11 3285-6412
Dra. Luciana L. Pepino / Diretora Técnica Médica
CRM/SP: 106.491 RQE: 25827
Segunda a Sexta-Feira das 8h às 21h
Sábados das 10h às 14h

Outubro rosa: se conhecer é fundamental para sua saúde!

Campanha Outubro Rosa é iniciada e conscientiza sobre importância do autoexame e da mamografia para pacientes do grupo de risco.

No Brasil, o câncer de mama é a principal doença oncológica a acometer o público feminino, representando 29% do total de casos entre mulheres. A campanha Outubro Rosa visa promover conscientização sobre a doença, reduzindo sua mortalidade.

Anualmente, o país perde mais de 17 mil mulheres para o câncer de mama, sendo que o diagnóstico precoce é o principal aliado para minimizar a mortandade da patologia e elevar, significativamente, as chances de sucesso no tratamento.

Mas o que fazer exatamente para prevenir-se contra o câncer de mama e difundir a proposta do Outubro Rosa? Saiba mais a seguir!

4 cuidados para aderir ao Outubro Rosa

Para fazer parte do Outubro Rosa é muito fácil, basta à conscientização individual quanto à importância da prevenção do câncer de mama, sendo o autoexame uma das principais formas de fazer isso.

Conheça a seguir alguns cuidados para adotar durante a campanha, mas também que podem ser espalhados por todos os meses do ano!

1. Conheça seu corpo e os sinais dele

No Outubro Rosa uma das principais propostas da campanha é que as mulheres façam o autoexame das mamas, identificando, por meio da apalpação, qualquer alteração.

No entanto, para que possa realmente identificar alterações nas mamas as mulheres devem saber previamente o que procurar. Entre os indícios que exigem uma investigação especializada incluem-se:

  • inchaço nas mamas, mesmo que não identifique um nódulo;
  • nódulo único endurecido, geralmente indolor;
  • irritação ou abaulamento de uma parte da mama;
  • desconforto ou dor na mama;
  • mamilo invertido;
  • vermelhidão da pele;
  • espessamento ou alteração na pele ou no mamilo;
  • secreção sanguinolenta ou serosa pelos mamilos;
  • linfonodos aumentados.

Para que essas alterações sejam mais facilmente percebidas pelas mulheres é importante que haja uma atenção frequente ao corpo, inclusive com o autoexame sendo realizado com intervalos regulares e não apenas em outubro.

Conheça mais do Outubro Rosa

2. Faça consultas anuais com o médico

Um aspecto central destacado na campanha Outubro Rosa é que o autoexame não substitui a mamografia, sendo indicado que ele seja usado como uma técnica complementar de acompanhamento entre os intervalos dos exames e para pacientes fora do grupo de risco.

As consultas anuais com o médico para realização dos exames ginecológicos também contribuem no diagnóstico precoce do câncer de mama, pois qualquer alteração pode ser relatada ao especialista.

No caso de mulheres entre 50 e 69 o Ministério da Saúde recomenda que a mamografia seja realizada a cada dois anos, enquanto alguns médicos preferem solicitar o exame anualmente.

Pacientes com histórico de câncer de mama na família, em parentes de 1ºgrau, também fazem parte do grupo de risco e devem iniciar o monitoramento preventivo antes.

3. Mantenha uma qualidade de vida elevada

Ainda que não exista nenhuma recomendação específica que garanta a prevenção do câncer de mama, o Outubro Rosa também é um símbolo do amor-próprio e do autocuidado das mulheres.

Dessa forma, é importante buscar uma vida equilibrada, com bons hábitos que ajudam na prevenção de patologias em geral, incluindo o câncer. Entre as recomendações destacam-se:

  • realização de atividades físicas regularmente;
  • boa alimentação, evitando o excesso de processados;
  • boas noites de sono;
  • evitar tabaco e outras substâncias prejudiciais;
  • reduzir o estresse.

A qualidade de vida contribui para um melhor estado de atenção em relação ao seu corpo, identificando os sinais quando ele não está tão bem e buscando auxílio médico.

4. Converse com suas amigas e familiares

Agora que você já sabe os pontos de destaque da Campanha Outubro Rosa também pode passá-los adiante conversando com suas amigas e familiares, pois a proposta é que mais e mais mulheres estejam conscientes da gravidade do câncer de mama e da importância da prevenção.

Com a conscientização é possível reduzir a mortalidade da patologia, com diagnósticos cada vez mais precoces.

Autor do Conteúdo

Foto DR. Luciana

| DRA. LUCIANA LEONEL PEPINO


CRM-SP 106.491 | RQE: 25827

  • Membro Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP.
  • Residência em Cirurgia Plástica no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Residência médica em Cirurgia Geral no Hospital Universitário São José – Belo Horizonte (MG).
  • Formada em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais – Belo Horizonte (MG).