11 3285-6412
Dra. Luciana L. Pepino / Diretora Técnica Médica
CRM/SP: 106.491 RQE: 25827
Segunda a Sexta-Feira
das 10h às 19h

Bioplastia – o que é e quando fazer

Você sabe o que é a bioplastia?

Entenda o que é bioplastia e saiba o momento certo de recorrer ao procedimento 

A técnica utilizada para este procedimento não se utiliza de bisturis e não é considerada uma cirurgia, sendo conhecida por ser uma estratégia pouco invasiva para a mudança de características físicas.  

O objetivo da bioplastia é, muitas vezes o de recuperar a juventude e a aparência mais jovem da pele, esticando e repondo o colágeno em áreas específicas. Saiba o que é bioplastia e quais as suas aplicações a seguir:

O que é bioplastia e como é feita

As mudanças prometidas por este procedimento usam o PMMA, substância sintética constituída por microesferas de acrílico não absorvível pelo organismo, para preencher partes do corpo e moldar o visual do local em que foi aplicado. 

Mas cuidado! A não absorção do material, faz com que a técnica não seja facilmente revertida, ok? É importante que seja realizada por uma pessoa capacitada e experiente. 

Agora que já sabemos o que é bioplastia, podemos passar a entender melhor os processos da bioplastia em si. Considerada um tratamento estético de procedimento ambulatorial, ou seja, não é necessária internação ou sedação para realizá-lo, apenas uma anestesia local. 

Após a consulta para análise das necessidades do paciente, o médico fará marcações que pré-estabeleçam orientações para a aplicação do PMMA.

A Técnica de Preenchimento Profundo leva aproximadamente 40 minutos para a aplicação e todo o procedimento é realizado sem cortes.

O que acontece é que por meio de tubos menores do que 0,5mm o preenchimento da pele é realizado de um modo que evite qualquer tipo de lesões subcutâneas. A precisão é incrível e você ficará totalmente consciente durante o processo.

Para quem a bioplastia é indicada?

Tipos de bioplastia

Além das dúvidas sobre o que é bioplastia, é comum que não saibamos as regiões em que ela pode ser aplicada. A verdade é que existem inúmeras localidades do corpo que podem usufruir de seus benefícios. É possível aplicar a técnica até mesmo para preencher o dorso das mãos, amenizando a aparência envelhecida, ou aumentar os glúteos e as panturrilhas.

Correção do queixo e maxilar, ampliação das maçãs do rosto, aumento de lábios e correção de cicatrizes são os tipos mais comuns de aplicação do PMMA. É possível fazer mudanças na aparência do contorno do nariz e remodelar as estruturas faciais como um todo.

Indicações

Essas alterações nos aspectos visuais do rosto e do corpo podem ser grandes aliados da autoestima de pessoas que por causa da sua aparência se sentem inseguras e com problemas de socialização.

Mas se enganam quem acredita que a bioplastia é um procedimento exclusivamente estético.

Corrigir imperfeições de nascença, traumas físicos causados por doenças, como a lipoatrofia facial, e amenizar a ação do tempo na pele de pessoas com mais idade são exemplos de aplicações que podem melhorar a percepção de pessoas sobre elas mesmas e o mundo a sua volta.

Agende uma avaliação presencial com a Dra. Luciana Pepino para saber quais as melhores as aplicações da bioplastia para os seus problemas específicos e corrija imperfeições estéticas que te incomodam com segurança.

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).