Quais os procedimentos depois dos 40 anos mais realizados?

Com a queda na produção de colágeno, os sinais do envelhecimento se tornam mais evidentes a partir dos 40 anos. Veja como combatê-los com tratamentos estéticos.

Quando somos crianças, adolescentes ou adultos jovens, nosso organismo tem uma excelente capacidade de se regenerar. Porém, com o passar do tempo, essa capacidade diminui, por isso aumenta a busca por procedimentos depois dos 40 anos.

Isso acontece porque, em meados dos 30 anos, começa a ocorrer uma queda de 1% ao ano na produção de colágeno, a proteína produzida por células chamadas fibroblastos e que confere sustentação à pele.

Em consequência, ficamos mais sujeitos à formação de rugas, ao surgimento de manchas e à flacidez. Além disso, o metabolismo se torna mais lento, contribuindo para um maior acúmulo de gordura – inclusive aquela gordura embaixo da pele, que forma a celulite e a papada.

Procedimentos depois dos 40: conheça as preferências

Diante desse cenário de mudanças trazidas pelo passar do tempo, a manutenção da saúde, da beleza e da juventude da pele e do corpo depende de alguns cuidados a mais.

Isso inclui uma alimentação de mais qualidade. Além do combate ao sedentarismo, boas noites de sono e a adoção de um estilo de vida saudável, longe do álcool e do cigarro.

Além disso, muitas vezes é indicado recorrer a um tratamento estético para dar uma mãozinha ao organismo na hora de corrigir ou evitar algumas imperfeições que tanto nos incomodam. Conheça os principais procedimentos depois dos 40:

1. Botox

O Botox é praticamente a “porta de entrada” para os tratamentos estéticos, e inclusive é o campeão quando o assunto são os procedimentos mais procurados no Brasil.

Essa técnica consiste na injeção de toxina botulínica para paralisar os músculos responsáveis pela formação das rugas de expressão, como os pés de galinha e as linhas horizontais da testa. Além disso, ele é utilizado para levantar a sobrancelha e tratar a hiperidrose.

2. Preenchimento facial

Embora o Botox seja uma excelente solução para as rugas dinâmicas ou de expressão, as rugas permanentes e os sulcos profundos precisam de outro tipo de tratamento, pois elas não dependem da contração muscular.

Esse é o caso do bigode chinês e do vinco entre as sobrancelhas. Por isso, a lista de procedimentos depois dos 40 anos também conta com o preenchimento facial, que consiste na injeção de ácido hialurônico para nivelar os sulcos.

Essa substância ocorre naturalmente no organismo. Além disso, também é utilizada para preencher olheiras profundas, aumentar os lábios, repor o volume perdido nas maçãs do rosto, mandíbula e têmporas, remodelar o nariz e rejuvenescer as mãos.

O ácido hialurônico também é utilizado no MD Codes, que faz um mapeamento do rosto do paciente para identificar as áreas que precisam de mais sustentação, e na harmonização facial, que promove uma melhora global na estética dessa região.

3. Peeling superficial

O peeling superficial consiste em promover uma leve descamação da pele por meio de uma substância ácida ou da esfoliação mecânica (peeling de cristal). Nos dois casos, o objetivo é remover as impurezas e as células mortas, estimulando a renovação do tecido.

Por se tratar de um peeling superficial, ele só atinge a camada mais externa da pele. Ou seja, sem que a descamação forme crostas e que a paciente tenha que se ausentar de suas atividades. Assim, ele é útil para tratar manchas, melasma, cravos, espinhas e poros dilatados.

4. Fios de sustentação

Também conhecido como lifting não cirúrgico, este tratamento consiste em inserir fios de ácido polilático para dar mais sustentação à pele do rosto. O efeito de lifting é conferido por pequenos cones ao longo desses fios, os quais fixam a pele ao tecido subcutâneo.

O material utilizado na fabricação dos fios é o ácido polilático, uma substância que estimula a produção de colágeno pelos fibroblastos. Assim, além do efeito imediato de lifiting, este procedimento traz benefícios graduais e naturais ao longo das próximas semanas.

Médico realizando a injeção de um dos procedimentos estéticos em mulher.

5. Radiofrequência

A radiofrequência entra na lista de procedimentos depois dos 40 por oferecer uma série de benefícios, como a suavização das rugas e linhas de expressão, o combate à flacidez, a melhora do contorno facial e o tratamento da papada, podendo ser utilizada no rosto e no corpo.

Isso é possível porque a radiofrequência consegue aumentar a produção de colágeno por meio do calor, que estimula a atividade dos fibroblastos. Além disso, esse tratamento promove a compactação das células de gordura, facilitando sua eliminação.

Dessa forma, a radiofrequência também atua no combate à gordura localizada e no tratamento da celulite. Por fim, uma das grandes vantagens desse procedimento é que ele não causa dor, apenas uma leve sensação de aquecimento.

6. Criofrequência

A criofrequência é uma espécie de radiofrequência potencializada. Oferece resultados ainda mais poderosos para o rosto e o corpo, incluindo o combate à gordura localizada em regiões como papada, braços, abdômen, flancos, culotes, coxas e bumbum.

Ao associar frio e calor, a criofrequência permite o uso de temperaturas de 10 graus negativos e de 60 graus positivos sem causar queimaduras.

Esse contraste causa um efeito de choque térmico no metabolismo local. Em consequência, há uma mobilização das células adiposas e um estímulo dos fibroblastos, aumentando a produção de colágeno e elastina.

Embora esses sejam os procedimentos mais procurados depois dos 40 anos, a idade não é o único fator determinante na escolha dos tratamentos mais indicados para cada caso. A recomendação varia conforme as condições de cada pessoa.

Por isso, é muito importante consultar um médico especialista no assunto antes de optar por um tratamento. Agende sua avaliação presencial com a Dra. Luciana Pepino!

Agende agora a sua consulta!

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).
  1. Luzenir Miranda de Carvalho Herculano disse:

    tenho 53 anos, nunca fiz nenhum procedimento do rosto. Mas estou com o rosto um pouco caído, tipo fisionomia triste. qual será o procedimento melhor para o meu caso? quando tiro uma foto sorrindo ainda fica bonita, mas quando tiro foto séria, aí sim vejo como envelhecir.

    • Dra. Luciana Pepino disse:

      Olá Luzenir! Sinceramente só tenho como responder te vendo e avaliando pessoalmente, uma vez que cada caso é um caso e que tem um diagnóstico específico. Se desejar, ligue para nós e agende sua consulta, pois a avaliação do seu caso é essencial, somente assim poderei opinar sobre qual a melhor indicação para você e lhe mostrar alguns resultados de outros pacientes.

      Neste link estão os telefones da clínica, caso queira nos ligar: http://www.lucianapepino.com.br/contato.asp

      Estamos à disposição para ajudá-la da melhor forma.

  2. Zulema disse:

    Você pode recomendar uma dra que faça estos tratamentos em Boa Vista-RR

    • Dra. Luciana Pepino disse:

      Olá Zulema! Infelizmente não conhecemos nenhum Cirurgião Plástico na sua região que possamos indicar, mas estaremos a disposição se preferir vir consultar conosco em São Paulo.