11 3285-6412
Dra. Luciana L. Pepino / Diretora Técnica Médica
CRM/SP: 106.491 RQE: 25827
Segunda a Sexta-Feira
das 10h às 19h

Rinoplastia: curiosidades e etapas do procedimento

Entenda tudo sobre a cirurgia da rinoplastia

Conheça mais a fundo a técnica utilizada na rinoplastia e as curiosidades do procedimento

A rinoplastia é considerada uma cirurgia plástica de pequeno porte e com baixo risco de consequências negativas à saúde do paciente. 

Indicada para homens e mulheres, esta cirurgia procura remodelar o nariz a partir de modificações pontuais tanto na estrutura óssea da região, quanto na cartilagem nasal. 

As motivações podem ser diversas, focando na aparência estética, em deformidades naturais ou, até mesmo, por indicação médica para quem possui dificuldade respiratória ou desvio de septo, por exemplo.

A partir desse procedimento, é possível diminuir a largura do osso nasal, modificar o posicionamento da ponta do nariz, alterar o contorno do perfil nasal, reduzir o tamanho e inserir pequenos enxertos específicos para a harmonização facial. 

Você sabia que a rinoplastia é uma prática que vem sendo desenvolvida desde o início do século 20? As evoluções ocorridas durante este período conseguiram ampliar ainda mais os seus objetivos, resultados e segurança. 

Principais curiosidades do procedimento

A rinoplastia é considerada uma das intervenções cirúrgicas com objetivos estéticos mais procuradas no Brasil, estando em 7º lugar! 

Como dito anteriormente, o desenvolvimento desta técnica vem acontecendo desde o início do século 20. Mas os registros de modificações estéticas no nariz são muito anteriores a esta data.

No Egito Antigo, 2.500 a.C, já havia médicos que faziam reparos no contorno nasal da população mais influente da sociedade.

Na última década ocorreu um aumento expressivo na procura pela cirurgia, principalmente entre 13 e 18 anos. Com 141% de crescimento na realização deste tipo de intervenção, de acordo com uma pesquisa divulgada pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP). 

As cicatrizes deixadas são imperceptíveis, sendo considerado o procedimento estético com benefícios e menor interferência na aparência da pele após a sua total cicatrização. 

Em casos de complicação, cremes com corticóide já são suficientes para a melhora estética da região.

Como é realizada a rinoplastia?

Como funciona o procedimento da rinoplastia

 

A anestesia aplicada para este procedimento é a anestesia geral. Normalmente feita através de bombas de infusão, já que facilita o retorno e a recuperação do paciente. 

Feito isso, a cirurgiã plástica escolhida para a realização da rinoplastia irá iniciar a cirurgia fazendo incisões no nariz de acordo com o objetivo principal de cada paciente. Cada profissional irá identificar a melhor técnica de acordo com as vontades e objetivos do paciente.

Técnica aberta e técnica fechada

No primeiro caso, as incisões e modificações estruturais acontecem a partir da columela nasal (região cartilaginosa localizada entre as duas fossas nasais). 

Já na rinoplastia fechada, as incisões são feitas na parte interior do nariz, sem a necessidade de haver um deslocamento da pele da região durante a cirurgia. 

Feitas as alterações, os cortes são suturados e a tala nasal é colocada para auxiliar na fixação da nova estrutura do nariz.

Saiba que todo procedimento envolve riscos. Consulte sempre um médico.

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).
  1. elaine honorato de carvalho disse:

    já fiz duas rinoplastia com o mesmo cirurgião com fratura dos ossos para juntar os ossos nasais e dois meses depois eles abrem de novo ,seria erro do cirurgião?

    • Dra. Luciana Pepino disse:

      Olá!
      O ideal é voltar em consulta com o médico responsável pelas cirurgias realizadas ou consultar-se com outro cirurgião plástico que realize o procedimento.
      Atenciosamente,
      Concierge Dra. Luciana Pepino.