Saiba Mais Sobre a Prótese Mamária e Seus Revestimentos!

Saiba como funciona o processo atualmente e tire suas dúvidas sobre a prótese mamária

“Quais materiais são usados ​​em uma prótese mamária?” e ”Como posso ter certeza de que é seguro?”. Estas são duas das dúvidas mais comuns das pacientes que estão considerando uma mamoplastia de aumento.

Ao longo dos anos, os implantes mamários passaram por uma grande evolução – e hoje há uma ampla variedade de opções disponíveis no mercado:

  • Formatos,
  • Tamanhos,
  • Preenchimentos e
  • Superfícies.

E é justamente sobre este último tipo que esse artigo vai se focar. Entender os benefícios relacionados à superfície e revestimento de sua prótese mamária é muito importante. E uma parte primordial da sua tomada de decisão sobre a mamoplastia de aumento.

Falando sobre a superfície de uma prótese mamária

Atualmente, é possível optar entre três tipos diferentes de superfície para um implante de mama: liso, texturizado ou de poliuretano. Veja as diferenças entre as próteses mamárias.

Essa definição geralmente parte dos cirurgiões, que recomenda o tipo de superfície com base em sua técnica. Assim como o formato do implante é escolhido de acordo com o tipo físico e expectativas de cada paciente.

Saiba mais sobre cada tipo, suas aplicações, benefícios e desvantagens a seguir:

Superfície lisa

Os implantes lisos foram os primeiros a surgir no mercado. Não costumam ser utilizados por profissionais do Brasil por não proporcionarem o nível de segurança necessário para as pacientes.

Isso se deve ao fato da baixa aderência ao tecido mamário, que amplia os riscos de contratura capsular – maiores que 10%. Por esse mesmo motivo, esse tipo de prótese também pode se mover mais facilmente, apresentar ondulações palpáveis e causar a flacidez precoce das mamas.

Superfície texturizada ou microtexturizada

Os implantes de superfície texturizada foram criados com o objetivo de reduzir a possibilidade de contratura capsular, uma possível complicação dos implantes mamários de textura lisa.

As próteses texturizadas trazem uma série de vantagens em sua aplicação – sendo por isso o tipo mais popular entre os cirurgiões plásticos brasileiros:

  • Índices mais baixos de contratura capsular, em torno de 5% – se comparadas às versões de textura lisa,
  • Algumas próteses texturizadas têm uma aderência maior aos tecidos, se comparada às de textura lisa,
  • Proporciona uma boa cicatrização ao redor dos implantes.

Superfície de poliuretano

Os implantes mamários revestidos por espuma de poliuretano vêm trazendo bons resultados para as pacientes desde 1968 – antes até das próteses texturizadas.

Embora não seja uma nova tecnologia, ela ainda é considerada a mais avançada.

Existem várias vantagens no uso deste tipo de prótese mamária:

  • O índice de incidência de contratura capsular é baixo, entre 0,5 a 1%,
  • O material tem uma aderência parecida ao velcro no tecido mamário, o que reduz a quase zero os riscos de qualquer migração ou rotação da prótese mamária,
  • Pode ser encontrado em uma variedade ampla de formatos. Inclusive, é o único tipo de implante com forma cônica, que oferece bons resultados para pacientes que aparentam ter mamas caídas,
  • Diminuição do risco da paciente desenvolver flacidez precoce das mamas,

Com relação às desvantagens, este tipo de prótese mamária possui maior possibilidade ter suas bordas mais palpáveis com ser um material mais consistente.

Como escolher a prótese mamária certa

O primeiro passo para definir a prótese ideal entre as citadas mais acima é conversar com um bom cirurgião plástico.

Para isso, é essencial buscar referências entre amigos, contatos da área médica, mulheres que já tenham realizado o mesmo procedimento e também consultar o site da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica – SBCP.

Ao agendar uma consulta com a Dra. Luciana Pepino, por exemplo, a paciente recebe todos os esclarecimentos e conhece variados tipos de próteses. Isso ajuda a tomar a melhor decisão, de forma mais segura e confortável possível.

Afinal, só o especialista poderá fazer o diagnóstico mais preciso e indicar o tipo de implantes adequado para o seu biótipo e para os resultados que você idealiza para seu corpo.

Só ele poderá fazer o diagnóstico mais preciso e indicar o tipo de implantes adequado para o seu biótipo e para os resultados que você idealiza para seu corpo.

Se interessou pelo procedimento? Agende sua consulta com a Dra. Luciana Pepino!

Para obter mais informações sobre prótese mamária e mamoplastia de aumento, faça o download gratuito de nosso e-book. Elaborado especialmente sobre o tema, ele fornece uma visão ampla sobre o procedimento, facilitando a sua tomada de decisão.

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).