11 3285-6412
Dra. Luciana L. Pepino / Diretora Técnica Médica
CRM/SP: 106.491 RQE: 25827
Segunda a Sexta-Feira
das 10h às 19h

Preenchimento cutâneo: você sabe o que é?

Saiba o que é preenchimento cutâneo

Tipos de preenchimento facial amenizam diferentes sinais da idade, como flacidez, rugas e sulcos!

O preenchimento cutâneo é um tipo de procedimento estético que visa o rejuvenescimento facial amenizando sinais de envelhecimento como sulcos, rugas, vincos e flacidez.

Para obter esse tipo de resultado é usada uma substância preenchedora que promove um aumento do volume no local no qual é aplicada.

Existem diversos tipos de preenchimento cutâneo, sendo que a definição da técnica mais adequada depende dos anseios da paciente e sinais de envelhecimento presentes na face.

Quais os opções de preenchimento cutâneo?

Destaca-se que, independentemente do tipo de preenchimento cutâneo escolhido, é fundamental que a paciente seja avaliada e realize a técnica com um cirurgião plástico de confiança. Saiba mais a seguir!

Preenchimento facial com ácido hialurônico

Entre as técnicas de preenchimento cutâneo mais conhecidas destaca-se a aplicação de ácido hialurônico.

Essa substância atrai moléculas de água para região da aplicação auxiliando na hidratação e aumento do volume, sendo recomendada para preenchimento labial e amenização de sulcos faciais, como o bigode chinês.

MD Codes

Também utilizando o ácido hialurônico, a técnica do MD Codes inclui um mapeamento da face para identificar os pontos de envelhecimento que exigem aplicação da substância para melhorar a sustentação do rosto.

Como resultado, a paciente pode melhorar diversas marcas de envelhecimento facial e obter um rosto mais jovem, harmônico e natural.

Fios de Sutura Silhouette

O preenchimento cutâneo com Fios de Sutura Silhouette é conhecido também como fios de sustentação ou lifting com fios. Nessa técnica são utilizados fios de ácido polilático que contém cones para tração no tecido subcutâneo.

A substância age estimulando a produção de colágeno que influencia a sustentação e firmeza da pele, promovendo um efeito lifting e amenizando rugas e flacidez facial.

Sculptra

Tratamento realizado com o ácido polilático, no Sculptra a substância estimula a produção de colágeno em decorrência da ação dos fibroblastos.

A técnica é outro tipo de preenchimento e ajuda a obter um contorno facial mais agradável e também amenizar a flacidez cutânea, ajudando a combater os efeitos do envelhecimento.

Lifting com fios de PDO

Outra opção de tratamento estético com fios é Lifting com fios de PDO (polidioxanona). Ele também é recomendado para amenizar a flacidez facial ao estimular a produção de colágeno.

Bioplastia

Técnica de preenchimento usando o PMMA (polimetilacrilato), um gel composto por micropartículas de acrílico, a bioplastia é indicada preencher sulcos, dar volume aos lábios ou modelar a face.

É fundamental que a técnica seja executada por um cirurgião plástico de confiança devido aos riscos do uso excessivo da substância ou da má aplicação.

Mulher realizando preenchimento cutâneo

Lipoenxertia

Um preenchimento cutâneo definitivo é a lipoenxertia, no qual o tratamento é realizado utilizando gordura autógena. Ela é lipoaspirada de locais nos quais está em excesso, purificada e aplicada nos locais do tratamento.

Parte da gordura reaplicada é reabsorvida pelo organismo, mas a técnica é recomendada para tratar sulcos faciais, aumentar o volume labial ou o contorno da face.

Quais os cuidados após o preenchimento cutâneo?

Verifica-se, portanto que são diversas as opções de preenchimento cutâneo que variam de acordo com as demandas da paciente e os objetivos com a intervenção estética.

Em geral, o preenchimento pode ser complementado com aplicações de toxina botulínica (Botox) que ajudam a amenizar as rugas dinâmicas causadas pelas expressões faciais ao bloquear temporariamente os movimentos musculares.

Apenas com a avaliação do cirurgião plástico será possível determinar qual a técnica mais adequada e possíveis associações com outros procedimentos.

Além disso, é fundamental que a paciente adote os cuidados adequados na recuperação que, em geral, incluem:

  • evitar coçar ou esfregar a região na qual ocorreu a aplicação;
  • não se expor ao sol nos dias seguintes e sempre usar protetor solar;
  • não fazer massagens faciais logo em seguida;
  • esperar que o inchaço e hematomas desapareçam sozinhos;
  • não usar maquiagem pesadas nos dias seguintes ao tratamento.

Como o preenchimento cutâneo é normalmente realizado com anestesia tópica não é necessário que a paciente fique de repouso.

Para maior segurança do tratamento, a recomendação é que antes da aplicação da substância seja realizado um teste de alergia para evitar complicações posteriores.

Apesar de ser seguro e consideravelmente rápido, a realização do preenchimento cutâneo deve ser feita por um especialista devidamente habilitado e com experiência na técnica e manuseio da substância.

A escolha do cirurgião plástico responsável influencia a segurança da técnica, definição do procedimento mais compatível às necessidades da paciente e resultados alcançados.

Portanto, avalie a qualificação do cirurgião escolhido, a infraestrutura da clínica médica e a procedência das substâncias usadas no tratamento.

 

Agende agora a sua consulta!

 

Saiba que todo procedimento envolve riscos. Consulte sempre um médico.

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).