11 3285-6412
Dra. Luciana L. Pepino / Diretora Técnica Médica
CRM/SP: 106.491 RQE: 25827
Segunda a Sexta-Feira das 8h às 21h
Sábados das 10h às 14h

Principais funções da carboxiterapia

Saiba o que é e como funciona a carboxiterapia

Um dos tratamentos estéticos mais procurados, a carboxiterapia pode oferecer inúmeros benefícios aos pacientes

 

A busca pelo corpo perfeito direciona muitos homens e mulheres a buscarem alternativas estéticas para corrigir insatisfações e melhorar sua aparência. 

Dentre os procedimentos realizados, há um grande destaque para técnicas não-cirúrgicas que prometem bons resultados, sem que para isso seja necessário entrar no bisturi. 

Com isso, os benefícios da carboxiterapia se mostram como excelentes aliados quando o assunto é diminuir gorduras localizadas, combater a flacidez, amenizar celulite, além de tratar estrias, olheiras e outras condições relacionadas. 

Afinal, o que é a carboxiterapia?

Trata-se de um procedimento que tem como agente principal o gás carbônico. A substância é comumente injetada bem abaixo da pele ou no tecido adiposo (subcutâneo) e age como um estimulante para a circulação celular e oxigenação dos tecidos.

Além disso, o tratamento provoca o aumento do fluxo sanguíneo, trazendo mais nutrientes para a região onde foi aplicado. 

A carboxiterapia é feita em sessões, que serão determinadas de acordo com o objetivo do paciente e a área a ser tratada. Em geral, são recomendadas no mínimo 10 sessões para alcançar os objetivos desejados.

Quais são os benefícios e funções do procedimento?

São muitos os benefícios da carboxiterapia que são alcançados por quem opta pelo procedimento e é importante ressaltar que em cada área do corpo a técnica cumpre uma determinada função. 

No rosto

Quando aplicado no rosto, o gás carbônico aumenta a produção de colágeno e pode beneficiar problemas como a flacidez da pele, flacidez das pálpebras e olheiras. 

No corpo 

Já no corpo dos pacientes, o tratamento atua destruindo as células de gordura, sendo ideal para quem quer combater celulite, gordura localizada, flacidez, irregularidades no corpo pós-lipoaspiração, tratar estrias e cicatrizes. 

Dentre as áreas mais comuns, a aplicação é comumente realizada em áreas como as nádegas, coxas, barriga, flancos e braços.

A carboxiterapia pode ser feita no rosto também

 

É um tratamento seguro?

Utilizada desde 1922 para o tratamento de pessoas com problemas de vascularização, a carboxiterapia é um procedimento seguro e que oferece baixos riscos aos pacientes. 

Em geral, a técnica apresenta um desconforto tolerável, que pode persistir até 20 minutos após a aplicação, sendo que depois desse período o ardor tende a desaparecer.

Quem pode realizá-lo?

A carboxiterapia é recomendada para todos que possuam insatisfações estéticas e desejam corrigi-las ou amenizá-las sem precisar se submeter à uma cirurgia plástica. 

No entanto, o tratamento é contraindicado para pessoas com insuficiência respiratória grave, insuficiência renal ou cardíaca, hipertensão arterial não controlada, trombose arterial e gestantes. 

Dicas e recomendações

Para quem pretende ou já realizou o procedimento, é importante saber que para obter melhores resultados, evitar a exposição solar durante o tratamento e utilizar protetores e hidratantes é fundamental. 

Além disso, aliar os benefícios da carboxiterapia uma boa alimentação e outros procedimentos estéticos como o microagulhamento, preenchimentos e até mesmo o botox é indispensável para garantir uma maior satisfação estética.

Agende agora a sua consulta!

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).