11 3285-6412
Dra. Luciana L. Pepino / Diretora Técnica Médica
CRM/SP: 106.491 RQE: 25827
Segunda a Sexta-Feira das 8h às 21h
Sábados das 10h às 14h

Saiba quais hábitos prejudicam os resultados da sua cirurgia

Hábitos que prejudicam os resultados da cirurgia plástica

Resultado da cirurgia plástica é influenciado por cuidados no pós-operatório e bons hábitos

O resultado da cirurgia plástica é diretamente influenciado pelos cuidados adotados pela paciente no período pós-operatório, sendo que hábitos prejudiciais podem ter consequências estéticas e na saúde.

Imagine passar meses desejando e planejando uma cirurgia plástica para ter os resultados prejudicados por práticas ruins depois do procedimento.

Como esse cenário não é o esperado por ninguém é preciso conhecer as práticas que podem comprometer a recuperação.

10 hábitos que podem prejudicar o resultado da cirurgia plástica

Lembramos que as recomendações pós-cirúrgicas serão sempre informadas pelo cirurgião plástico responsável que poderá indicar cuidados adicionais ou maior tempo de repouso de acordo com a condição de saúde da paciente.

Dessa forma, além de conhecer essa lista de hábitos prejudiciais que preparamos é sempre importante conversar com o seu médico sobre a recuperação. Conheça a seguir as principais recomendações.

1. Não se exercitar

Uma primeira dúvida no pós-operatório da cirurgia plástica é quanto a realização de atividades. Destacamos que uma rotina intensa de exercícios não é recomendada, mas em geral o repouso absoluto após os primeiros dias também não é indicado.

Primeiramente é importante ter uma rotina de atividades antes de se submeter à cirurgia plástica, evitando o sedentarismo que causa prejuízos cardiovasculares e no controle do peso.

Além disso, após a cirurgia são recomendadas leves caminhadas, dentro de casa mesmo, para beneficiar o sistema cardiovascular e reduzir as chances de trombose, especialmente nos membros inferiores.

2. Ter uma alimentação inadequada

A alimentação no pós-cirúrgico é fundamental para uma recuperação adequada e em menos tempo.

Apenas procedimentos como rinoplastia, mentoplastia e lifting facial podem ter indicações alimentares específicas, como alimentos frios e moles.

No entanto, após qualquer intervenção cirúrgica a paciente deve ter uma atenção extra à dieta, evitando opções com excesso de açúcar, sódio ou gordura, pois elas afetam diretamente a cicatrização. Invista em opções in natura, como legumes, verduras, vegetais e frutas.

3. Falta de repouso

O período de repouso é fundamental para que o resultado da cirurgia plástica seja adequado e ele vai depender da sua condição de saúde prévia e também do procedimento realizado.

Dessa forma, siga as orientações médicas quanto ao período de repouso que, em geral, não é absoluto, mas deve evitar esforço físico, situações cansativas ou que comprometam a região operada.

4. Não beber água o suficiente

A água é uma das principais aliadas em processos de recuperação cirúrgica. Mesmo quando temos um simples resfriado, a água ajuda o organismo a responder mais rápido e combater a doença.

Dessa forma, consuma uma quantidade adequada de água no pós-cirúrgico, garantindo a hidratação do corpo e influenciando também na correta síntese do colágeno para a cicatrização.

5. Retomar exercícios físicos antes da alta médica

Um dos erros mais comuns no pós-cirúrgico é acreditar que retomar antes a rotina de exercícios será positivo ao resultado da cirurgia plástica.

Em geral, pode ser necessário esperar até três meses para retomar os exercícios da região operada, pois antes disso há risco de abertura da incisão cirúrgica, além de riscos aumentados de complicações.

A paciente sempre deve aguardar a alta médica para retomar a rotina de exercícios, que provavelmente será progressiva, como poder fazer caminhadas antes de musculação, por exemplo.

Mulher após resultados da cirurgia plástica

6. Não cuidar da cicatriz

Os cuidados diretos com a cicatriz cirúrgica é outro hábito que garante um bom resultado da cirurgia plástica, principalmente no longo prazo, com uma cicatriz mais discreta.

A paciente deve observar alterações no formato, coloração, sensibilidade e odor, sendo que qualquer mudança na cicatriz deve ser imediatamente informada ao médico.

7. Tabaco

O tabaco é um dos principais inimigos durante a recuperação da cirurgia plástica, sendo que a recomendação é interromper esse hábito meses antes da realização do procedimento.

O tabaco possui substâncias que prejudicam diretamente a microcirculação sanguínea, afetando a chegada de nutrientes para recuperação dos tecidos, além de aumentar os riscos de trombose e outras complicações graves.

8. Bebidas alcoólicas

As bebidas alcoólicas também devem ser evitadas durante a recuperação da cirurgia plástica, especialmente enquanto fizer uso das medicações. Em geral, recomenda-se, no mínimo, 30 dias antes de voltar a consumi-las devido uma série de prejuízos, como:

  • interferir no efeito das medicações;
  • debilitar e desidratar o corpo;
  • diminuir a imunidade;
  • provocar irritações na mucosa da boca e no sistema digestivo;
  • aumentar o inchaço;
  • risco aumentado de sangramentos.

Portanto, se está em busca de um bom resultado da cirurgia plástica, evite as bebidas alcoólicas nesse período.

9. Automedicação

A automedicação é sempre um risco à saúde, mas no pós-operatório ela pode ser ainda mais grave por desencadear complicações que colocam em risco à saúde e resultados estéticos.

O cirurgião plástico responsável fará a prescrição de todos os medicamentos necessários, o que pode incluir antibióticos, anti-inflamatórios e analgésicos.

10. Não fazer sessões de drenagem linfática

A drenagem linfática é recomendada após quase todas as cirurgias plásticas, pois faz o estímulo do sistema linfático para facilitar a eliminação da linfa, líquido que se acumula entre os tecidos causando inchaço, edemas e retenção de líquidos.

Com essas sessões a paciente poderá se recuperar em menos tempo devido à ajuda extra na circulação sanguínea, levando os nutrientes necessários à região operada.

Portanto, são diversos os cuidados pós-operatórios que vão ajudar no resultado da cirurgia plástica, sendo essencial seguir as recomendações médicas para o período.

 

Agende agora a sua consulta!

 

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).