Tudo que você precisa saber antes de realizar uma cirurgia íntima

Dicas sobre cirurgia de ninfoplastia

Ninfoplastia deixa de ser tabu e mais mulheres recorrem à técnica de redução dos pequenos lábios vaginais

A cirurgia de ninfoplastia não é mais um tabu, sendo que cada vez mais o procedimento é realizado por mulheres que têm alguma insatisfação estética ou funcional na área íntima.

A cirurgia plástica que visa a redução dos pequenos lábios vaginais, estruturas que protegem a entrada da vagina. O procedimento também pode promover mudanças de tamanho e formato nos grandes lábios.

A seguir conheça quais são as indicações do procedimento e também como a cirurgia íntima é realizada.

Quais as indicações da cirurgia íntima?

As indicações da cirurgia de ninfoplastia são subjetivas, pois o procedimento pode atender demandas estéticas, funcionais ou mesmo um incômodo psicológico.

Em geral, quando os pequenos lábios são excessivamente grandes, a mulher pode sentir incômodos que prejudicam sua vida sexual, como ter vergonha do parceiro ou sentir dor no momento das relações.

Uma das ocorrências é quando os pequenos lábios se dobram durante a penetração, causando dor durante a relação e podendo provocar lesões.

Outra ocorrência é a dificuldade de higienização na qual há o acúmulo de secreções que pode favorecer infecções constantes, como a candidíase.

Mesmo quando essas ocorrências não são relatadas pela paciente, ela pode ser apta a realizar a cirurgia de ninfoplastia se estiver incomodada esteticamente ou emocionalmente com a aparência da região íntima.

A ninfoplastia não tem contraindicações absolutas, no entanto, a indicação do procedimento deve ser avaliada pelo especialista em casos de doenças crônicas, como diabetes, hipertensão e insuficiência cardíaca.

Caso haja alguma infecção ativa no local ou corrimento é importante realizar o tratamento ginecológico antes de se submeter à cirurgia plástica.

Uma dúvida comum das pacientes é quando o tamanho dos pequenos lábios é exagerado e quanto do tecido deverá ser removido.

Entre os especialistas, uma forma de avaliar esse aspecto é identificando se, na posição normal em pé, os pequenos lábios ficam sobressalentes em relação aos grandes lábios.

Destaca-se que mesmo se esse método de avaliação for utilizado, a mulher não precisa submeter-se à cirurgia se não tiver nenhum incômodo, pois a condição não gera problemas funcionais.

A redução dos pequenos lábios não pode ser demasiada, pois ele tem a função de proteger a vagina.

Como a cirurgia de ninfoplastia é realizada?

A realização da cirurgia de ninfoplastia tem início com a aplicação da anestesia que pode ser raqui ou peridural com sedação.

O cirurgião plástico faz uma incisão para remoção da quantidade excedente dos pequenos lábios e faz a reconstrução das estruturas, deixando-as esteticamente agradáveis. Normalmente, utilizam-se pontos absorvíveis para fechar a incisão.

Em alguns casos, o cirurgião plástico pode recomendar alterações estéticas nos grandes lábios, como se eles forem demasiadamente grandes.

Nesse caso, se a paciente desejar a redução, é possível alcançar esse resultado a partir de uma lipoaspiração na parte interna deles.

Outra indicação comum é se os grandes lábios tiverem uma aparência flácida e murcha. Nesse caso, pode ser indicada uma lipoenxertia usando gordura autógena (da própria paciente).

Com a enxertia, os grandes lábios ficam com uma aparência mais cheia e esteticamente agradável.

A cirurgia íntima tem duração média de 40 a 90 minutos, no entanto, pode ser mais demorada caso sejam realizadas técnicas associadas.

Cirurgia de ninfoplastia recomendações

Como é o pós-operatório?

A alta hospitalar depende da anestesia usada no procedimento, mas em alguns casos a paciente pode ir para casa no mesmo dia.

Apesar de a alta ser rápida caso não haja complicações durante a cirurgia, os cuidados pós-operatórios são essenciais para os resultados definitivos. A recuperação inclui:

  • fazer repouso de dois a três a três dias;
  • fazer compressas frias na área operada;
  • fazer a limpeza da região íntima apenas com água morna e sabonete;
  • usar a medicação recomendada pelo médico, como antibióticos e anti-inflamatórios;
  • planejar a cirurgia para que a recuperação não coincida com o período menstrual, mas usar absorventes internos se necessário;
  • não fazer exercícios físicos por três semanas;
  • usar peças íntimas e roupas leves e largas, que não causem atrito e permitam a transpiração do local;
  • tomar banhos mornos;
  • esperar entre 30 e 40 dias para retomar as relações sexuais verificando se os pontos estão firmes.

As mudanças na sensibilidade da região operada são perceptíveis nos 30 primeiros dias, no entanto, posteriormente à cicatrização ela volta ao normal.

As cicatrizes da cirurgia de ninfoplastia são bastante discretas, mas a aparência final delas depende da adoção dos cuidados apropriados no pós-operatório.

É essencial escolher um cirurgião plástico de confiança e membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP).

Opte por um profissional com o qual você sinta-se à vontade para conversar e esclarecer todas as dúvidas antes da realização do procedimento.

 

Agende agora a sua consulta!

 

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).

Deixe aqui seu comentário

*

WhatsApp Clique aqui e fale conosco via WhatsApp