Tinturas e tonalizantes: qual devo usar?

tintura e tonalizante

Saiba quais são as diferenças desses dois produtos que têm como objetivo deixar as madeixas mais bonitas

Os cabelos são um detalhe indispensável, onde tinturas e tonalizantes entram na lista de produtos de beleza mais necessários para dar uma reinventada no visual. O calor está quase fixando estadia e grande parte da mulherada já deve ter planos para mudar o look. Sejam madeixas em tons de loiro ou aquele tom de chocolate que é certeiro, esses produtos, por vezes, são comprados às cegas. Especialmente o tonalizante que aparenta ser o método mais fácil de coloração, pois não exige tanto o auxílio de um profissional.

As diferenças entre tinturas e tonalizantes começam na praticidade. Os tonalizantes não clareiam os cabelos e é indicado para mulheres que têm receio de mudar radicalmente a cor das madeixas, que não querem comprometer tanto a saúde dos fios ou que temem alterações drásticas. Esse produto é menos agressivo aos fios em comparação às colorações permanentes e dá vida a cor natural deles. Porém, a tonalização sai mais rápido, o que necessita uma nova aplicação em curto espaço de tempo.

No caso das tinturas, as mulheres precisam mergulhar nesse processo com mais cautela. Não basta apenas comprar o produto e levá-lo ao cabelereiro ou fazer o tingimento sozinha. É preciso levar alguns pontos em consideração, como o tom de pele e a textura dos fios. Infelizmente, não são todas que podem ter madeixas ruivas, como nem todas ficam bem com os cabelos platinados. Para evitar desastres, analise a cor da tintura e converse com um profissional para evitar resultados desastrosos.

Detalhes a se levar em conta sobre tinturas e tonalizantes

Algumas dicas sobre tinturas e tonalizantes que todo mundo precisa saber são:

• Tingir o cabelo causa uma mudança mais profunda nos fios, então, fique de olho. Sem contar que o procedimento resseca muito as madeixas, algo que não acontece com os tonalizantes;

• No caso do tonalizante, se você cuidar bem dos cabelos, a cor pode durar muito mais que até 20 lavagens;

• Antes de aplicar o tonalizante ou a tintura, faça o teste de pele para verificar se você não é alérgica ao produto;

• Além de fazer uma hidratação constante, lave as madeixas com xampu e condicionador destinados aos cabelos tingidos, pois assim evita que os fios desbotem.

As tinturas e tonalizantes ainda se diferem na questão dos retoques. A primeira mantém a cor por mais tempo, porém, precisa de muitos cuidados para que os fios fiquem bonitos com a nova tonalização. No caso do segundo, o tom sai de uma maneira uniforme a cada lavagem, algo que não acontece com a tintura que sempre deixa aquela raiz que incomoda.

Claro que os efeitos gerados por tinturas e tonalizantes dependerão do profissional escolhido. Enquanto o uso de tonalizante é visto como mais seguro de se aplicar sozinha, a tintura precisa de uma ajudinha extra. Quem opta por tingir, ainda pode se aventurar em mechas e luzes que podem ser uma forma de testar uma coloração antes de mudar o visual por completo. O tonalizante não propicia esse tipo de trabalho, porque eles causam efeitos limitados.

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).