Existe cirurgia para diminuir o quadril? Como fazer?

como reduzir o quadril

Você acha que tem o quadril muito desproporcional? Descubra como isso pode ser resolvido cirurgicamente

 

Uma das partes do corpo das mulheres que costumam suscitar queixas é o quadril. Muitas vezes, as pacientes chegam aos consultórios médicos com a reclamação de que acham seus quadris grandes demais, desproporcionais ao resto do corpo.

O controle da alimentação e a prática de exercícios físicos ajudem a diminuir medidas. Porém, muitas vezes, esses cuidados não são suficientes para modificar o contorno do quadril quando existe uma desproporção em relação ao resto do corpo.

Um quadril largo não representa necessariamente um problema de saúde. Porém, se a paciente se sente incomodada com o tamanho e o formato do seu, além da presenta dos culotes, é possível recorrer a uma cirurgia para diminuir o quadril.

 

Como diminuir o quadril cirurgicamente

O aumento do quadril em relação ao restante do corpo e o surgimento do culote é causado por um depósito de gordura nessa região. Por isso, a melhor cirurgia para diminuir o quadril é a famosa lipoaspiração.

Apesar de ser um procedimento muito realizado no Brasil por homens e mulheres, a lipoaspiração não deixa de ser uma cirurgia. Dessa forma, é necessário conhecer suas indicações, cuidados e complicações antes de se decidir por realizá-la.

 

Indicação da lipoaspiração para diminuir o quadril

Quando o paciente apresenta determinadas regiões do corpo com um acúmulo de gordura, a lipoaspiração pode ser uma saída cirúrgica muito boa para resolver o problema. Esse costuma ser o caso de quem tem o quadril muito largo.

Porém, é preciso ter em mente que a lipoaspiração não é uma cirurgia com o objetivo de emagrecer. Assim, se o seu alvo é a perda de peso, este não é o melhor procedimento para o seu caso.

Por outro lado, se o que está te incomodando é o quadril, a lipoaspiração (ou mesmo a lipoescultura) pode sim ser bastante indicada.

 

Como é feita a lipoaspiração?

A cirurgia para diminuir o quadril pode ser feita com anestesia geral ou peridural com sedação. O procedimento é relativamente simples e costuma levar até 2 horas, sendo que geralmente o paciente recebe alta no mesmo dia.

Caso seja associado com outro procedimento, como uma lipoescultura, lipoaspiração de outras partes do corpo ou abdominoplastia, por exemplo, a cirurgia pode demorar mais. Ainda, em alguns casos pode ser necessário remover também o excesso de pele da região.

Depois que o paciente estiver devidamente anestesiado, o médico vai inserir uma cânula de metal através de pequenas incisões feitas na pele. A cânula seguirá até o tecido adiposo, que é a camada de gordura, para fazer a sucção.

 

A quantidade total de gordura que será retirada do quadril e dos culotes depende das características de cada paciente. Somente o cirurgião plástico poderá determinar qual é essa quantidade. Geralmente, não se aspira mais o que 7% do peso do paciente.

Um cuidado muito importante a ser seguido é que a lipoaspiração com anestesia geral sempre deve ser feita no hospital. Isso porque as clínicas não dispõem de uma estrutura tão completa para enfrentar eventuais complicações.

A anestesia geral é um procedimento seguro. Por isso, não vale a pena optar por fazer a lipoaspiração “aos poucos” somente para poder utilizar a anestesia local.

 

cirurgia para diminuir o quadril

 

Cuidados no pós-operatório e na recuperação

A lipoaspiração é uma cirurgia comum, mas é necessário seguir alguns cuidados no pós-operatório para garantir os melhores resultados possíveis.

O paciente pode sentir algum desconforto e dores nos primeiros dias. Para aliviar, ele poderá tomar analgésicos receitados pelo médico. Também podem surgir inchaços e hematomas no local operado.

É necessário fazer repouso nos três primeiros dias depois da cirurgia para diminuir o quadril. Porém, não é recomendado ficar completamente imóvel. É importante fazer pequenas caminhadas dentro de casa para evitar a formação de trombos.

Caso a lipoaspiração seja feita apenas no quadril, o médico poderá recomendar que o paciente durma de barriga para baixo para se sentir mais confortável.

 

Outra recomendação frequente é que o paciente faça sessões de drenagem linfática e ultrassom. Esses procedimentos ajudam a eliminar os líquidos acumulados, diminuindo o edema e ajudando a cicatrização, além de prevenir a fibrose.

Mais um cuidado recomendado para evitar o inchaço é o uso da cinta pós-cirúrgica por pelo menos 30 dias. A cinta é importante para ajudar a manter os tecidos em suas novas posições. Além disso, ela dá mais segurança ao paciente e ajuda o processo de cicatrização.

Em média, o paciente pode voltar ao trabalho uma semana depois do procedimento. As atividades físicas devem aguardar pelo menos 30 dias e devem ser retomados aos poucos.

 

O que esperar dos resultados

Os resultados definitivos só podem ser avaliados três meses após a cirurgia para diminuir o quadril. Isso porque é comum apresentar manchas arroxeadas e inchaços nas primeiras semanas.

Além disso, costuma-se dizer que a drenagem linfática é essencial para a obtenção dos resultados desejados. Assim, é preciso passar pelas sessões para chegar ao contorno corporal esperado.

Como todas as cirurgias plásticas, a lipoaspiração no quadril deixa cicatrizes. Felizmente, elas costumam ser pequenas e discretas, ficando escondidas nas dobras do corpo.

Por fim, é preciso sempre escolher um cirurgião plástico que seja membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e tirar todas as suas dúvidas na avaliação presencial. Somente seu médico poderá fazer orientações completas sobre o procedimento.

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).