Menu

Cuidados para quem faz peeling de cristal

Mesmo sendo um procedimento de recuperação simples, o peeling de cristal exige alguns cuidados antes e depois para que você obtenha os melhores resultados

O peeling de cristal é um procedimento estético rápido e praticamente indolor indicado para tratar diversas imperfeições da pele, como estrias, cicatrizes de acne, manchas, melasma e rugas finas, entre outras.

Esse tratamento consiste em uma esfoliação feita com cristais, promovendo uma microdermoabrasão que deixa a pele mais macia, suave e uniforme.

Como é feito o peeling de cristal

O peeling de cristal utiliza um aparelho que lança cristais de hidróxido de alumínio sobre a pele, de modo a remover as células mortas e estimular a renovação da região tratada. Além disso, o procedimento favorece a produção de colágeno, que dá firmeza à pele.

O tratamento pode ser feito no rosto e no corpo (especialmente abdômen, dorso e culotes). A profundidade da esfoliação pode ser regulada no aparelho, atingindo apenas a epiderme ou também a derme.

Como ocorre a remoção da barreira de proteção, ativos como ácido retinoico, vitamina C, substâncias hidratantes e colágeno podem ser aplicados diretamente na camada intermediária da pele, de forma que seu efeito será muito mais poderoso.

Ao final do procedimento, os cristais e as impurezas são removidos da pele por meio de um vácuo, que suga todas essas partículas. 

dicas do peeling de cristal


Cuidados antes do peeling de cristal

Embora seja um procedimento simples e não invasivo, o peeling de cristal precisa de alguns cuidados para evitar lesões na pele, que podem ser permanentes, e oferecer os melhores resultados.

Para isso, é preciso seguir algumas medidas antes mesmo de fazer o procedimento. Confira:

  1. Escolher profissional mais adequado

Por promover uma dermo abrasão, o mais indicado é que o peeling de cristal seja realizado por um médico dermatologista ou cirurgião plástico. Os esteticistas também podem fazer o procedimento, mas somente com ponteiras menos potentes, que têm efeito mais superficial.

Dessa forma, para evitar lesões na pele e ao mesmo tempo garantir resultados mais visíveis, a melhor opção continua sendo fazer o tratamento em uma clínica de confiança, na presença de um médico especializado na área.

  1. Tratar problemas de pele

A escolha de um médico para fazer o peeling de cristal também tem a vantagem de que este profissional está apto a reconhecer e tratar condições de pele que inviabilizam o procedimento, como herpes ativa, infeções no local a ser tratado e acne severa.

  1. Preparar a pele conforme orientação médica

O peeling de cristal nem sempre requer um preparo da pele, mas o médico pode solicitar que o paciente utilize renovadores celulares como ácido retinoico e ácido glicólico antes de fazer tratamento de estrias, foliculite ou clareamento, permitindo uma melhor absorção dos ativos.

  1. Evitar excesso de sol e limpeza de pele

Outro cuidado antes do procedimento é evitar situações que podem prejudicar os resultados, como exagerar no sol antes de tratar estrias ou clarear a pele.

Da mesma forma, a limpeza de pele também deve ser evitada para não aumentar a sensibilidade. Vale lembrar, porém, que a limpeza de pele traz muitos benefícios quando feita em outros momentos.

Você também pode gostar de – Como cuidar da pele das mãos e do pescoço para atrasar o envelhecimento.

Cuidados depois do peeling de cristal

A recuperação do peeling de cristal é rápida e não requer que o paciente se afaste do trabalho ou deixe de ir a compromissos sociais, diferente do que acontece com os peelings químicos mais profundos.

Porém, a pele pode ficar um tanto avermelhada e ter um pouco de inchaço, sensibilidade e ardência, como se fosse uma queimadura solar leve. A pele também pode ficar um pouco mais ressecada temporariamente e apresentar uma descamação discreta.

Dessa forma, é preciso seguir alguns cuidados para proteger a pele e ajudá-la a se recuperar. Conheça os principais:

  1. Proteger a pele do sol

Como a pele renovada é ainda mais sensível à radiação UVA e UVB, o paciente deve evitar a exposição ao sol e usar protetor solar com FPS 30 ou superior para evitar o surgimento de manchas e outras lesões.

  1. Utilizar os produtos de limpeza correta

Por estar mais sensível, a pele pode apresentar ardência se for lavada com sabonetes comuns. Dessa forma, é indicado utilizar sabonetes neutros, preferencialmente sem fragrância, corantes e parabenos.

  1. Hidratar a pele tratada

Como o peeling de cristal remove a primeira camada de proteção, a pele tende a ficar temporariamente mais ressacada. Para ajudá-la a recuperar seu conteúdo de água, é necessário aplicar um creme hidratante conforme indicado pelo médico.

 

creme hidratante peeling de cristal
  1. Utilizar produtos com ingredientes calmantes

Loções cicatrizantes e águas termais contêm ingredientes que ajudam a aliviar a sensação de ardência e a vermelhidão na pele, acelerando a recuperação.

  1. Fazer compressas geladas

Uma forma de combater o inchaço da pele depois do peeling de cristal é aplicar compressas geladas de chá de camomila ou soro fisiológico no local que passou pelo procedimento.

  1. Não puxar a pele descamada

Algumas pessoas se sentem muito tentadas a arrancar as pelezinhas que se soltam, mas esse hábito pode machucar a pele e formar uma cicatriz ou mancha permanente. Por isso, é preciso fazer o máximo de esforço para não puxar as escamas que estão se soltando.

Se você ainda ficou com dúvidas, veja mais detalhes sobre o peeling de cristal!

Ao seguir esses cuidados antes e depois do peeling de cristal, o procedimento se torna ainda mais seguro e os resultados ficam ainda melhores.

Se você ainda tiver alguma dúvida, não deixe de agendar sua avaliação presencial com a Dra. Luciana Pepino e aproveite para conhecer os demais procedimentos estéticos e opções de cirurgia plástica!

 

  • 10
    Shares