11 3285-6412
Dra. Luciana L. Pepino / Diretora Técnica Médica
CRM/SP: 106.491 RQE: 25827
Segunda a Sexta-Feira
das 10h às 19h

5 truques infalíveis para manter a pele jovem por mais tempo

dicas para pele saudavel

Envelhecer é natural e inevitável, mas você pode retardar os efeitos da passagem do tempo ao adotar alguns hábitos. Faça a sua parte para manter a pele jovem.

 

Todo mundo sabe que o tempo vai passar e que não vamos ter pele de bebê para sempre. É inevitável que nossa pele se modifique com o passar dos anos, passando a apresentar alguns sinais como rugas e manchas, além de perder um pouco de sua firmeza e elasticidade.

Mas isso não significa que devemos simplesmente esperar o tempo passar sem fazer nada! Existem sim alguns hábitos simples que você pode seguir para conservar sua pele jovem por mais tempo. Veja só:

 

  1. Usar filtro solar diariamente

Além de causar queimaduras doloridas, a radiação solar é um dos principais fatores que contribuem para o envelhecimento da pele.

O sol faz tão mal à cútis que seus efeitos podem ser comparados às consequências do consumo de tabaco.

A pele que envelhece devido aos efeitos nocivos do sol tem uma aparência diferente daquela que envelheceu devido à passagem natural do tempo, sendo mais áspera e espessa, com uma textura nodular, muitas manchas e rugas bastante acentuadas.

 

Isso sem falar que os raios UVA também aumentam o risco de surgimento de um câncer de pele por favorecer a formação de radicais livres.

Dessa forma, é necessário utilizar um filtro solar diariamente, mesmo nos dias frios ou nublados ou quando vamos permanecer em ambientes fechados, pois a radiação atravessa nuvens e janelas.

Para o rosto e pescoço, o recomendado é aplicar uma 1 colher de chá de filtro solar com FPS de no mínimo 30. É necessário reaplicar o filtro no decorrer do dia para manter seu efeito protetor.

 

  1. Jamais dormir usando maquiagem

Muitas pessoas acreditam que a maquiagem em si envelhece, mas isso não é verdade. Dependendo de sua composição, os produtos podem até ajudar a proteger a pele contra o envelhecimento – principalmente aqueles que contêm filtro solar, como algumas bases.

Porém, o que realmente pode acelerar o envelhecimento é o fato de dormir de maquiagem. Esse hábito facilita o surgimento de manchas e alergias, pois os produtos podem entupir os poros e impedir a pele de respirar.

Além disso, se considerarmos o em médio prazo, dormir de maquiagem pode causar alterações na textura da pele, favorecendo o surgimento das rugas e contribuindo para uma aparência mais envelhecida.

Por isso, nada de preguiça! Antes de dormir, aplique um bom demaquilante e lave muito bem a sua pele, eliminando qualquer resquício de produtos cosméticos e poluição.

  • Investir na reposição de colágeno

O colágeno é uma proteína que age como uma “supercola” e tem várias funções estruturais no nosso organismo, incluindo a manutenção da firmeza e da elasticidade da pele, além de conferir força aos cabelos e unhas.

Quando chegamos aos 30 anos, a produção de colágeno começa a diminuir no nosso organismo, resultando em alterações na estrutura da pele. Em consequência, aparecem as rugas, ocorre a perda da elasticidade e a pele começa a dar sinais de flacidez.

Por isso, é essencial fazer uma suplementação de colágeno em torno dos 35 anos, de forma a repor as perdas causadas pela diminuição da produção natural.

 

O mais recomendado é consumir uma dose de 8 a 10 gramas de colágeno por dia, dependendo sempre da orientação do seu médico.

O colágeno é vendido em várias apresentações, entre elas os sachês, que já costumam vir com a dose diária recomendada e podem ser diluídos na água ou em sucos. Além disso, o colágeno em pó ajuda a aumentar a saciedade.

 

  1. Ficar longe do cigarro

Além de ser a causa principal de uma série de doenças muito sérias, como alguns tipos de câncer e enfisema, o cigarro é um agente que colabora muito para o envelhecimento da pele.

Isso acontece porque suas substâncias nocivas reduzem o fluxo sanguíneo na pele, prejudicando a oxigenação e resultando na formação das rugas e no acúmulo de toxinas.

 

Ainda, o calor da chama e da fumaça do cigarro também lesiona a pele, diminuindo sua elasticidade e aumentando a tendência do surgimento de rugas ao redor da boca.

Isso sem contar que a fumaça irrita os olhos, fazendo com que o fumante pisque e cerre os olhos com maior frequência, o que favorece o surgimento dos pés de galinha.

Em geral, quem fuma costuma ter uma pele com rugas em maior quantidade e profundida do que uma pessoa que fica longe do cigarro, além de estar mais propenso ao surgimento de manchas e ao amarelamento da pele.

Recorrer aos procedimentos estéticos quando for a hora

O envelhecimento é inevitável e, mais cedo ou mais tarde, você vai se deparar com algum sinal da passagem do tempo. Se você não se sentir bem com isso, saiba que é possível recorrer aos procedimentos estéticos para suavizar esses sinais.

O Botox®, por exemplo, é excelente para o tratamento das ruguinhas que aparecem no canto dos olhos, que costumam ser as primeiras a aparecer.

O preenchimento facial, por sua vez, é indicado para preencher sulcos mais profundos e rugas permanentes, como o famoso bigode chinês.

Ainda, o preenchimento também consegue repor o volume perdido nas maçãs do rosto e nos lábios e também é capaz de corrigir olheiras profundas, que podem dar um ar meio cadavérico ao rosto.

 

Se o seu problema são as manchas, é possível fazer um tratamento com peelings, que também podem suavizar algumas rugas e cicatrizes, além de melhorar a flacidez, ou então com a luz pulsada, que além de suavizar manchas ainda consegue estimular a produção de colágeno.

Todos esses são processos que não vão parar o envelhecimento, pois isso é impossível, mas eles oferecem excelentes resultados para correções temporárias, mantendo a pele jovem por mais tempo. Sempre procure um médico especialista no assunto para saber quais são as melhores opções para você.

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).
  1. Elisiane disse:

    Amei suas dicas,me preocupo muito com a beleza principalmente com meu rosto. Parabéns pelo seu trabalho. Sussesso! Abraço

  2. Giovanna disse:

    Olá.. gostaria de saber qual o tipo de protese ideial para seios pequenos.