Redução De Quadril: Qual é a Cirurgia Mais Indicada?

Redução de Quadril

A redução de quadril é capaz de proporcionar medidas mais harmônicas. Conheça a melhor forma de fazer isso

Uma das principais queixas de muitas mulheres é o quadril muito largo, desarmônico em relação às demais medidas. Não são raros os casos de pacientes que chegam ao consultório do cirurgião plástico em busca de uma cirurgia para redução do quadril.

Muitas vezes, mesmo que a mulher tenha uma alimentação saudável, pratique exercícios físicos e tenha perdido bastante peso, o quadril continua desproporcional ao resto do corpo. Isso acontece porque essa é uma das regiões em que mais acumulamos gordura.

Essa gordura localizada no quadril não significa que a paciente tenha um problema de saúde. Na verdade, a gordura abdominal é bem mais perigosa. Porém, quando o quadril está muito largo, é comum as mulheres se sentirem desconfortáveis e inseguras.

Para resolver esse problema emocional e dar um novo contorno ao corpo, deixando as medidas mais proporcionais, é possível recorrer a uma cirurgia de redução do quadril. Neste caso, a melhor opção é a famosa lipoaspiração.

Quadril Fita Métrica

Indicações da lipoaspiração do quadril

As mulheres têm uma grande tendência de acumular gordura nos quadris e nos culotes. Isso inclusive faz parte da diferenciação sexual, sendo uma das características do sexo feminino. Porém, em alguns casos, o quadril realmente pode ficar com uma largura excessiva.

A correção desse problema pode ser feita com uma lipoaspiração, a cirurgia mais comum no Brasil. Porém, é preciso ter em mente que essa cirurgia não tem como objetivo promover a perda de peso, e sim remover a gordura em excesso e diminuir o medidas, ou no caso, diminuir o quadril.

Dessa forma, essa cirurgia é indicada para quem já está em seu peso ideal, ou bem próximo dele, mas ainda assim tem gordura localizada no quadril e não está conseguindo eliminá-la com exercícios específicos para essa região.

Procedimento da redução de quadril

Embora seja um procedimento muito frequente, a lipoaspiração se trata de uma cirurgia e deve receber todos os cuidados necessários. Por isso, ela deve ser feita em ambiente hospitalar, com o pessoal e os equipamentos para casos de emergência.

A lipoaspiração pode ser realizada com anestesia peridual associada à sedação venosa ou, então, com anestesia geral. Se o procedimento for apenas no quadril, ele costuma levar duas horas e a paciente costuma receber alta no mesmo dia ou no dia seguinte.

Caso a paciente deseje aspirar outras partes do corpo, como o abdômen e os flancos, por exemplo, ou fazer uma lipoescultura, o procedimento será mais demorado, assim como o tempo de internamento.

Depois da anestesia, o médico insere pequenas cânulas no tecido adiposo, juntamente com uma solução que promove a queda das células de gordura. Com o movimento da cânula e a ação dessa solução, as células se rompem e podem ser removidas mais facilmente.

A cânula está acoplada a um aparelho de vácuo que faz a sucção da gordura. O volume total de gordura a ser removido depende das características de cada paciente, sendo definido pelo cirurgião plástico. Como regra, não se aspira mais do que 7% do peso do paciente.

Lipoaspiração Quadril

Pós-operatório e recuperação da redução de quadril

É esperado que o paciente sinta algum nível de desconforto e dores nos primeiros dias após o procedimento, que costumam ser aliviados com o uso de medicamentos analgésicos prescritos pelo médico.

Também é comum o surgimento de hematomas e inchaço no local operado. Enquanto esses sinais estiverem presentes, o paciente deve evitar se expor ao sol. Do contrário, podem surgir manchas permanentes na pele.

O paciente deverá fazer repouso nos três primeiros dias, mas é importante fazer pequenas caminhadas dentro de casa mesmo para evitar a formação de trombos. Caso a lipo tenha sido apenas no quadril, pode ser mais confortável dormir de bruços nos primeiros dias.

O paciente costuma poder voltar ao trabalho cerca de uma semana depois da redução de quadril, enquanto as atividades físicas podem ser retomadas aos poucos depois de 30 dias (sempre com autorização médica).

Devido ao inchaço no local da operação, recomenda-se que o paciente faça sessões de drenagem e ultrassom, que ajudam a eliminar os líquidos que formam o edema. Além disso, essas técnicas evitam a temida fibrose e aceleram a cicatrização.

Outro cuidado essencial depois de uma lipoaspiração é o uso da cinta pós-operatória por pelo menos 30 dias. Essa cinta ajuda a segurar os tecidos em suas novas posições, oferecendo segurança ao paciente e ajudando o processo de cicatrização.

Como são os resultados da redução de quadril

Como em toda lipoaspiração, é necessário aguardar pelo menos três meses para poder avaliar os resultados. Isso acontece porque, nas primeiras semanas, o inchaço, os hematomas e uma eventual assimetria não permitem uma visualização precisa de como ficou o quadril.

Também é importante ter em mente que a drenagem linfática é uma espécie de continuação do procedimento cirúrgico. Fazer as sessões conforme a recomendação médica é essencial para que os resultados desejados sejam obtidos.

Assim como qualquer outra cirurgia plástica, a , deixa algumas cicatrizes, mas elas ficam escondidas nas dobras naturais do corpo, são discretas e tem boa qualidade. Escolha sempre um cirurgião plástico de confiança e siga suas orientações.

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).