Hidrolipo de Axilas: Como Realizar o Melhor Procedimento

Quem evita usar roupas cavadas por receio de exibir uma gordurinha a mais nas axilas encontra na hidrolipo uma solução para este problema

O verão está chegando! Com o aumento das temperaturas, sentimos vontade de usar roupas mais abertas e blusas sem mangas e adoramos passar os dias de folga na praia ou na piscina. Contudo, o motivo de alegria para muitas pessoas é motivo de constrangimento para outras.

Estamos falando da gordura localizada nas axilas, que fica em destaque quando ousamos blusas cavadas, vestidos sem mangas ou roupa de banho. Chamada de gordura transaxilar, esse excesso de tecido adiposo não é queimado com exercícios localizados.

Muitas vezes, ele não some mesmo com a tradicional combinação de dieta e exercícios aeróbicos. Porém, se você sofre com essa gordurinha, saiba que existe uma solução cirúrgica: trata-se da hidrolipo de axilas.

O que é a hidrolipo?

Hidrolipo, minilipo e lipo light são nomes utilizados para definir uma lipoaspiração feita com sedação e anestesia local em uma área pequena do corpo. Ela também pode ser chamada de lipo fracionada ou HPLA (hidropoclasia aspirativa), sempre indicando o mesmo tipo de procedimento.

Assim como a lipoaspiração tradicional, a hidrolipo serve para remover o excesso de gordura localizada, com a diferença no tipo de anestésico e na quantidade de áreas do corpo que serão tratadas.

Esse procedimento é indicado principalmente para pacientes que apresentam gordura localizada em uma região bem específica e que não estejam acima do peso. Afinal, da mesma forma que a lipoaspiração, a hidrolipo não é uma técnica de emagrecimento.

Se o seu problema é apenas a gordura nas axilas, então esse procedimento pode ser o mais recomendado para você. Porém, caso você deseje reduzir a gordura de outras partes do corpo também, a lipoaspiração ainda é o procedimento mais adequado.

Como é feita a hidrolipo de axilas

O primeiro passo da hidrolipo é a sedação do paciente para que ele não sinta nenhum desconforto. Em seguida, o cirurgião plástico vai aplicar a anestesia local, também chamada de solução tumescente, na região das axilas.

Junto com o anestésico, é injetada uma mistura de soro fisiológico com adrenalina, que faz com que as células de gordura aumentam de tamanho e se rompam. Essa quebra dos adipócitos é facilitada pelo ultrassom e deixa a gordura mais fácil de ser aspirada.

Depois, por meio de incisões de menos de 1 cm, o médico coloca pequenas cânulas até a camada de gordura liquefeita.  Essas cânulas estão ligadas a um aparelho de vácuo, permitindo que seja feita a aspiração das células adiposas. O procedimento dura em torno de uma hora.

Pós-operatório da hidrolipo de axilas

O pós-operatório da hidrolipo é mais tranquilo que o da lipoaspiração, apresentando menos desconforto, já que a área tratada também é menor. Pode haver inchaço nos primeiros dias, por isso recomenda-se fazer drenagem linfática na região.

Também podem surgir manchas rochas nas axilas e nas áreas próximas a elas, as quais duram de 15 a 21 dias. Toda essa região deve ficar protegida do sol enquanto houve edema e manchas roxas.

Em geral, o paciente pode voltar ao trabalho no dia seguinte ao procedimento, dependendo da natureza de suas atividades. Os exercícios físicos que envolvem movimentos dos membros superiores podem ser suspensos por alguns dias.

Os resultados começam a aparecer depois que o inchaço desaparece, ficando mais evidentes 30 dias após o procedimento. Os resultados definitivos podem ser observados depois de três a seis meses.

Onde fazer a hidrolipo: consultório, clínica ou hospital?

Como a hidrolipo não usa anestesia geral, diferente da lipoaspiração convencional, o procedimento até pode ser feito em consultório ou clínica. Porém, nesses ambientes não é possível fazer a sedação venosa, de forma que o paciente ficará acordado.

Embora a anestesia local bloqueie a dor que o paciente poderia sentir, muitas pessoas sentem desconforto e ansiedade ao serem submetidas a procedimentos invasivos. Mesmo sem a dor, é possível sentir a cânula se movimentando por baixo da pele.

Dessa forma, o melhor local para realizar a hidrolipo de axilas é o hospital, pois somente lá o paciente poderá receber a sedação venosa e dormir durante o procedimento, evitando qualquer desconforto.

Essa restrição existe porque apenas os hospitais dispõem de equipamentos e equipe necessária em caso de complicações. Assim, o hospital é o ambiente mais seguro para a realização desse procedimento.

Como combinar a hidrolipo de axila com outras partes do corpo

O conceito da hidrolipo é justamente fazer uma lipoaspiração em uma área pequena, permitindo o uso do anestésico local. Não é recomendável aspirar várias regiões do corpo no mesmo procedimento.

Isso acontece porque o medicamento usado para a anestesia local apresenta uma toxicidade maior que o medicamento da anestesia geral. Assim, se forem feitas várias anestesias locais no mesmo procedimento, o paciente pode apresentar problemas neurológicos e ir a óbito.

Além disso, não se recomenda fazer várias sessões de hidrolipo para tratar diversas áreas do corpo. A explicação para isso é que, a cada sessão, o paciente novamente terá a pele perfurada e sofrerá um procedimento invasivo, aumentando os riscos de infecção.

A hidrolipo deve ser feita somente pelo cirurgião plástico

Embora o procedimento possa parecer simples, a hidrolipo não deixa de ser uma técnica invasiva. Além da toxicidade do anestésico local, as condições de assepsia do ambiente também devem ser rigorosamente consideradas.

Por isso, você sempre deve escolher um cirurgião plástico de confiança e membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica para fazer a sua hidrolipo. Sempre observe se a sua saúde está sendo posta em primeiro lugar.

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).
  1. Angela disse:

    Boa noite,
    Dá para informar o valor sem realizar uma consulta?
    Obrigada