Menu

Cirurgia Plástica na Terceira Idade: Os Procedimentos Mais Indicados Por Idade

Idosos em duvida

Pessoas de idade mais avançada também podem ser vaidosas! A cirurgia plástica na terceira idade ajuda a conservar a beleza e a autoestima

A vaidade não tem idade! Você já ouviu esse ditado? Essa frase é cada vez mais verdadeira, pois homens e mulheres mais velhos também querem se sentir bonitos. Felizmente, a cirurgia plástica na terceira idade é uma opção bastante válida, entre outros procedimentos.

Quando chegamos a idades mais avançadas, nossa aparência é um reflexo dos cuidados que tivemos com o corpo, a mente e a pele durante a vida. Afinal, com o passar do tempo, a pele fica mais frágil e passa a apresentar rugas e manchas.

Pessoas que ficaram longe do cigarro e do álcool, que se protegeram do sol e que tiveram uma alimentação saudável certamente vão ter uma aparência mais jovem do que aquelas que não seguiram essas recomendações.

Porém, é impossível impedir a passagem do tempo. Os sinais do envelhecimento acabam aparecendo, mesmo que em menor grau. Nesse caso, pacientes idosos também podem se beneficiar dos procedimentos e das cirurgias estéticas para se sentirem mais bonitos.

Plastica na Terceira Idade

Procedimentos estéticos mais indicados por idade

Já dissemos anteriormente que a aparência que vamos ter na terceira idade é resultado dos cuidados que tivemos com a pele e a saúde no decorrer da vida. Por isso, os procedimentos estéticos podem ser iniciados muito antes dessa fase.

Porém, dizer que determinado procedimento é mais recomendado para mulheres de 35 a 45 anos, por exemplo, não significa que ele pode ser feito apenas nessa faixa etária, nem que todas as mulheres dessa idade precisam dele.

Quando falamos em tratamentos recomendados para cada idade, é preciso entender que essa informação na verdade reflete uma média da idade dos pacientes que mais buscam esses procedimentos, e não uma restrição ou uma obrigatoriedade.

Com isso esclarecido, saiba quais são os cuidados e os procedimentos estéticos mais recomendados para cada faixa etária:

  • Antes dos 30 anos: não são recomendados muitos procedimentos, pois a pele ainda é bastante jovem. O ideal é utilizar protetor solar e hidrantes, ter uma alimentação saudável e evitar o cigarro e o excesso de álcool – cuidados que devem ser mantidos por toda a vida;

  • 30 a 40 anos: nesta fase, ocorre uma diminuição na produção do colágeno, por isso é recomendado fazer uma reposição. São indicados procedimentos menos agressivos, como Botox, preenchimentos e peelings para suavizar manchas ou cicatrizes de acne;

  • 40 a 50 anos: além de reforçar o Botox e o preenchimento, são indicados peelings mais profundos e até mesmo a colocação de fios de sustentação, para ajudar a recuperar os contornos do rosto;

  • 50 a 60 anos: entram em cena procedimentos mais invasivos, como a blefaroplastia (cirurgia de pálpebras) e a cirurgia de lifting facial, além de todos os procedimentos anteriores;

  • Acima dos 60 anos: os pacientes costumam associar a cirurgia de pálpebras com o lifting, fazendo uma ritidoplastia. Também podem procurar preenchimentos para recuperar o volume das mãos.

Cirurgia plástica na terceira idade: existe idade máxima?

Idosos em Duvida

Os procedimentos estéticos e as cirurgias plásticas não têm um limite de idade, de forma que pacientes de 70 ou 80 anos poderiam realizá-los desde que eles apresentem boas condições clínicas. Algumas pessoas recorrem a cremes anti-dade, que podem funcionar porém não tem tamanha eficácia quanto as cirurgias plásticas.

Antes de submeter qualquer pessoa a uma cirurgia, é preciso avaliar suas condições de saúde, verificando a presença de doenças pré-existentes, problemas de coagulação e cicatrização e complicações cardíacas que inviabilizem o procedimento.

Em pacientes idosos, essa avaliação deve ser ainda mais criteriosa, pois pessoas dessa faixa etária podem apresentar uma maior dificuldade de recuperação ou mesmo condições que tornem uma cirurgia estética perigosa.

Porém, desde que haja indicação e liberação médica, a cirurgia plástica na terceira idade pode ser uma possibilidade segura para recuperar a beleza e autoestima desses pacientes.

Cirurgias plásticas mais realizadas em pacientes idosos

Pessoas na terceira idade

Qual a idade ideal? Em geral, para pacientes de idade mais avançada, são recomendadas cirurgias de porte menor e que tenham tempo de duração de até duas horas, de forma a não expor o paciente a uma agressão muito prolongada.

É preciso levar em consideração que o tempo de recuperação nessa faixa etária é mais demorado, por isso pode ser contraindicado associar dois procedimentos cirúrgicos.

Entre as cirurgias mais pedidas, está a blefaroplastia. Esse procedimento consiste no rejuvenescimento ao redor dos olhos, corrigindo a flacidez das pálpebras superiores e inferiores. Ele é procurado por homens e mulheres.

O lifting facial e a ritidoplastia são indicados para promover um “levantamento” dos tecidos, reposicionando-os de forma mais semelhante ao que apresentavam anteriormente. Essa cirurgia combate a flacidez e também tem excelentes resultados na papada.

Inclusive, para pacientes que se incomodam com a gordura que tende a se acumular no pescoço, é possível fazer uma lipoaspiração de papada, que também ajuda a rejuvenescer nessa faixa etária.

Quantos anos é possível rejuvenescer com uma cirurgia plástica?

Pessoas na terceira idade

Assim como acontece em faixas etárias mais jovens, não é possível determinar quantos anos um paciente mais idoso vai rejuvenescer ao fazer uma cirurgia. Essa é uma percepção individual de cada paciente, e os resultados variam de pessoa para pessoa.

O objetivo da cirurgia plástica na terceira idade não é tirar 10 ou 15 anos da aparência, mas sim proporcionar feições mais descansadas, promovendo um efeito de rejuvenescimento geral, que não pode ser medido em anos.

Agora que você sabe a importância de manter a boa aparência por meio da cirurgia plástica, que tal começar agora? A Clínica de Cirurgia Plástica da Dra. Luciana Pepino obtém os melhores tratamentos para você!

Até mais!

  • 16
    Shares

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).