11 3285-6412
Dra. Luciana L. Pepino / Diretora Técnica Médica
CRM/SP: 106.491 RQE: 25827
Segunda a Sexta-Feira das 8h às 21h
Sábados das 10h às 14h

Tudo sobre a recuperação da mamoplastia

Mulher que realizou mamoplastia de aumento

Recuperação de mamoplastia envolve cuidados e repouso até a retomada das atividades!

A cirurgia plástica das mamas está entre os procedimentos estéticos mais realizados no Brasil, mas para que os resultados sejam satisfatórios é essencial atentar-se à recuperação de mamoplastia.

Esse processo envolve tanto os cuidados necessários nos primeiros dias até o tempo para retorno das atividades rotineiras. Saiba mais!

Quais os cuidados na recuperação de mamoplastia?

Os cuidados no pós-operatório da mamoplastia devem ter início com a alta hospitalar, que costuma ocorrer entre 12 e 24 horas para que a paciente tenha o quadro estabilizado.

Após esse período, ela pode ir para casa, mas deve seguir as recomendações do médico visando uma recuperação de mamoplastia mais tranquila e sem complicações.

A alimentação não precisa ser alterada, desde que a paciente tenha uma dieta saudável, com quantidades reduzidas de doces, gorduras, frituras e massas. Dê preferência para alimentos naturais, como frutas, verduras e legumes.

Destaca-se que não é recomendado ingerir bebidas alcoólicas ou fumar. O tabaco deve ser evitado por, pelo menos, dois meses, pois prejudica a cicatrização.

Os medicamentos prescritos pelo médico devem ser tomados para evitar complicações. Em geral eles incluem antibióticos, anti-inflamatórios e analgésicos.

A paciente só pode tomar um banho completo normalmente após uma semana ou quando for autorizada pelo médico para não molhar os curativos, que devem trocados ou retirados na clínica.

Quanto tempo até retomar as atividades?

A retomada das atividades depende de como foi realizada a mamoplastia. Por exemplo, na mamoplastia de aumento, o cirurgião pode optar por colocar o silicone na posição submamária ou submuscular.

Na submuscular é realizado o descolamento do músculo para colocação do implante. Dessa forma, a recuperação pode ser mais dolorosa e lenta devido ao trauma cirúrgico superior.

Apesar disso, a recomendação é que a paciente tenha atenção aos movimentos e faça um repouso médio por cerca de 20 dias. A retomada das atividades costuma ter períodos diferentes, como:

  • 2 semanas sem mexer ou levantar o braços;
  • 2 semanas sem carregar peso;
  • 2 semanas sem dirigir;
  • 1 mês sem dormir de lado ou de barriga para baixo;
  • 1 mês sem fazer exercícios físicos, podendo retomar os exercícios de perna após esse período;
  • 2 meses sem fazer exercícios da cintura para cima.

Destaca-se que a paciente não deve fazer repouso absoluto. Não fazer nenhuma movimentação pode prejudicar o quadro de saúde, provocando trombose.

O recomendado é fazer caminhadas leves diariamente, buscando apenas preservar a parte de cima do tronco, minimizando os movimentos nesta região.

Qual a importância de reduzir os movimentos da região operada?

Mulher sorrindo após realizar mamoplastia

Durante a recuperação de mamoplastia, o músculo do peito está sensível devido ao trauma cirúrgico. As mamas estão apoiadas nele e há uma ligação direta com o movimento dos braços.

Dessa forma, ao mexer os braços movimenta-se diretamente a região operada, prejudicando a recuperação e também a cicatrização.

Por essa razão é importante que durante a recuperação o cotovelo seja mantido grudado ao tórax, sem abrir os braços. Para escovar os dentes, por exemplo, deve-se dobrar o cotovelo.

No pós-operatório a paciente sempre deverá limitar os movimentos dos braços e tronco, fazendo-os devagar e lentamente.

Por quanto tempo devo usar o sutiã cirúrgico?

Logo após o fechamento da incisão, o cirurgião plástico responsável vai colocar o sutiã cirúrgico. Ele deverá ser usado constantemente por, no mínimo, 60 dias. A retirada deve ser feita apenas para tomar banho e, provavelmente, gerará um incômodo.

O sutiã serve para estabilizar os seios, principalmente quando é colocada a prótese mamária. Ele ajuda a comprimir a ferida cirúrgica, evitando que haja deslocamento da prótese, sangramentos, abertura dos pontos, flacidez e dores intensas.

Quanto mais utilizar o sutiã na recuperação de mamoplastia, melhores serão os resultados da cirurgia, menos dolorido será o pós-operatório e a cicatrização será mais tranquila.

Como fica a cicatriz da mamoplastia?

A cicatriz da mamoplastia depende dos cuidados no pós-operatório e também de como a cirurgia foi realizada. Por exemplo, no caso de implante mamário, o tamanho da incisão pode ser maior caso o silicone também seja.

São, ao menos, três tipos de incisões que resultam em cicatrizes distintas, são elas:

  • cicatriz periareolar: nesse caso a incisão é realizada contornando a aréola, o que resulta em uma cicatriz bastante discreta feita para procedimentos menos invasivos;
  • cicatriz com incisão vertical: indicada para procedimentos médios, a incisão vai desde o topo da aréola até o sulco da mama;
  • cicatriz em âncora ou T invertido: para procedimentos mais amplos, a incisão tem início no topo da aréola, segue até o sulco mamário e é ampliada lateralmente.

O tipo de incisão depende muito da técnica e nível de alterações necessárias. Em geral, as cicatrizes são discretas.

Portanto, a recuperação de mamoplastia envolve uma série de cuidados importantes que vão influenciar a saúde da paciente, mas também os resultados esperados com a cirurgia plástica.

 

Agende agora a sua consulta!

 

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).