O que é a dieta Low Carb?

Conheça a dieta Low Carb e entenda por que ela está na moda entre as brasileiras.

Desde que chegou no Brasil, a dieta Low Carb só ganha novos adeptos e já faz parte da rotina alimentar de muitos brasileiros. Essa dieta sugere, basicamente, reduzir consideravelmente a quantidade de carboidratos consumidos nas refeições do dia a dia. Atualmente, acredita-se que em uma alimentação tradicional, isto é, aquela que boa parte das pessoas ingere por dia, 55% seja composto por carboidrato. Na dieta Low Carb, o nível de carboidrato é reduzido e a alimentação diminui o índice de glicose consumido por dia. Os carboidratos são, geralmente, os mais consumidos – e gostosos – nas refeições diárias dos brasileiros, incluindo a batata, o arroz, o macarrão e os diversos pães existentes.

Nesse método de emagrecimento, o consumo de alimentos integrais é estimulado por serem ricos em fibras, além de carboidratos que tenham um índice glicêmico mais baixo, ou seja, aqueles que são absorvidos de forma mais lenta e não estimulam os picos de insulina e de glicose no organismo.

A dieta Low Carb emagrece mesmo?

Sim. Na verdade, ela trabalha com base em um processo lógico. Esse método ajuda a emagrecer pelo que citamos acima, que é o fato da dieta priorizar os carboidratos com menor índice glicêmico. Os carboidratos são ingeridos e sua glicose é utilizada pelas células para gerar energia. Quando há o excesso dessa glicose, ela será estocada como gordura e, se ela for usada antes da refeição seguinte, não haverá nenhum ganho de peso. Para que nosso organismo consiga queimar a gordura que tiver sido estocada no corpo será preciso a liberação de um hormônio que leva o nome de glucagon. É por isso que quando uma dieta é altamente rica em alimentos que contém alto índice glicêmico, os picos de insulina podem ser tão altos que o glucagon praticamente não é liberado. Sem o hormônio glucagon, a gordura excessiva do organismo será estocada no corpo e, com isso, não haverá emagrecimento.

Na dieta Low Carb, o glucagon tem mais impacto no organismo porque os alimentos que estão sendo consumidos apresentam menor índice glicêmico, o que ajuda em sua produção. Junto às proteínas e fibras, alimentos incentivados na dieta, o glucagon é ainda mais eficiente e o emagrecimento ocorre de forma natural, sem excessos ou faltas, uma vez que o carboidrato ingerido não será estocado no corpo, mas atuará na nutrição e no metabolismo do organismo. Tudo isso sem trazer quilinhos a mais!

Será que posso fazer essa dieta?

Consulte um especialista antes de qualquer coisa. Quando estamos falando de seres humanos, estamos falando de peculiaridades e condições de saúde que variam para cada tipo de organismo. Dependendo do caso, a pessoa pode ser indicada a cortar mais ou menos carboidrato. O ideal é que seu consumo não fique inferior a 20%, uma vez que os carboidratos também são importantes para a manutenção da nossa saúde. A falta de carboidrato pode trazer uma série de complicações ao organismo, sendo algumas delas: dores de cabeça, letargia, desatenção, sono excessivo, prisão de ventre, fadiga e oscilações do humor, além de deixar o corpo mais vulnerável a muitas outras doenças.

Um outro ponto importante a frisar é que uma das consequências mais comuns da falta do carboidrato é a compensação com o abuso no consumo de proteínas, o que também é arriscado para a saúde, pois uma quantidade excessiva de proteína pode comprometer o fígado e rins, deixando o corpo mais vulnerável à doenças como osteoporose ou até mesmo o câncer. Na dieta Low Carb, você pode, por exemplo, consumir mais peixes, frutas, vegetais e oleaginosas, além dos grãos e das carnes magras. Tomando os devidos cuidados durante o período de dieta e seguindo as recomendações médicas, a dieta Low Carb pode emagrecer e, em algumas mulheres, esse emagrecimento acontece de forma bem rápida. Não se deve esquecer também das atividades físicas, que além de serem importantes para a manutenção de nossa saúde física e mental, irão acelerar ainda mais o processo de emagrecimento.

 

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).