11 3285-6412
Dra. Luciana L. Pepino / Diretora Técnica Médica
CRM/SP: 106.491 RQE: 25827
Segunda a Sexta-Feira
das 10h às 19h

A importância do seu intestino para o emagrecimento

Como equilibrar o intestino

Equilíbrio do intestino influencia saúde e emagrecimento. Conheça quais bons hábitos devem ser adotados!

Por muito tempo o equilíbrio do intestino foi subestimado tanto na Medicina como na nossa vida cotidiana, mas com a realização de novos estudos constatou-se a centralidade do intestino para saúde.

Lar de trilhões de micro-organismos, o intestino influencia o sistema imunológico, ajudando a combater agentes prejudiciais externos, e também regula o funcionamento do organismo, influenciando até mesmo o emagrecimento.

Como o equilíbrio do intestino influencia na saúde?

Inicialmente é preciso saber como o intestino influencia a saúde como um todo para que seja possível entender seu papel na perda e controle do peso.

O intestino concentra diversos tipos de bactérias importantes ao seu funcionamento.

Elas contribuem para uma boa digestão, absorção de nutrientes, sistema imunológico, produção de substâncias essenciais ao organismo e proteção do próprio intestino.

Quando a presença dessas bactérias desequilibra-se ocorre a disbiose, que favorece a proliferação de bactérias patogênicas que desencadeiam doenças.

Os estudos médicos já constataram que a disbiose impacta diferentes sistemas do organismo, podendo resultar em alterações no sistema imunológico, além de mudanças cerebrais que intensificam quadros de ansiedade, depressão, estresse e até mesmo Alzheimer.

Qual a relação desse processo com o emagrecimento?

Conforme as pesquisas sobre o equilíbrio do intestino avançaram verificou que as alterações intestinais também estão relacionadas com o emagrecimento.

Isso se deve principalmente ao fato de que a disbiose provoca distúrbios hormonais que atrapalham o emagrecimento devido ao aumento da insulina e da grelina no organismo, hormônio que controla o apetite.

Além disso, alterações no intestino podem levar a alterações na forma como o organismo armazena gordura, favorecendo os depósitos de gordura que levam tantas pacientes a realizar a lipoaspiração.

Outra relação entre o equilíbrio do intestino e o emagrecimento identificado é a influência na absorção de nutrientes, pois a desregulação reduz o estoque de nutrientes benéficos.

Entre as formas de saber se seu intestino está funcionando direito destaca-se conhecer os hábitos intestinais, verificando frequência, se há desconforto nas evacuações, constipação recorrente ou mesmo alterações na consistência.

Regular o intestino

Como melhorar o funcionamento intestinal?

Verifica-se assim que o equilíbrio do intestino é tão importante para uma meta de emagrecimento como uma rotina diária de exercícios físicos.

Existem diversos hábitos alimentares saudáveis que podem ser adotados para melhorar o funcionamento intestinal e a disponibilidade de bactérias saudáveis que vão colaborar na saúde e controle de peso, como:

  • mastigar bem os alimentos facilitando a digestão e absorção de nutrientes;
  • comer frutas benéficas ao intestino como manga, mamão, laranja e tangerina com o bagaço, ameixa, abacaxi e kiwi;
  • ter uma alimentação com alta disponibilidade de fibras, como cereais integrais, aveia, chia, milho e outros;
  • inserir leguminosas como feijão, ervilha, lentilha, grão de bico e soja na dieta, buscando deixá-los de molho para reduzir os gases;
  • beber a quantidade adequada de água por dia de acordo com seu peso;
  • ingerir alimentos com disponibilidade de probióticos que são micro-organismos que chegam vivos ao intestino. Eles estão presentes em iogurtes e leite, mas devem ser consumidos com moderação.

Portanto, além de uma alimentação saudável, o equilíbrio do intestino depende de bons hábitos alimentares que vão além do que é ingerido em si.

Uma rotina adequada de cuidados alimentares com atenção à saúde do intestino pode ser de grande auxílio em um projeto de emagrecimento e também para manutenção da saúde.

 

Agende agora a sua consulta!

 

Saiba que todo procedimento envolve riscos. Consulte sempre um médico.

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).