11 3285-6412
Dra. Luciana L. Pepino / Diretora Técnica Médica
CRM/SP: 106.491 RQE: 25827
Segunda a Sexta-Feira
das 10h às 19h

4 caminhos para alcançar a autoestima feminina

É possível trabalhar a autoestima feminina?

Descubra os caminhos para melhorar a autoestima feminina em passos práticos

Os padrões de beleza impostos pela sociedade contemporânea têm sido muito questionados nos últimos anos. Muito dessa vontade de alterar padrões de beleza e torná-los mais próximos à realidade são as consequências profundamente negativas principalmente à autoestima feminina

Muito mais pressionadas pela sociedade a seguirem padrões impossíveis de serem alcançados, mulheres do mundo inteiro se veem com problemas de aceitação do seu próprio corpo, cabelo, pele e defeitos naturais que são inerentes à humanidade. Separamos algumas dicas e caminhos a serem seguidos que farão diferença no seu dia a dia. Olha só:

4 dicas que podem melhorar a autoestima feminina 

Não se compare!

A comparação é um dos atos mais prejudiciais à autoestima feminina ou masculina. É se comparando com pessoas que você considera melhores do que você em algum aspecto que o ciclo de mal-estar e ansiedade começam. Uma dica? Compare-se com a sua própria versão do passado e descubra suas conquistas já realizadas e as que ainda virão!

Se cobre, mas nem tanto

Existe a cobrança saudável, que é aquela que te faz realizar seus planos e desejos, e a cobrança excessiva, que tem o efeito contrário. Cobranças indevidas podem nos paralisar e colocar nossa autoestima lá para baixo. Entenda como você reage às suas próprias cobranças e diminua este ritmo. 

Descubra os procedimentos estéticos não agressivos

Muitas vezes a nossa baixa autoestima está diretamente relacionada com a aparência física. Nem sempre é preciso recorrer às cirurgias estéticas invasivas e com valor elevado. Toxina botulínica, peeling e limpezas faciais feitas em clínicas de estética são ótimas saídas para melhorarem aspectos que incomodam sem a necessidade de interferir na sua aparência natural.

Não subestime o poder das redes sociais

O primeiro e o segundo item da nossa lista de caminhos para melhorar a autoestima feminina estão relacionados às cobranças e comparações. As redes sociais são um ambiente que pode tornar profundamente tóxico a nossa saúde mental e autoestima. Uma das melhores dicas é fazer aquela famosa limpa de seguidores, sabe?

Siga influenciadores e mulheres que se aproximem da sua realidade de vida e do seu corpo, que te estimulem de maneiras positivas a alcançar seus objetivos e se sentir bem com você mesma. Diversifique os perfis seguidos, inclua algumas contas informativas, divertidas e com conteúdo que condiga com seus hobbies ou profissão! Não é só de blogueiras e influenciadoras que as redes sociais são feitas, ein?

Saiba que todo procedimento envolve riscos. Consulte sempre um médico.

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).