11 3285-6412
Dra. Luciana L. Pepino / Diretora Técnica Médica
CRM/SP: 106.491 RQE: 25827
Segunda a Sexta-Feira
das 10h às 19h

Prótese de silicone para mulheres acima dos 40, qual a indicação?

Colocar prótese mamária depois dos 40 precisa de cuidados especiais?

Colocação de prótese de silicone após os 40 anos garante autoestima e satisfação pessoal, mas deve ter acompanhamento médico especializado para segurança.

A colocação da prótese de silicone é uma cirurgia plástica que garante autoestima e satisfação pessoal para mulheres de diferentes idades e, cada vez mais, elas estão optando por esse procedimento após os 40 anos.

O desejo de uma estética satisfatória, que garanta autoestima e bem-estar, não tem idade, no entanto, era comum que pessoas mais jovens recorressem aos tratamentos cirúrgicos.

A colocação de prótese de silicone após os 40 anos não tem contraindicações, mas confira abaixo algumas indicações importantes antes de decidir pelo procedimento.

Quais as indicações para prótese de silicone após os 40 anos?

A mamoplastia de aumento é uma cirurgia plástica com fins exclusivamente cirúrgicos, portanto, a motivação para procurar um especialista deve ser o desejo da mulher por seios mais volumosos.

Entenda a seguir as etapas para realização da cirurgia para colocação da prótese de silicone e quais pontos demandam atenção.

Consulta de avaliação

O primeiro passo para decidir pela mamoplastia de aumento após os 40 anos deve ser uma consulta de avaliação com um cirurgião plástico de confiança.

Essa etapa é fundamental, pois o especialista vai avaliar diferentes aspectos, como motivação, expectativas, existência de doenças prévias e estrutura física para verificar se é uma candidata favorável à cirurgia.

Um aspecto importante é que a mamoplastia de aumento não é indicada em caso de flacidez, sendo possível até prejudicar essa situação devido ao peso extra.

Nesses casos, o cirurgião plástico pode indicar uma mastopexia para remoção do excesso de pele e associação com a prótese de silicone para garantir que os seios fiquem mais volumosos e firmes.

Exames pré-operatórios

Na consulta de avaliação o cirurgião plástico também vai solicitar uma série de exames de saúde para verifica se a paciente pode se submeter a uma cirurgia.

Em geral, são solicitados exames de sangue, urina, cardíacos e, em alguns casos, de imagem. Essa etapa é fundamental para minimizar os riscos da intervenção cirúrgica, principalmente em pacientes com mais de 40 anos que tenham doenças preexistentes.

Planejamento cirúrgico

Caso os exames mostrem que a paciente apresenta boa saúde é realizada a consulta para planejamento da cirurgia. Nesse momento, é escolhido o modelo e volume da prótese de silicone, por exemplo.

O tipo e volume da prótese, assim como a opção pela colocação da prótese abaixo ou acima do músculo do tórax influenciam diretamente os resultados alcançados, sendo importante que a paciente seja honesta quanto às suas expectativas – como a preferência por um resultado mais natural.

Outros aspectos do planejamento incluem o tipo de anestesia usada, a realização de procedimentos associados e as recomendações pré-operatórias.

Cuidados pós-operatórios

Após a realização da cirurgia é essencial que a paciente adote corretamente os cuidados pós-operatórios que não devem ser distintos em decorrência da idade, apenas se houver alguma condição especial, como doença prévia ou associação de procedimentos.

O repouso é uma das principais medidas para recuperação adequada, além de higienização do local operado, alimentação leve e balanceada, uso dos medicamentos prescritos pelo especialista, não dirigir, uso do sutiã cirúrgico e evitar atividades extenuantes.

Resultados estéticos

Com boas práticas no pré e no pós-operatório, a paciente pode observar os resultados estéticos logo após o procedimento, mas deve aguardar a liberação médica para remover a faixa de proteção e manter o uso do sutiã cirúrgico.

As recomendações após a colocação de silicone depois dos 40 anos incluem apenas a revisão periódica da prótese por meio de exames como ultrassonografia das mamas ou tomografia.

A prótese de silicone não interfere na realização da mamografia e não apresenta riscos elevados de estourar durante o procedimento, mas o profissional deve ser avisado sempre que o exame for realizado.

Além de seios mais volumosos e firmes, os resultados da colocação da prótese de silicone após os 40 anos inclui maior satisfação pessoal e autoestima à paciente. Agende sua consulta e saiba mais!

Saiba que todo procedimento envolve riscos. Consulte sempre um médico.

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).