Menu

Como diminuir olheiras e ficar com uma aparência menos cansada?

As olheiras deixam você com uma aparência cansada mesmo que você tenha dormido bem? Conheça os melhores tratamentos para esse problema.

Se você teve uma noite mal dormida, é normal ficar com manchas escurecidas abaixo dos olhos. Porém, quando esse problema é permanente, a pessoa fica insegura com a própria aparência. Se esse é o seu caso, saiba que hoje vamos falar sobre como diminuir olheiras.

Não existem estatísticas oficiais sobre esse inconveniente, mas sabe-se que as olheiras são muito comuns e podem atingir homens e mulheres em qualquer fase da vida, afetando inclusive as crianças.

Todas as etnias podem apresentar esse problema, contudo, de acordo com a Sociedade Brasileira de Dermatologia, ele é mais frequente e mais acentuado em pessoas de origem árabe.

Causas das olheiras

Existe um componente genético que influencia muito a formação das olheiras, o que significa que essa é uma característica transmitida entre as gerações da mesma família. Contudo, há outros fatores que também podem causar ou agravar esse problema.

Além das noites mal dormidas e o cansaço do dia a dia, podemos listar hábitos pouco saudáveis que contribuem para a formação das manchas escuras, por exemplo:

  • Exposição desprotegida ao sol;
  • Consumo exagerado de sal;
  • Dietas muito restritivas;
  • Tabagismo;
  • Estresse.

Esses elementos favorecem a dilatação dos vasinhos da pálpebra inferior, o que leva ao inchaço e ao escurecimento da região. Portanto, quando se fala em como diminuir olheiras, precisamos saber que o estilo de vida é um fator determinante.

As causas também incluem problemas de saúde concomitantes, como desequilíbrios hormonais e até mesmo a rinite alérgica – pois a coceira faz com que a pessoa esfregue os olhos constantemente, provocando o rompimento dos vasinhos.

como diminuir olheiras

Como diminuir olheiras

A boa notícia é que existem diversos tratamentos de como diminuir olheiras, sejam elas formadas pelo excesso de pigmentação, por um desnível entre a pálpebra e a bochecha ou o acúmulo de gordura na região abaixo dos olhos. Conheça os procedimentos:

Cremes especiais

Existem alguns produtos tópicos à base de ingredientes clareadores e antioxidantes que podem contribuir para o tratamento das olheiras.

Esse é o caso, por exemplo, de cremes contendo ácido kójico, vitamina C, ácido glicólico e hidroquinona, que reduzem a pigmentação da pele. Contudo, como os vasinhos continuam existindo, as olheiras acabam voltando se o tratamento for interrompido.

Peeling

Este tratamento precisa de cerca de 10 sessões semanais ou quinzenais e é uma das formas de como diminuir olheiras de coloração castanha ou marrom, geralmente resultantes da exposição ao sol sem proteção ao longo da vida.

O peeling consiste na aplicação de substâncias que causam uma descamação na pele, de modo a eliminar as células mais velhas e promover a regeneração do tecido. Conheça também os benefícios do peeling superficial para o rosto.

Luz pulsada e laser

Embora seus mecanismos de ação sejam diferentes, tanto a luz pulsada quanto o laser são tratamentos que visam à destruição da melanina, o pigmento que dá cor à pele.

Além de promover o clareamento de olheiras roxas e marrons, esses procedimentos estéticos ajudam a combater a vasodilatação, deixando os vasinhos menos aparentes na região abaixo dos olhos.

Carboxiterapia

Esse tratamento consiste na aplicação de gás carbônico no tecido logo abaixo da pele, o que estimula o fluxo sanguíneo e a oxigenação da pele tratada. Dessa forma, ele contribui para a correção de olheiras roxas e azuladas.

Outro benefício da carboxiterapia é que a movimentação da microagulha favorece a produção do colágeno, deixando a pele da região mais firme. A desvantagem, porém, é que esse procedimento pode ser um tanto incômodo na área das olheiras.

Confira mais detalhes – Tire suas dúvidas sobre carboxiterapia.

Preenchimento facial

Quem sofre com olheiras profundas não vai conseguir resolver esse problema apenas com tratamentos que promovem o clareamento da região. Nesse caso, é preciso considerar que existe uma depressão embaixo dos olhos, o que causa uma “sombra”.

Por isso, quando se fala em como diminuir olheiras profundas, podemos recorrer ao preenchimento facial, que tem como objetivo nivelar essa depressão entre a pálpebra inferior e a bochecha.

Esse procedimento consiste na aplicação do ácido hialurônico, uma substância que existe naturalmente no organismo e é utilizada para o aumento do volume dos lábios e correção da perda de volume facial.

Além de preencher o sulco, a aplicação do ácido hialurônico aumenta a distância entre a pele e os vasinhos, contribuindo também para que haja um clareamento dessa região. Em geral, é possível obter bons resultados com apenas uma sessão.

como diminuir olheiras

Blefaroplastia inferior

A blefaroplastia é a cirurgia plástica das pálpebras, que pode incluir as pálpebras superiores e inferiores, dependendo das queixas e do objetivo de cada pessoa. 

Essa cirurgia é indicada para a correção de olheiras formadas por bolsas de gordura, resultantes do acúmulo de tecido adiposo na região abaixo dos olhos – condição em que os demais tratamentos estéticos podem não ser suficientes.

A técnica cirúrgica consiste em remover o excesso de gordura por meio de uma incisão feita rente aos cílios inferiores. Para que o paciente não sinta dor, é utilizada a anestesia local com sedação intravenosa, fazendo com que a pessoa durma.

Por se tratar de um procedimento cirúrgico, o pós-operatório demanda alguns cuidados a mais, como aplicar compressas geladas para diminuir o inchaço, utilizar óculos escuros, evitar a exposição ao sol e suspender as atividades físicas por cerca de 30 dias.

No início, é normal que a região apresente edema e manchas roxas, mas estes sinais desaparecem gradualmente. Os resultados finais podem ser observados em cerca de 3 meses, e a cicatriz é bastante discreta.

Veja mais detalhes sobre esse procedimento – Blefaroplastia inferior e superior: saiba tudo!

Você sofre com as olheiras? Então, marque seu horário com a Dra. Luciana Pepino para descobrir qual é o melhor tratamento para o seu caso, conhecer outros procedimentos estéticos e cirurgias plásticas e se sentir ainda mais bonita!

  • 33
    Shares

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).
  1. Tatiana disse:

    Bom dia! Li sobre o assunto , sou do RJ, e gostaria muito de marcar uma consulta com a médica Luciana Pepino.
    Obrigada!!!

    • Dra. Luciana Pepino disse:

      Olá, Tatiana! tudo bem?
      Para agendar uma consulta, por gentileza, entre em contato. Nossas secretárias terão o maior prazer em atendê-la. Aqui você encontra nossos contatos: https://goo.gl/nvCFzz

      Beijos!