(11) 3285-6412Segunda a Sexta-Feira das 10h às 19h
Clínica Especializada em Cirurgias Plásticas
  • A Clínica
  • Cirurgias
  • Procedimentos
  • Informações
  • Dicas
  • Contato
  • Blog
Agendar Consulta
retornar
Como peso e cirurgia plástica estão relacionados

Peso e cirurgia plástica: como estão relacionados?

Entenda a relação entre peso e cirurgia plástica e veja quais resultados são realmente possíveis com a intervenção cirúrgica 

Muitas pessoas têm dúvidas da relação entre peso e cirurgia plástica, acreditando que pode haver alguma influência milagrosa.

A manutenção de expectativas realistas sobre o peso é, na verdade, uma das exigências para que uma cirurgia plástica seja recomendada por um especialista. Entenda melhor a relação a seguir!

Qual a relação entre peso e cirurgia plástica?

Existe sim uma relação entre peso e cirurgia plástica, mas muitas vezes de uma forma diferente da esperada – ou até mesmo desejada – pela paciente.

Emagrecimento

Uma das principais dúvidas é se o tratamento cirúrgico promove o emagrecimento e, na verdade, essa expectativa não é realista para nenhum procedimento.

Algumas cirurgias plásticas, como a lipoaspiração e a abdominoplastia, podem sim contribuir na redução de medidas, mas os depósitos de gordura ou excesso de pele removidos nesses procedimentos não são suficientes para alterar significativamente o peso.

Dessa forma, acreditar que o emagrecimento é um dos resultados da cirurgia plástica é um dos principais erros que causam insatisfação e frustração após o tratamento.

Controle e estabilização do peso

Mulher em cima de balança comemorando equilíbrio de peso

Outra dúvida comum da relação entre peso e cirurgia, é sobre quando a cirurgia é possível.

Qualquer cirurgia plástica só será recomendada quando houver controle do peso e ele estiver dentro de um limite saudável, geralmente, até 29,9 de Índice de Massa Corporal (IMC).

Para pacientes que passaram pela cirurgia bariátrica e desejam realizar procedimentos estéticos como o lifting e a abdominoplastia, geralmente, o IMC pode chegar ao grau 1 de obesidade.

Apesar disso, a avaliação individualizada pelo cirurgião plástico é sempre necessária uma vez que são considerados fatores como saúde do paciente, procedimentos a serem realizados e outros aspectos.

Também é recomendado que, antes de recorrer à cirurgia, haja a estabilização do peso, ou seja, sem alterações significativas no período de um a dois anos.

Todas essas informações devem ser passadas ao cirurgião plástico durante a consulta de avaliação, garantindo mais segurança e alinhamento das expectativas em relação ao tratamento.

Quais hábitos melhoram a relação entre peso e procedimentos cirúrgicos?

Apesar do desejo de muitas pacientes que a cirurgia plástica possa diminuir e controlar o peso, alguns hábitos são fundamentais nos resultados desejados, como:

  • exercícios físicos: prática regular de atividades físicas considerando exercícios de maior queima calórica, como os aeróbicos, e também localizados, o que contribui na definição corporal, ganho de massa magra e queima de gordura localizada; 
  • reeducação alimentar: alimentação baseada em ingredientes naturais, como legumes, verduras, grãos, frutas, oleaginosas e outros. Deve-se ainda reduzir alimentos ricos em gordura, sódio e açúcares;
  • sono: descansar com qualidade influencia nos níveis hormonais e pode realmente contribuir no controle do peso;
  • qualidade de vida: manutenção de hábitos saudáveis, como beber água, reduzir o consumo de bebidas alcóolicas e interromper o uso de tabaco, por exemplo. 

Portanto, a relação entre peso e cirurgia plástica não é milagrosa, mas o tratamento pode contribuir para maior autoestima e bem-estar e gerar resultados satisfatórios, principalmente se associado a hábitos saudáveis.

Saiba que todo procedimento envolve riscos. Consulte sempre um médico.


Dra. Luciana L. Pepino.

Diretora Técnica Médica

CRM-SP: 106.491

RQE: 25827

Membro da ISAPS – International Society of Aesthetics Plastic Surgery

Membro da ASPS – American Society of Plastic Surgeon

Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica SBCP

Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte – MG

Residência Médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte – MG

Formada em Medicina pela faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte – MG

Dra. Luciana L. Pepino.

Diretora Técnica Médica

CRM-SP: 106.491

RQE: 25827

Membro da ISAPS – International Society of Aesthetics Plastic Surgery

Membro da ASPS – American Society of Plastic Surgeon

Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica SBCP

Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte – MG

Residência Médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte – MG

Formada em Medicina pela faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte – MG

Agende sua consulta

Deixe o seu comentário


    Leia Também

    Carregando...

    Assine nossa newsletter

    Assine e receba dicas, novidades, materiais e muito mais.

    whatsapp

    Cirurgias

    Procedimentos

    Links Úteis

    Telefones de Contato

    Políticas de Privacidade

    Dra. Luciana L. Pepino. Diretora Técnica Médica

    CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

    logo

    2022. Dra. Luciana Pepino

    Todos os direitos reservados.