11 3285-6412
Dra. Luciana L. Pepino / Diretora Técnica Médica
CRM/SP: 106.491 RQE: 25827
Segunda a Sexta-Feira
das 10h às 19h

Qual a diferença entre alongamento e aquecimento?

diferença entre alongamento e aquecimento

Entenda a diferença entre alongamentos e aquecimentos.

O aquecimento e alongamento são importantíssimos nas práticas desportivas. Uma vez que ajudam na prevenção de traumas e aumentam a flexibilidade do corpo, deixando-o mais relaxado, elástico e preparado para os treinos. Qualquer esporte necessita, antes de sua prática, de um período de alongamentos e aquecimentos. Sem eles, o atleta não vai conseguir dar tudo de si e ficará muito mais desgastado depois das práticas esportivas.

O fato é que muitos iniciantes em esportes costumam confundir essas duas práticas e acabam por substituir o aquecimento pelo alongamento ou vice-versa. O que é um grande erro, pois os dois são igualmente importantes nesse processo. No artigo de hoje, vamos diferenciar essas duas práticas e citar os principais benefícios de cada uma delas.

O que é aquecimento?

diferença entre aquecimento e alongamento
O conceito de aquecimento é o da repetição de determinados exercícios. Com o intuito de aumentar a circulação do sangue e lubrificar nossas articulações. Aquecendo o corpo e melhorando nosso desempenho, o que, consequentemente, irá prevenir lesões.

A fase de aquecimento, em geral, visa utilizar grandes grupos musculares através da prática da corrida ou caminhada. Os movimentos corporais são beneficiados com o aquecimento e eles podem ser classificados como gerais ou específicos. O aquecimento específico irá propor exercícios para modalidades distintas e que trabalham grupos musculares diferentes. Basicamente, o atleta aquecerá a musculatura de acordo com cada esporte.

Quando o aquecimento é realizado de forma progressiva, na proporção ideal e dentro das especificidades da biologia de cada indivíduo, ele não só otimiza o desempenho nos exercícios, mas, como já dissemos, previne lesões. Que com o tempo podem inflamar e, dependendo da gravidade dessas lesões, comprometer a saúde do atleta.

Ao aquecer a nossa musculatura, preparamos nosso corpo para receber sobrecargas e maximizar a integridade mecânica durante os exercícios. Outra coisa muito decorrente é a ocorrência de processos degenerativos por lesão em determinadas estruturas ao longo do corpo.

O que é alongamento?

diferença entre alongamento e aquecimento
No caso do alongamento, trata-se de movimentos lentos que buscam a elasticidade dos músculos respeitando os limites de cada corpo. O alongamento vai melhorar a flexibilidade de todos os músculos, proporcionando movimentos mais eficientes de acordo com cada atividade. A correção de postura, o relaxamento do corpo, o aumento da amplitude dos movimentos e a ativação da circulação são outros benefícios do alongamento.

Esticar-se e tentar alcançar a ponta dos pés com as mãos, esticar o corpo lateralmente, trazer as pernas para trás e erguê-las na altura das nádegas com as mãos ou flexionar uma das pernas para frente e erguê-la até a altura do abdome, são alguns alongamentos muito conhecidos e praticados na maioria das modalidades esportivas.

Nossa flexibilidade tem relação direta com a redução das lesões. Uma vez que problemas ou limitações na mobilidade articular podem levar a movimentos atípicos e aumentar a sobrecarga, deixando o indivíduo vulnerável ao desenvolvimento de patologias. O ideal é utilizar o alongamento como parte do aquecimento.

O que vai garantir mais eficiência em todos os aspectos do treino. Deve-se também escolher o tipo certo de alongamento (passivo, ativo, balístico ou FNP), dependendo da modalidade esportiva a ser praticada. Assim como o aquecimento, ao alongar-se, o recomendado é focar sempre nos grupos musculares que serão trabalhados de forma mais intensificada durante os treinos.

Gostou? Veja também: Benefícios do Neopilates.

 

Saiba que todo procedimento envolve riscos. Consulte sempre um médico.

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).