algumas técnicas, é possível acabar com rugas ao redor dos olhos.

Os olhos costumam ser o primeiro local a mostrar os sinais do envelhecimento em decorrência de algumas características dessa região, como o fato de a pele ser muito fina e ter poucas glândulas sebáceas, o que a torna naturalmente mais ressecada.

Além disso, todo o conjunto de expressões faciais que fazemos provoca repetidas contrações musculares, e esses músculos repuxam a pele e formam os vincos, que se tornam mais visíveis com a passagem do tempo.

Fatores que aceleram o surgimento de rugas ao redor dos olhos

O avanço da idade e o envelhecimento são fatores inevitáveis, trazendo consigo a queda na produção de colágeno, as alterações hormonais e os danos no material genético da célula – o que culmina na formação das rugas.

Porém, existem alguns fatores que aceleram esse processo e intensificam o surgimento dos sinais, como a exposição desprotegida ao sol, o tabagismo, o consumo exagerado de álcool e uma dieta não equilibrada.

Como acabar com rugas ao redor dos olhos

Se você já apresenta alguns desses sinais do envelhecimento na região dos olhos, saiba que existem alguns tratamentos estéticos capazes de eliminar ou suavizar essas marcas, proporcionando um olhar e uma aparência rejuvenescida. 

acabar com rugas ao redor dos olhos
  1. Toxina botulínica

A toxina botulínica, ou o famoso Botox, é um dos principais tratamentos para acabar com rugas ao redor dos olhos. Esse procedimento estético é indicado para tratar as chamadas rugas dinâmicas, que aparecem quando fazemos uma expressão facial.

Esse é justamente o caso dos pés de galinha, de forma que a toxina botulínica visa paralisar o músculo responsável pela sua formação. O Botox pode ser aplicado no próprio consultório, com a utilização de um anestésico tópico para maior conforto do paciente.

Os efeitos começam a aparecer cerca de 48 a 72 horas depois da aplicação, atingindo seu ápice em duas semanas. Para manter os resultados, é necessário repetir o procedimento depois de 4 a 6 meses, pois o efeito é temporário.

Veja mais – Botox para o rosto: Esclareça todas as suas dúvidas e descubra como ele pode te ajudar a recuperar a autoestima.

  1. Laser fracionado de CO2

O laser fracionado de CO2 corresponde à aplicação de um feixe de luz dividido em várias colunas, como se fosse um chuveiro. Ao atingir a pele, esses raios laser aquecem as moléculas de água da região, o que leva à estimulação da produção do colágeno pelos fibroblastos.

Esse efeito acontece em função de microlesões (microqueimaduras) causas pelas colunas de luz, que se alternam com pontos íntegros da pele. Nas áreas que são atingidas pelo laser, essas microlesões dão início ao processo de cicatrização, regenerando as células danificadas.

Com o aumento do colágeno, a pele da região tratada fica mais firme e menos sujeita aos vincos, de modo que esse tratamento ajuda a acabar com rugas ao redor dos olhos, principalmente os sulcos mais finos.

O laser pode ser aplicado em peles claras e morenas e é bem tolerado pela maior dos pacientes, mas é possível aplicar um anestésico tópico para evitar desconfortos.

  1. Peeling

O peeling é um tratamento que promove a descamação da pele danificada por meio da aplicação de uma substância ácida, de modo a estimular a regeneração do tecido. Dessa forma, é possível suavizar rugas finas e linhas de expressão ao redor dos olhos.

Para essa finalidade, recomenda-se fazer o peeling médio ou o profundo, pois o peeling superficial é mais indicado para renovar peles maltratadas, conferindo mais brilho e viço.

Como a descamação dos peelings mais profundos é bastante intensa e envolve a formação de crostas escuras, é necessário se afastar de suas atividades por algum tempo: 5 a 7 dias para o peeling médio e 7 a 10 dias para o peeling profundo.

Quanto mais profundo é o peeling, mais ele consegue tratar sinais do envelhecimento como manchas, melasmas, cicatrizes e rugas.

acabar com rugas ao redor dos olhos

Entenda melhor – Peeling x Lifting: Entenda a diferença

  1. Radiofrequência

A radiofrequência é um tratamento que visa principalmente o combate à flacidez. Contudo, com o aumento da firmeza da pele, ela também fica menos sujeita às rugas e adquire uma aparência muito mais lisa e jovem.

Esse procedimento é feito com um aparelho que emite ondas eletromagnéticas que geram calor na pele por meio da agitação das moléculas de água. Esse calor é transmitido para as camadas mais profundas do tecido, estimulando a contração das fibras de colágeno.

Com a aplicação de uma temperatura de 41 graus na epiderme, a derme chega a temperaturas até 2 graus superiores, o que aumenta a atividade das células que produzem o colágeno (fibroblastos).

Assim, em cerca de dois dias a pele já fica mais firme, com um efeito de lifting. Porém, os principais resultados surgem mais ou menos dois meses depois, tempo necessário para que o colágeno seja produzido e amadureça.

Com uma maior quantidade dessa proteína, a pele fica mais tonificada e menos sujeita à formação das rugas ao redor dos olhos. Saiba mais sobre os benefícios da radiofrequência para a pele do rosto.

Se você está insatisfeita com a aparência do seu olhar, agende uma avaliação com a Dra. Luciana Pepino para descobrir os melhores tratamentos estéticos e cirurgias plásticas para cuidar dessa e outras regiões do corpo. Sinta-se cada dia mais linda!

  • 13
    Shares