11 3285-6412
Dra. Luciana L. Pepino / Diretora Técnica Médica
CRM/SP: 106.491 RQE: 25827
Segunda a Sexta-Feira
das 10h às 19h

Dicas para trabalhar sua autoestima todos os dias

Como trabalhar a autoestima

Descubra maneiras de trabalhar a autoestima durante a sua rotina diária

Trabalhar a autoestima não é uma tarefa tão fácil e simples quanto parece. É necessário esforço e dedicação diária para entender e estimular nosso valor próprio. A autoestima precisa de alguns pilares de sustentação que são essenciais para mantê-la em dia. Auto aceitação, autoconfiança, habilidades sociais e relacionamentos interpessoais positivos são os principais valores a serem levados em consideração para estimular a autoestima.

Um não anda sem o outro e trabalhá-los em conjunto é a melhor maneira para aprimorar nosso conhecimento sobre nós mesmos e aumentar a confiança nas nossas ações. Algumas mudanças simples na rotina do dia a dia são capazes de fazer milagres com a autoestima. Separamos 5 dicas práticas para fazer com que você inicie o ano mudando sua percepção sobre si mesmo. Olha só:

5 dicas práticas para trabalhar a autoestima

De olho na postura

Você sabia que um estudo feito pela Universidade de Harvard indicou que a postura corporal é significativa para a regulação dos nossos hormônios? O ângulo da cabeça e o tensionamento das costas, por exemplo, influenciam diretamente o nosso corpo e o psicológico. Posturas erradas aumentam o nível de cortisol, hormônio do estresse!

Alongue-se, preste atenção na postura dos ombros e no posicionamento da sua cabeça. A postura vai além de condições hormonais, melhorando a maneira de nos comunicarmos com outras pessoas e causando boas primeiras impressões. Uma boa postura pode demonstrar confiança e posicionamento, ajudando na maneira que nos enxergamos.

É possível trabalhar a autoestima?

Invista em atividades físicas

Separar 20 ou 30 minutos diariamente para fazer atividades físicas é uma ótima maneira de trabalhar a autoestima. Melhora a disposição física, aumenta os níveis de serotonina, regula o humor e estimula nossas funções intelectuais. Procure uma atividade que se encaixe no seu cotidiano e invista na criação deste hábito.

Corda, yoga, corrida, caminhada, dança, natação ou esportes, são exemplos de atividades físicas que ajudarão de maneira profunda a melhorar sua visão de si mesmo e em como o seu corpo responde aos estímulos do dia a dia. O importante é começar e continuar se esforçando, ok?

Se conheça

Identifique suas qualidades, faça uma lista de aspectos da sua personalidade que você gosta ou que já foram elogiados ao longo da vida. Perceba quais são os feedbacks que mais te afetam e tente chegar a um motivo para tal. Compreenda sua maneira de pensar. Uma boa dica é a boa e velha lista de qualidades e defeitos.

Faça um exercício de autoconhecimento consigo mesmo, escolha os três pontos positivos para serem focados com mais frequência e três negativos para serem alterados com o tempo. O autoconhecimento é uma das peças-chaves para trabalhar a autoestima e ter resultados duradouros. Não tenha medo de se conhecer, a mudança acontece através de um entendimento mais profundo de nós mesmos.

Saiba que todo procedimento envolve riscos. Consulte sempre um médico.

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).