Mudar o Corpo: Qual é a Região do Seu que Mais te Incomoda?

Se você está insatisfeita com alguma parte do seu corpo, saiba que a cirurgia plástica oferece diversas soluções para você se sentir ainda mais bonita

Olhar-se no espelho e não ficar muito satisfeita com seu reflexo. Tirar várias selfies e deletar todas porque você não gostou de nenhuma. Perder oportunidades pessoais e profissionais por se sentir insegura com a própria aparência. Será que é possível mudar o corpo?

Todas essas situações são comuns na vida de quem tem alguma queixa em relação ao nariz, à barriga, aos seios e a diversas outras regiões. Se esse é o seu caso, talvez você já tenha considerado fazer uma cirurgia plástica, mas pode estar com alguma dúvida.

Por isso, nosso assunto de hoje são justamente as regiões do corpo que mais costumam incomodar as pessoas e as soluções que a medicina estética oferece para que você se sinta bem com você mesma novamente. Vamos lá!

Quando é indicado mudar o corpo com uma cirurgia plástica

O nome já diz: trata-se de uma cirurgia. Por isso, mesmo que o procedimento seja seguro, ele precisa ser muito bem pensado para que ofereça resultados satisfatórios sem trazer riscos para a saúde nem criar uma frustração devido a expectativas irreais.

Assim, o primeiro passo para saber se é realmente indicado mudar o corpo por meio de uma plástica é agendar uma avaliação inicial com um cirurgião de confiança. Com a Dra. Luciana Pepino, por exemplo, a consulta pode levar até 40 minutos.

Afinal, é necessário entender a queixa, avaliar as condições físicas, conhecer o histórico médico e discutir os resultados esperados para que se possam definir as técnicas mais indicadas para cada pessoa. Assim, médico e paciente podem tomar uma decisão informada.

Regiões do corpo que mais incomodam

Claro que cada pessoa é um indivíduo único com suas condições, características e preferências, mas existem algumas tendências quando se fala em cirurgia plástica. Saiba quais são as regiões que mais levantam queixas dos pacientes e os procedimentos para corrigi-las:

Mamas

As mamas são símbolo da feminilidade e têm uma grande importância na autoestima. Existem cirurgias plásticas para corrigir imperfeições como mamas pequenas, muito grandes, flácidas ou até mesmo com malformações.

A mamoplastia de aumento com prótese de silicone é a cirurgia mais procurada para mudar o corpo no mundo todo, tanto que houve um aumento de 3% de 2016 para 2017 de acordo com a Sociedade Americana de Cirurgiões Plásticas.

Já para quem tem as mamas muito volumosas para sua estrutura corporal, pode ser feita a mamoplastia redutora, que visa à remoção do excesso de gordura, pele e tecido glandular para que os seios apresentem um tamanho proporcional e confortável.

No caso de mamas flácidas, o problema pode ser resolvido com uma mastopexia, que é um lifting para erguer os seios caídos. Esse procedimento pode ou não ser acompanhado por uma prótese de silicone para repor o volume perdido ou aumentá-lo se desejado.

As cirurgias plásticas para essa região também podem corrigir malformações como a mama tuberosa (que tem formato de cone) e a ginecomastia, que é o crescimento das mamas em homens.

Glúteos

Assim como é possível aumentar as mamas com a colocação de próteses de silicone, também podemos mudar o corpo e aumentar o tamanho ou modificar o formato do bumbum com implantes apropriados para essa região.

Abdômen

A barriguinha saliente devido ao acúmulo de gordura, ao excesso de pele e à separação ou ao enfraquecimento dos músculos pode ser corrigida com a abdominoplastia, uma cirurgia para mudar o corpo quando a dieta e os exercícios físicos não são suficientes para essa região.

Mesmo pessoas consideradas magras podem se incomodar com a barriga mais proeminente e sem definição, e suas principais causas são a gravidez, o envelhecimento, o efeito sanfona muito pronunciado e a genética.

Gordura localizada

A gordura que se acumula em áreas como axilas, flancos, cintura, quadris e coxas e não é eliminada por meio dos exercícios ou da dieta se torna motivo de insegurança para muitas pessoas, mas pode ser corrigida por meio da lipoaspiração.

Pode ser feita também a reinserção da gordura autóloga em outras partes do corpo que necessitam de mais volume, sendo a cirurgia então chamada de lipoescultura.

Rosto “caído”

A flacidez dos músculos e da pele da face, que se acentua com o passar dos anos, deixa o rosto com uma aparência que muitas vezes não corresponde à forma como a pessoa se sente. Para quem se identifica com essa situação, existe a cirurgia de lifting facial ou ritidoplastia.

Nariz

Por estar bem no centro do rosto, imperfeições no nariz também levam muitas pessoas a procurar as clínicas de cirurgia plástica, sendo inclusive um dos procedimentos mais procurados pelos homens.

A rinoplastia permite corrigir o tamanho geral do nariz, a largura dos ossos nasais, a largura das narinas, a giba nasal (“ossinho” saltado), a ponta caída, assimetrias, entre outros problemas.

Pálpebras

Com o avanço da idade, o excesso de pele, a flacidez muscular e o acúmulo de gordura na região das pálpebras deixa a aparência cansada e triste, além de poder causar prejuízos à visão. Nesse caso, é possível recorrer à blefaroplastia para corrigir as imperfeições.

Orelhas

Os problemas de autoestima causados pela insatisfação com a própria aparência não são exclusividade dos adultos. Um exemplo disso são as orelhas de abano, que são motivo de gozação na escola e podem ser corrigidas com a otoplastia a partir dos 5 anos.

Região íntima

Uma insatisfação com a região íntima traz problemas de autoestima e de relacionamento, pois a mulher não se sente à vontade para manter relações sexuais. Hoje em dia, porém, existem pelo menos duas cirurgias voltadas para corrigir essa parte do corpo.

Se o problema for o excesso de gordura no monte de Vênus, é possível recorrer a uma lipoaspiração. Se a queixa for sobre o tamanho pronunciado dos pequenos lábios, causando ainda dor na relação, pode-se fazer uma ninfoplastia para remover o excesso de pele.

E então, você se identificou com uma dessas insatisfações em relação ao corpo? Já pensou em fazer uma cirurgia plástica? Deixe sua resposta nos comentários.

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).
  1. karen disse:

    Abdominoplastia e lipo
    Meu abdomem esta horrivel