Saiba Como Usar o Sutiã Pós-Cirúrgico e Qual a Importância!

Entenda como utilizar o sutiã pós-cirúrgico e por que é tão importante para o resultado da cirurgia plástica

Os cuidados de pós operatório são tão importantes quanto o procedimento cirúrgico para a obtenção do melhor resultado esperado, especialmente nas cirurgias plásticas. São eles que farão com que todo o trabalho do cirurgião dentro do centro cirúrgico se transforme no esperado após a recuperação e resposta do corpo.

Em cirurgias de mama, é natural que haja ansiedade para conferir os resultados e exibir decotes, andar sem sutiãs e todos as vontades que novos seios trazem. Mas um pouco de paciência é necessária! Tanto na mamoplastia de aumento quanto na de redução, o sutiã pós-cirúrgico ocupa papel essencial nos cuidados de recuperação e seu uso correto interfere diretamente na obtenção dos melhores resultados.

  • Para que serve o sutiã pós-cirúrgico?

O sutiã cirúrgico oferece sustentação reforçada às mamas recém operadas, para que não haja flacidez, para que os músculos se adaptem e para que as suturas não cedam e permaneçam bem estáveis. Ele auxilia inclusive na cicatrização, já que quanto menor a mobilização e mais estável permanecerem as incisões, mais rápida e eficiente será a cicatrização, além de ter menos riscos da formação de queloides e outras cicatrizes mais visíveis.

Além disso, a compressão feita por esses sutiãs ajuda a diminuir o edema (inchaço) existente na região, normal após o procedimento.

O uso do sutiã compressivo também é de extrema importância para a manutenção da prótese no lugar durante o período pós-operatório e faz parte das medidas que deixarão as mamas “empinadas” de acordo com o desejo da paciente.

Todas essas medidas fazem parte do somatório do trabalho do cirurgião com o comprometimento da paciente, e juntos trarão o resultado desejado na figura do corpo e veja o tamanho do impacto da cirurgia plástica na autoestima.

  • Quando e por quanto tempo ele deve ser utilizado?

O sutiã pós-cirúrgico deve ser utilizado o dia todo, inclusive para dormir, podendo ser retirado apenas para tomar banho. Essas medidas são importantes para a estabilidade da prótese e manutenção dos resultados da cirurgia. Por isso, é recomendado que a paciente tenha mais de um e utilize todo o tempo até liberação médica.

O tempo para o uso do sutiã pós-cirúrgico é de pelo menos um mês. Contudo, é recomendado que no segundo mês ainda se utilize sutiãs sem arames, com poucas ou nenhuma costura e que possuam boa sustentação. Após esse período, normalmente, a paciente está liberada para usar qualquer modelo que desejar ou até mesmo não utilizar sutiãs.

  • E o que um sutiã pós-cirúrgico deve ter?

Existem alguns atributos básicos para essa peça, são eles:

– Abertura frontal: como no pós operatório a paciente fica impossibilitada de fazer movimentos amplos, como levantar ou esticar os braços para trás, é importante que, para seu conforto e independência, haja a abertura na frente.

– Não ter aros: além de machucar, os aros podem deformar e até deslocar a prótese.

– Tecido de boa qualidade: para evitar alergias, absorver o suor e manter a mama seca caso haja transpiração.

– Alças de ajuste na frente: pelo mesmo motivo da abertura frontal, é importante que a paciente possa deixar o sutiã o mais confortável e ajustado possível, dentro de suas capacidades de movimentação.

  • Como escolher o sutiã pós-cirúrgico?

O modelo e intensidade da compressão exercida pelo sutiã pós-cirúrgico devem ser escolhidos e ajustados conforme orientação médica e, como quase tudo na medicina, varia de paciente para paciente. Fatores que irão interferir na escolha incluem o tamanho das próteses, idade da paciente, aspecto das mamas antes da operação, entre outros fatores individuais.

Mulheres com seios pequenos e sem flacidez e que realizaram colocação de prótese possuem menor risco para a queda das mamas do que, por exemplo, mulheres com mamas volumosas que realizaram lifting de mamas com colocada ou não de prótese. Se você está incomodada com seus seios, a mastopexia proporciona a correção da flacidez, entenda mais.

Ainda assim, o uso do sutiã pós-cirúrgico é indicado para ambas! As diferenças individuais, grau de compressão, tamanho, tempo de uso e demais orientações serão conversados individualmente em consultório e orientados pelo seu cirurgião.

  • Que outros cuidados pós-operatórios devo me preocupar?

Outros cuidados de recuperação que entram em conjunto com o sutiã para um bom resultado do procedimento são:

– Evitar esforços físicos, especialmente nos primeiros 15 dias. Após 30 dias os exercícios podem ser gradualmente retomados, contudo atividades como natação, vôlei e musculação só poderão ser realizadas após 90 dias.

– Não erguer os braços acima da cabeça ou realizar movimentos bruscos com os braços e não dormir de bruços pelo menos durante o primeiro mês.

– Não dirigir antes de 3 semanas.

– Evitar exposição solar, já que ela interfere diretamente na cicatrização, podendo deixar as cicatrizes escurecidas e visíveis caso não haja cuidado.

– Dependendo das orientações médicas, podem ser realizadas também sessões de drenagem linfática para auxiliar na redução de edema. Conheça outros tipos de cirurgia plástica que podem ser a solução do seu problema.

– Sempre voltar ao consultório para curativos subsequentes e controle pós-operatório nos dias e horários estipulados por seu médico.

Pretende realizar uma cirurgia de mamoplastia de aumento? Acesse o nosso e-book e desvende mitos e verdades  sobre as próteses  mamárias aqui.

Tem mais alguma dúvida sobre a importância do sutiã pós-cirúrgico? Deixe seu comentário e compartilhe com a gente!

Mitos e Verdades sobre protese mamaria

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).
WhatsApp Clique aqui e fale conosco via WhatsApp