11 3285-6412
Dra. Luciana L. Pepino / Diretora Técnica Médica
CRM/SP: 106.491 RQE: 25827
Segunda a Sexta-Feira
das 10h às 19h

5 utilidades do Botox que você não conhecia

Saber para que serve o Botox ajuda a identificar tratamentos que vão além da área estética. Confira!

O Botox é o nome comercial da toxina botulínica e, ainda que as aplicações estéticas sejam as mais conhecidas, é importante saber para que serve o Botox em tratamentos terapêuticos.

Inicialmente é relevante saber como funciona a toxina botulínica. Essa substância causa uma paralisia neuromuscular impedindo que a contração nervosa seja receptada pelo músculo, promovendo um relaxamento artificial.

Por ser uma paralisia temporária, os receptores neuromusculares se reestabelecem, o que faz com que o tratamento com Botox tenha efeito por apenas alguns meses.

A seguir saiba para que serve o Botox em algumas das aplicações menos conhecidos dessa substância.

Para que serve o Botox?

O Botox, resumidamente, serve para que bloquear o movimento do músculo, mas com a ampliação dos estudos médicos verificou-se que o uso da substância é muito mais amplo que apenas nos tratamentos estéticos.

1. Enxaqueca

Na década de 1990 verificou-se que as enxaquecas crônicas eram resultados de contrações nervosas de forma que impedir que os nervos e músculos fizessem esses movimentos poderia ajudar no tratamento da doença.

Como resultado, foram identificados mais de 30 pontos de aplicação da toxina botulínica na cabeça e pescoço que amenizam as contrações, reduzindo as crises de enxaqueca.

Utilidades do botox que você talvez não conheça

2. Estrabismo

O estrabismo é uma condição pela qual o paciente afetado não consegue manter os olhos paralelos. Popularmente, a condição é conhecida como “olho vesgo”. Estudos verificaram que a doença tem relação com a assimetria na contração dos músculos oculares.

Dessa forma, entre as opções sobre para que serve o Botox inclui-se o tratamento do estrabismo, com a aplicação da substância ajudando a reduzir o movimento muscular de um dos olhos, melhorando o alinhamento dos globos oculares.

3. Hiperidrose

Apesar de ser uma condição relativamente comum, nem sempre as pessoas reconhecem a hiperidrose pelo nome. Trata-se do suor excessivo que pode acometer principalmente as axilas, mãos, pés, cabeça, entre outras regiões.

Nesse caso, a resposta sobre para que serve o Botox inclui a inibição do funcionamento das glândulas sudoríparas devido à paralisia provocada pela substância, reduzindo o suor.

O tratamento para hiperidrose é consideravelmente mais eficaz nas axilas, mas pode ser usado em outras áreas do corpo desde que recomendado e realizado por um especialista.

4. Bexiga hiperativa

Um uso quase desconhecido do Botox, ainda que esteja entre os tratamentos mais eficazes para a condição é para pacientes diagnosticados com a bexiga hiperativa.

Trata-se de um mau funcionamento da musculatura da bexiga que não relaxa corretamente de forma que a pressão interna é elevada mesmo com pequenos volumes, de forma que a paciente tenha vontade de urinar com alta frequência.

5. Espasmos musculares

Entre as respostas sobre para que serve o Botox está o tratamento de espasmos musculares que podem ser de vários tipos, desde a Síndrome de Tourette, que causa tiques e movimentos involuntários, até transtorno obsessivo-compulsivo e mesmo Alzheimer.

O importante é que o tratamento com a toxina botulínica e as informações sobre para que serve o Botox venham de um profissional especializado e apto para manipular essa substância, pois o uso errado pode comprometer a saúde e integridade física e emocional da paciente.

 

Faça parte do nosso grupo no Telegram e fique por dentro do dia a dia da clínica, além de informações exclusivas sobre beleza, bem-estar e eventos que só vão acontecer para este canal.

Saiba que todo procedimento envolve riscos. Consulte sempre um médico.

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).