11 3285-6412
Dra. Luciana L. Pepino / Diretora Técnica Médica
CRM/SP: 106.491 RQE: 25827
Segunda a Sexta-Feira das 8h às 21h
Sábados das 10h às 14h

Quais são os riscos de fazer procedimentos com profissionais não certificados?

Paciente em análise por profissional experiente

A escolha do profissional para realizar procedimentos estéticos influencia diretamente na sua segurança e nos resultados alcançados

A cada ano cresce a busca por procedimentos que melhorem a aparência corporal e facial de homens e mulheres, que desejam rejuvenescer o rosto e ter um corpo escultural, principalmente no verão.

Da mesma forma, o mercado tem crescido cada vez mais, com ofertas de todos os tipos, prometendo resultados rápidos a preços atraentes, que agradam os olhos e bolso dos consumidores.

No entanto, por trás dessas promessas, há o risco eminente de encontrar um profissional não qualificado para realizar tais procedimentos.

Como resultado, o cliente é exposto aos riscos de cirurgia plástica mal realizada, procedimentos feitos em locais e condições de higiene não adequadas e que podem levá-los à graves consequências.

Principais riscos de profissionais não certificados

A falta de preparo e qualificação profissional oferece diversos riscos para os pacientes que deixam-se levar pelas tentadoras promessas de resolução rápida para insatisfações estéticas.

O uso de substâncias como o PMMA, hidrogel e até mesmo o botox, quando administrados de maneira incorreta e imprudente, podem acarretar em complicações graves e, em alguns casos, levar a vítima ao óbito.

Diariamente, profissionais recebem em seus consultórios casos de pessoas que foram lesadas ao realizar procedimentos com falsos médicos ou médicos não capacitados, buscando ajuda para a situação.

Dentre os riscos mais comuns, podemos destacar as seguintes ocorrências:

  • Efeitos colaterais acentuados pela aplicação incorreta de botox;
  • Necrose da área onde o procedimento foi realizado;
  • Infecções, locais ou generalizadas;
  • Queimaduras após aplicação de laser ou substâncias nocivas à pele;
  • Irritação ou manchas na pele.

Além desses riscos, há muitos outros problemas associados à realização de um procedimento com um profissional não qualificado.

Resultados artificiais ou incompatíveis com o esperado pelo paciente, cicatrizes hipertróficas – com aspecto alargado, espesso e em alguns casos, dolorida – e até mesmo uma piora na aparência do paciente.

Dicas para não cair em ciladas

Para evitar cair nas mãos de profissionais incapacitados, é necessário tomar alguns cuidados antes de realizar qualquer procedimento, sendo ele cirúrgico ou não. Confira as dicas.

Paciente em consultório médico

Desconfie de preços muito baixos

Cirurgias plásticas e procedimentos estéticos seguros requerem bons profissionais e a utilização de produtos de qualidade, em um ambiente completamente higienizado e infraestrutura completa e tudo isso tem um custo.

A dica aqui é lembrar que não existe milagre. Todo bom profissional precisa estar sempre em atualização e todos estes fatores influenciam diretamente no preço final cobrado ao cliente.

Portanto, sempre que houver um preço praticado muito abaixo do mercado ou que ofereça condições no mínimo suspeitas, desconfie.

Verifique a formação do profissional

A recomendação da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica é que toda e qualquer realização de procedimentos estéticos (cirúrgicos ou não) ou dermatológicos sejam conduzidas apenas por um médico, de preferência com título de especialista reconhecido.

Utilize a internet e pesquise sobre a formação do profissional em questão e a reputação da clínica, bem como avaliação de outros clientes sobre os procedimentos realizados no local.

Veja também: Riscos de realizar o peeling facial com qualquer profissional

Saiba tudo o que vai ser realizado em você

Tire todas as suas dúvidas antes de submeter-se a qualquer intervenção estética. Saiba quais substâncias serão utilizadas, qual a técnica escolhida, marca dos produtos e outras informações importantes, como efeitos colaterais e complicações.

Vale lembrar que, embora existam riscos de cirurgia plástica e outros procedimentos, a escolha do profissional é um fator determinante para alcançar bons resultados e minimizar os perigos.

 

Agende agora a sua consulta!

 

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).