Para fazer em casa: Aromaterapia

Conheça a aromaterapia e seus principais benefícios.

A aromaterapia é um tipo de terapia de natureza holística que tem como base o efeito que aromas de diferentes plantas podem provocar em nosso corpo e mente. Essa ciência explora a utilização de óleos provenientes de plantas para a melhora da saúde como um todo. Em termos gerais, seus benefícios são muito conhecidos no tratamento de stress e ansiedade, uma vez que alivia os sintomas e traz uma sensação de bem-estar. Porém, essa não é a única vantagem que os óleos oferecem. No artigo de hoje, trouxemos uma lista com os principais benefícios da aromaterapia para nossa saúde física e mental.

Quais são os benefícios da aromaterapia?

A aromaterapia já é muito conhecida por ajudar a relaxar e diminuir o estado de ansiedade ou stress dos indivíduos com o estado emocional abalado. O que pouca gente sabe é que, além de servir como tranquilizante, o tratamento traz muitas outras vantagens, ajudando na redução das dores musculares, diminuição de dores de cabeça, melhora na saúde da pele, prevenção de dermatites e caspas, cura da dor de garganta, melhora da função pulmonar, diminuição da pressão sanguínea, alívio de náuseas, além de ser usado para tratar acnes, eliminar verrugas e melhorar a aparência e a textura da pele.

Como fazer em casa?

Se você se interessou e deseja tentar fazer a aromaterapia em casa, saiba que é perfeitamente possível. O que é maravilhoso nos óleos essenciais é que eles estimulam nossos processos naturais de auto-cura, ajudando a melhorar nosso estado físico e mental e não possuindo quaisquer efeitos secundários.

Para fazer uma pequena sessão do tratamento em casa, basta derramar algumas gostas do óleo essencial no queimador com vela e, após isso, deitar-se no sofá e relaxar. O resultado vem após alguns minutos!

Tratamentos específicos:

Tratar a constipação: óleos essenciais como sálvia, tomilho, silvestre e eucalipto são muito utilizados na aromaterapia para tratar constipações e descongestionar as vias respiratórias. Eles ajudam a desentupir o nariz e aliviar a sensação de peso e dificuldade nos brônquios. O óleo de eucalipto, por exemplo, é rico em cineol, substância benéfica para os brônquios, uma vez que ajuda a dissolver o catarro e facilitar a saída de secreções, eliminando bactérias e vírus que possam vir a piorar o quadro de constipação.

Nesse caso, é preciso adicionar dez gotas do óleo essencial ao banho (38 graus) ou, se preferível, inalar o óleo sob a forma de vapor. Para tal, coloque 3 gotas do óleo num recipiente com cerca de 1 litro de água fervida. Após isso, debruce-se e tape a cabeça para cobrir a área e respirar o vapor profundamente. Esse procedimento deve ser feito durante 15 ou 20 minutos, com muito cuidado para não queimar a face.

Melhorar noite de sono: como já é bem conhecido, os óleos essenciais são ótimos para ajudar a relaxar e dormir, em especial os óleos pau-rosa, laranja, lavanda e alecrim – possuem efeito calmante e funcionam como um indutor ao sono, relaxando o corpo e aumentando a qualidade das noites dormidas.

Nesse caso, basta adicionar algumas gotas de um dos óleos na água quente de qualquer queimador de óleo, meia hora antes de deitar-se. O vapor se espalha rapidamente e o efeito é quase que imediato.

Melhorar o ânimo: óleos de tangerina, melissa, rosa e jasmim são ótimos para melhorar o estado de humor e jogar a tristeza para bem longe, já que ajuda na circulação e estimula a produção de endorfinas.

Coloque água quente em um recipiente de queimador de velas e adicione algumas gotas do óleo, acendendo a vela logo depois. A água vai evaporar e o aroma irá exercer um efeito relaxante. Isso também pode ser feito no local de trabalho, lembrando que respirar profundamente ajuda a reforçar o efeito.

Tratar dores de cabeça: ao invés de recorrer sempre aos famosos comprimidos, experimente usar a técnica dos óleos essenciais pelo menos uma vez para ver se obterá resultados. O óleo de hortelã pimenta é bom para quem tem dores de cabeça recorrentes.

Basta aplicar o óleo onde se sente a dor, como temporãs ou testa, deixando-o agir por alguns minutos. A dor de cabeça tende a aliviar, pois o óleo relaxa os músculos. Caso seja alérgica, teste um pouco do óleo em qualquer parte do corpo primeiro para ver se terá alguma reação alérgica.

Massagens ou banhos relaxantes: misturando 6 gotas do óleo de lavanda, 6 gotas do óleo de manjerona e 20 ml de óleo neutro de amêndoas você cria uma loção maravilhosa para massagens relaxantes. Aqui você relaxa das duas formas, através da massagem e do próprio aroma agradável e relaxante dos óleos.

Quanto aos banhos, eles também ajudam a relaxar corpo e mente. Para tomar um banho de óleos essenciais, basta misturar 8 gotas do óleo essencial puro com 2 colheres (sopa) de mel e 100 ml de nata, despejando tudo na água quente. Vale lembrar que os óleos precisam ser diluídos antes da aplicação para evitar irritações na pele ou, em alguns casos, reações alérgicas.

Dica rápida sobre o uso dos óleos essenciais

Muito cuidado para que o efeito dos óleos essenciais não seja o contrário do esperado. É importante, por exemplo, comprar sempre óleos de qualidade, evitando imitações baratas. Se houver a presença de bebês ou crianças em casa, os óleos podem ser perigosos, uma vez que podem causar parada respiratória ou reações alérgicas nos bebês – com maior atenção para os óleos de tomilho, hortelã, eucalipto e cânfora. Durante a gravidez, a mulher deve consultar um especialista para saber quais óleos poderá utilizar.

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).