11 3285-6412
Dra. Luciana L. Pepino / Diretora Técnica Médica
CRM/SP: 106.491 RQE: 25827
Segunda a Sexta-Feira
das 10h às 19h

Como é o pós-operatório de uma lobuloplastia?

Dicas para cuidados na lobuloplastia

A lobuloplastia, cirurgia plástica para correção do lóbulo rasgado ou características inestéticas, tem uma recuperação tranquila, mas demanda acompanhamento médico 

A lobuloplastia é uma cirurgia plástica indicada para correção das insatisfações estéticas relacionadas ao lóbulo da orelha. Especialmente para casos de lóbulo rasgado, que comprometem o bem-estar e a autoestima das pacientes.

As alterações estéticas no lóbulo podem ocorrer devido ao uso de alargadores e brincos pesados. Pode-se formar um orifício excessivamente grande e inestético ou mesmo ter o lóbulo rasgado pelo uso de brincos ou mesmo de acidentes, como o brinco enroscar na roupa.

Independente da motivação, a lobuloplastia é indicada para todos esses casos e viabiliza a reconstrução estética do lóbulo para que ele fique de um tamanho harmonioso com as características da paciente.

Como é o pós-operatório da lobuloplastia?

O pós-operatório da lobuloplastia depende diretamente da qualidade do pré-operatório incluindo consultas com um cirurgião plástico de confiança e exames pré-cirúrgicos que assegurem que o paciente está em bom estado de saúde.

No procedimento cirúrgico, o especialista faz a remoção do excesso de pele, se necessário, e sutura o orifício para que ele fique totalmente fechado e estéticamente mais agradável.

A lobuloplastia é um procedimento simples que pode ser realizado em ambiente ambulatorial utilizando apenas anestesia local. A paciente recebe alta algumas horas após a cirurgia e pode retomar as atividades diárias normalmente.

Apesar de o pós-operatório da lobuloplastia ser relativamente tranquilo, algumas recomendações são importantes, incluindo:

  • manter o curativo na região operada por cerca de dois dias após a realização do procedimento;
  • evitar a exposição solar por cerca de 30 dias, pois pode comprometer a cicatrização e formar manchas no local;
  • procurar o cirurgião plástico com urgência caso identifique alterações no pós-operatório, como dor persistente, sangramentos e febre local;
  • evitar atividades físicas de contato para que não haja impacto na região que possa causar uma lesão, como o rompimento dos pontos;
  • tomar apenas a medicação prescrita pelo médico, se for o caso;
  • retornar ao médico para a remoção dos pontos cirúrgicos, o que pode ocorrer cerca de 10 dias após o procedimento.

Portanto, o pós-operatório da lobuloplastia não é muito restritivo, de forma que a paciente possa seguir com suas tarefas normalmente, apenas com um cuidado adicional com a orelha no primeiro mês.

Principais cuidados depois de fazer lobuloplastia

 

Uma dúvida comum das pacientes é se elas poderão voltar a ter furos na orelha e usar brincos. Em geral, é sim possível que novos furos sejam feitos, mas deve-se aguardar a recuperação do quadro, o que pode levar cerca de 30 dias.

É importante que haja o acompanhamento do cirurgião plástico que poderá indicar quando é o melhor momento para fazer novos furos na orelha. Além disso, ele irá indicar um local fora da parte operada do lóbulo.

Com essas recomendações, a paciente tem a segurança de um pós-operatório mais satisfatório e resultados estéticos mais adequados, minimizando as chances de abertura dos pontos ou complicações.

Apesar de ser um procedimento simples e com pós-operatório tranquilo, a lobuloplastia deve ser realizada por um cirurgião plástico de confiança que terá melhores condições de avaliar o quadro e executar o procedimento cirúrgico. Agende sua consulta aqui!

Saiba que todo procedimento envolve riscos. Consulte sempre um médico.

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).