11 3285-6412
Dra. Luciana L. Pepino / Diretora Técnica Médica
CRM/SP: 106.491 RQE: 25827
Segunda a Sexta-Feira
das 10h às 19h

Girl Power: mulheres empreendedoras que inspiram

O crescimento do empreendedorismo feminino

Exemplos de empreendedorismo feminino inspiram mulheres a começar seus negócios e contribuem na maior equidade social.

O empreendedorismo feminino ganha adesão e um aspecto significativo dessa iniciativa é a força conjunta de mulheres, sendo que a conquista de algumas abre caminho para muitas outras.

As mulheres brasileiras estão entre as que mais empreendem e, entre 49 países do mundo, o Brasil tem a sétima maior representação feminina entre os “empreendedores iniciais”.

6 mulheres empreendedoras de sucesso

Pensando no poder da inspiração e da conquista feminina, separamos algumas importantes empreendedoras e como elas fizeram dos seus negócios potencias para o empoderamento feminino.

O empreendedorismo feminino não carece de bons exemplos, ainda que seja importante que ele tenha reconhecimento social para dar força às mulheres que almejam seguir esse caminho. Conheça essas histórias.

1. Luiza Helena Trajano – Magazine Luiza

A empresária Luiza Helena Trajano já trabalhava na loja da família durante as férias escolares desde os 12 anos e com 18 assumiu os negócios.

Com uma visão empreendedora e de inovação, a empreendedora tornou o Magazine Luiza um dos maiores varejistas do país, sendo que atualmente são mais de 740 lojas em 16 estados do país.

2. Paola Carosella – Restaurante Arturito

A chef argentina Paola Carosella começou aos 17 anos na vida de empreendedora já cozinhando que era sua grande paixão. Buscando conhecimento e experiência ela trabalhou em diferentes restaurantes.

Em 2003 ela decidiu abrir o próprio restaurante, o Julia Cocina, e atualmente está à frente do Arturito, que já foi premiado como um dos melhores de São Paulo.

3. Leila Velez e Zica Assis – Beleza Natural

Sem encontrar produtos adequados aos seus cabelos cacheados, as amigas Leila Velez, então atendente de uma rede de fast-food, e Zica Assis, doméstica, uniram forças em 1993 para criar um produto que atendesse suas necessidades.

Após criarem um produto bem sucedido elas abriram o salão Beleza Natural que hoje é um Instituto com 40 unidades em funcionamento, além de uma fábrica própria.

4. Janete Vaz e Sandra Costa – Grupo Sabin

Duas bioquímicas, Janete Vaz e Sandra Costa, viram a oportunidade de um negócio próprio em 1984 e, sem experiência em gestão, contaram com profissionais qualificados para dar o primeiro passo para criar o Sabin Medicina Diagnóstica.

O que começou com três profissionais hoje tem mais de 3 mil colaboradores e é um dos principais laboratórios diagnósticos do país.

Qual a importância de inspirações no empreendedorismo feminino?

Esses exemplos mostram que o empreendedorismo feminino está em diversas áreas, na saúde, beleza, varejo, gastronomia e não para por aí.

A inspiração de ver mulheres alcançando esse sucesso e tornando-se empresárias de referência em seus segmentos é fundamental para que outras mulheres acreditem no próprio potencial.

Além da inspiração, no entanto, a conscientização social também é importante. De acordo com dados o Sebrae mesmo com uma inadimplência 0,5% menor do que dos empresários homens, as empreendedoras mulheres pagam cerca de 3,5% a mais em taxas de juros.

Portanto, o empreendedorismo feminino é importante para que mais mulheres enxerguem-se como capazes de ter um negócio próprio, mas também para que seja alcançada uma maior equidade social entre homens e mulheres.

Saiba que todo procedimento envolve riscos. Consulte sempre um médico.

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).