11 3285-6412
Dra. Luciana L. Pepino / Diretora Técnica Médica
CRM/SP: 106.491 RQE: 25827
Segunda a Sexta-Feira
das 10h às 19h

Abdominoplastia com ou sem lipo: qual são os principais riscos?

abdominoplastia com ou sem lipo

Você que está interessada em fazer uma cirurgia plástica, muitas vezes, termina por adiar esse sonho por conta das dúvidas sobre os riscos da abdominoplastia com ou sem a lipo, não é mesmo? De fato, é muito importante que você tenha ciência dos riscos de uma abdominoplastia, especialmente quando ela é realizada junto com uma lipoaspiração. Isso porque somente depois de ter conhecimento dos fatores de risco que será possível tomar uma decisão mais consciente e segura.

Pensando nisso, vamos apresentar quais são os principais riscos da abdominoplastia com ou sem lipo. Prossiga com a leitura e saiba mais!

Ter cicatrizes mal acabadas na área operada

A abdominoplastia deixa, sim, uma cicatriz e esse é o preço a ser pago para ter uma barriga lisa e sem gordurinhas sobrando. A grande questão é que, quando a operação é feita por um profissional experiente, ele saberá fazer um acabamento adequado na hora de costurar a pele, de modo que:

  • a cicatriz não fique torta;
  • não apresente pele sobrando;
  • não tenha uma superfície muito irregular;
  • possa sarar da melhor maneira possível.

Desenvolver uma infecção na região da cicatriz

Outro risco relacionado à abdominoplastia com ou sem lipo é a possibilidade de a cicatriz infeccionar e apresentar pus ou dificuldade para curar de maneira adequada. Esse risco está muito atrelado à falta de precauções de higiene pela equipe médica, incluindo o cirurgião e os enfermeiros que cuidaram da paciente no período pós-cirúrgico.

Por essa razão, mais uma vez fica evidente a importância de pesquisar com cuidado o cirurgião plástico que fará a sua operação, assim como o estabelecimento na qual ela será realizada.

Apresentar retenção de líquido em excesso na cicatriz

Quando a paciente se submete a uma cirurgia do porte da abdominoplastia, é necessário que ela siga atentamente alguns protocolos recomendados pelo cirurgião, a fim de que tudo corra bem depois do procedimento estético.

Uma das medidas que deverão ser adotadas diz respeito ao uso da cinta e a realização de algumas sessões de drenagem linfática. Ambas com o objetivo de impedir o acúmulo de líquidos na cicatriz. Outro cuidado é o de dormir com a barriga para cima até que os pontos sejam retirados e a região operada esteja totalmente cicatrizada.

Na realidade, todos esses riscos que apresentamos podem, sim, ser agravados se a cirurgia for realizada junto com uma lipoaspiração. Contudo, apesar disso, não significa que defendemos que a abdominoplastia nunca seja realizada em conjunto com a lipo. Essa decisão deve ser tomada de acordo com cada situação e sempre em conjunto com o cirurgião plástico.

Justamente por isso que é fundamental conversar bastante com o médico antes de realizar o procedimento e dar preferência a profissionais especializados no segmento de cirurgias plásticas.

Como vimos, a abdominoplastia com ou sem lipo apresenta alguns riscos, mas essas circunstâncias não devem afastá-la da decisão de realizar a cirurgia e, sim, devem fazê-la buscar profissionais com boa reputação no mercado.

Agora que você já sabe quais são os principais riscos de realizar uma abdominoplastia, entre em contato com a clínica da Dra. Luciana Pepino e agende a sua consulta de avaliação.

Saiba que todo procedimento envolve riscos. Consulte sempre um médico.

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).