Menu

Conheça as 07 dietas mais loucas feitas pelas famosas que você não deve copiar!

Comer como um passarinho, trocar refeições por limonada com pimenta e beber mais vinho do que o limite seguro estão entre as loucuras que as famosas já fizeram para emagrecer

Quando se fala em dieta para emagrecer, todo mundo conhece uma dica para acelerar a perda de peso ou sentir menos fome. Porém, essas dicas muitas vezes se tornam dietas malucas que caem nas graças das famosas, mas que na verdade são bastante perigosas.

Hoje, nós vamos conversar sobre algumas das dietas mais loucas já feitas pelas celebridades, mas desde já você deve saber que elas não são recomendadas para ninguém, pois são muito restritivas, podem causar problemas de saúde e levar ao efeito sanfona, ok? Confira:

1.Dieta do ovo cozido – Nicole Kidman

Antes considerado vilão do colesterol, o ovo hoje é visto como grande aliado na hora de fazer uma dieta para emagrecer. E, realmente, esse alimento é rico em proteínas de alta qualidade, sais minerais, como cálcio, ferro e zinco, e vitaminas A, E e do complexo B.

Porém, suas vantagens se perdem quando ele é consumido em uma dieta maluca, como a de Nicole Kidman, que consistia em comer apenas ovos cozidos (1 no café e 2 ou 3 no almoço e no jantar) para perder muitos quilos antes de gravar o filme “Cold Mountain”.

O problema é que cada ovo cozido tem 200 mg de colesterol, e uma dieta como essa levaria ao consumo de 1.400 mg dessa gordura por dia – quando o limite máximo diário é de 300 mg.

nicole kidman dieta das famosas

2.Dieta do passarinho – Victoria Beckham

Victoria Beckham volta e meia chama atenção por sua aparente magreza excessiva, fazendo muita gente se perguntar se ela está doente. Não podemos afirmar nada sobre a saúde dela, mas podemos dizer que a dieta do passarinho, supostamente adotada por ela, não é nada boa.

Essa dieta consiste em consumir apenas grãos e sementes, como soja, gergelim, linhaça e chia. Apesar de esses alimentos oferecerem vários benefícios, essa dieta é pobre em proteínas, carboidratos e vitaminas, levando facilmente à perda muscular e à fraqueza.

Você também pode gostar de: Descubra a importância dos grãos para a sua alimentação!

3.Dieta do morango e edamame – Victoria Beckham

Mais uma dieta para emagrecer supostamente feita pela ex-Spice Girl: desta vez, os rumores dizem que ela se alimentava de morangos e edamame (grão de soja verde dentro da vagem) à vontade, um shake de algas, uvas congeladas, um cupcake e duas a três taças de vinho por dia.

Os morangos, o edamame e as uvas realmente oferecem muitos antioxidantes e vitaminas, e as algas podem ajudar a controlar a fome. Porém, uma dieta tão restritiva certamente não é recomendada – fora que esse consumo de álcool já oferece riscos de acordo com a OMS.

4.Dieta do Martini – Eva Longoria e Kate Beckinsale

Diferente da dieta de Victoria Beckham, que incluía o vinho, a dieta do Martini não prevê o consumo de álcool – embora você possa fazê-lo se ele couber nas suas três refeições diárias, que devem ter 90 ml cada uma (o tamanho de uma taça desse drink, por isso o nome).

Os sites especializados em famosos dizem que as atrizes Eva Longoria e Kate Beckinsale já seguiram essa dieta, mas não há comprovação.

De qualquer forma, nós de forma alguma recomendamos a dieta do Martini, pois é praticamente impossível fornecer ao organismo tudo o que ele precisa para manter seu bom funcionamento com apenas 270 ml de comida.

Não deixe de ver: 07 frutas e vegetais que são vilões de qualquer dieta!

5.Dieta Master Cleanse – Beyoncé

Quando ficamos sabendo que a diva Beyoncé adotou essa dieta para emagrecer, muitas de nós se sentem tentadas a seguir o exemplo, mas isso pode ser um grande engano. Esse é o caso da dieta Master Cleanse, que ofereceria efeito de detox.

Para isso, Beyoncé teria passado 14 dias substituindo as refeições por um suco de limão com pimenta-caiena e xarope de bordo (maple), tomando água morna com sal ao acordar e consumindo laxantes antes de dormir.

Como você pode imaginar, uma dieta como essa não oferece nem o mínimo que o corpo precisa, fazendo com que ele entre em uma espécie de modo de economia de energia. Assim, quando você voltar a comer normalmente, vai ganhar todo o peso de novo.

6.Dieta das 600 calorias – Angelina Jolie

Outra famosa que vive chamando atenção por uma suposta magreza excessiva é Angelina Jolie. Em 2011, por exemplo, a atriz de 1,72 metro teria chegado a pesar 44 kg depois de seguir uma dieta de 600 calorias diárias.

Para isso, ela consumiria uma colher de óleo de coco e um punhado de cereais no café da manhã, duas xícaras de cereais com leite durante o dia e um bife pequeno com uma taça de vinho tinto no jantar.

Consumindo um número tão baixo de calorias, qualquer pessoa poderia emagrecer. Porém, também é muito fácil desenvolver problemas de saúde pela falta de nutrientes e entrar em modo de privação, o que fará o organismo armazenar tudo o que for possível.

7.Papinha de neném – Reese Whiterspoon e Jennifer Aniston

É consenso entre os especialistas em nutrição que cada fase da vida precisa de uma dieta diferente. Apesar disso, as atrizes Reese Whiterspoon e Jennifer Aniston aparentemente não deram muita bola para essa recomendação e apostaram na dieta da papinha de neném.

Nesse caso, a dieta consiste em trocar as refeições por um pote de papinha industrializada. Contudo, a alimentação recomendada para um bebê certamente não é suficiente para uma pessoa adulta, o que pode levar a problemas de saúde.

jennifer aniston dieta das famosas

Essas papinhas são pobres em proteínas e ricas em carboidratos, o que faz com que elas sejam absorvidas muito rapidamente, favorecendo o aumento do apetite e o acúmulo de gordura na barriga – tanto que muitas pessoas consideram que elas não são adequadas para os bebês.

A dieta para emagrecer não deve ser restritiva

Além de ser um problema estético, o sobrepeso e a obesidade favorecem o surgimento de muitas doenças, como diabetes, síndrome metabólica, alguns tipos de câncer e complicações cardíacas.

Entretanto, o emagrecimento não deve ser buscado a qualquer custo por meio das dietas malucas, mas sim por um programa sério de reeducação alimentar associado com a prática de exercícios físicos, orientado por um nutricionista ou nutrólogo.

Você já fez alguma dieta maluca? Quais foram as consequências? Deixe sua resposta nos comentários e aproveite para conhecer a Dra. Luciana Pepino!

  • 6
    Shares